Pixies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pixies
Pixies in Kansas City, October 1, 2004.jpg
Pixies em concerto em Kansas, em 1 de outubro de 2004
Informação geral
Origem Boston, Massachusetts
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rock alternativo
College rock
Pós-punk
Indie Rock
Período em atividade 19861993
2004–atualmente
Gravadora(s) 4AD
Elektra
Spin Art
Artemis
Página oficial www.4ad.com/pixies
Integrantes Black Francis
Dave Lovering
Joey Santiago
Ex-integrantes Kim Deal

Pixies é uma banda norte-americana de rock alternativo formada em Boston, Massachusetts em 1986.[1] O grupo separou-se em 1993 por divergências mas voltou-se a juntar em 2004. Black Francis, Joey Santiago, Kim Deal e Dave Lovering são os únicos membros do grupo em toda a sua história. Os Pixies encontraram pouco sucesso no seu país de origem, algo que não se reflectiu na Europa, em especial no Reino Unido (embora tenha sido moderado).[2]

A sua música foi muito influenciada pelo punk e surf rock, e embora fosse bastante melódica, também era capaz de conter material mais pesado. Francis era o principal compositor e vocalista do grupo. Geralmente escrevia letras enigmáticas sobre temas pouco comuns, como OVNIs e o surrealismo.[3] Referências a instabilidade mental, imagens bíblicas violentas, violência física e incesto são feitas em diversas músicas.[4] [5]

Os Pixies são frequentemente catalogados de pioneiros do rock alternativo do início dos anos 90.[6] [7] O fã assumido da banda, Kurt Cobain, declarou certa vez que tudo que ele queria é ter uma banda que pudesse soar como os Pixies e tendo consciência de sua importância para a carreira dos Nirvana garantiu,[8] juntamente com o tributo de outras bandas, que o legado e influência dos Pixies continuasse a crescer após o seu desmembramento.[9] [10]

História[editar | editar código-fonte]

A banda foi formada em Boston, Massachusetts, no começo de 1986 por Charles Thompson – que depois mudaria seu nome para Black Francis – nos vocais e guitarra base, e também por seu companheiro de quarto na universidade, Joey Santiago, na guitarra solo.

Depois de anunciarem nos classificados vagas para a banda, encontraram Kim Deal, uma baixista de Ohio, que tocara antes em sua cidade natal numa banda chamada The Breeders. Pouco depois recrutaram o baterista David Lovering (amigo de Kim Deal), formando assim os Pixies.

A banda, antes restrita ao underground americano, começou a chamar a atenção da imprensa em 1988, e o LP Surfer Rosa foi considerado o álbum do ano por boa parte da crítica musical. Após uma digressão elogiada, o conjunto gravou Doolittle, seu disco de maior sucesso de público e crítica; de quebra, uma das canções ainda conseguiu ser um hit radiofônico: "Here Comes Your Man".

Foi justamente no auge da banda, no entanto, que começaram a surgir as primeiras brigas internas, que dois anos mais tarde selariam o fim dos Pixies. Mesmo assim, em 1990 o quarteto lançou Bossanova, que atingiu o terceiro lugar nas paradas britânicas, demonstrando que, apesar da repercussão modesta no seu país de origem, os Pixies eram mais queridos na Europa.

No ano seguinte, em meio vários shows (inclusive alguns abrindo para o U2, que na época lançara Achtung Baby), chegou em novembro o derradeiro trabalho da banda, Trompe Le Monde. Na época, houve o início da explosão do rock alternativo (especialmente da vertente grunge) nos EUA, com Sonic Youth, Nirvana, Pearl Jam e The Smashing Pumpkins estando entre os principais expoentes - sendo as últimas três bastante influenciadas por ninguém menos que os pioneiros Pixies ao lado dos novaiorquinos do Sonic Youth. Kurt Cobain, líder, vocalista e guitarrista do Nirvana chegou a admitir que "Smells Like Teen Spirit", o maior hit do Nirvana e hino da geração de 90, foi uma tentativa de imitar os Pixies.

Após uma carreira muito prestigiada pelo público indie, a banda acabou oficialmente em 1992, devido à 'diferenças musicais' entre Kim e Frank, voltando para uma turnê mundial em 2004, tocaram pela 1ª vez no Brasil no Curitiba Pop Festival em 2004.

Em 2006, foi lançado o documentário LoudQUIETloud: Um filme sobre o Pixies, dos diretores Steven Cantor e Mathew Galkin, narrando a história da banda.

Foi anunciado em Abril de 2009, que toda a discografia da banda iria ser reeditada. Uma compilação com os cinco discos de estúdio e um DVD de 1991. Terá o nome de "Minotaur".[11]

No dia 11 de outubro de 2010, a banda se apresentou na Fazenda Maeda, em Itu, no Festival SWU: Começa com Você.

Em 2013, a banda anunciou a nova baixista: Paz Lenchantin.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

EPs[editar | editar código-fonte]

Frank Black em concerto

Compilações[editar | editar código-fonte]

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Notas e Referências

  1. Erlewine, Stephen Thomas. Pixies. All Music Guide. Página visitada em 2005-09-10.
  2. Erlewine, Stephen Thomas. American Alternative Rock/Post-Punk. All Music Guide. Página visitada em 2006-05-20.
  3. Francis, Black. Lyrics. "The Happening." Bossanova. LP. 4AD 1990.
  4. Francis, Black. Lyrics. "Broken Face." Surfer Rosa. LP. 4AD 1988.
  5. Francis, Black. Lyrics. "Dead." Doolittle. LP. 4AD 1988.
  6. Erlewine, Stephen Thomas. Pixies > Biography. All Music Guide. Página visitada em 2006-09-10.
  7. Hodges, Jacqueline (2004-05-03). Rock & Alt Review - The Pixies - Wave of Mutilation. BBC. Página visitada em 2006-10-18. "Então chegou o álbum Surfer Rosa onde, sem ter consciência disso na altura, um Steve Albini pre-Nevermind produziu a "impressão digital" do grunge e assim nasceu uma lenda."
  8. Kurt Cobain on Pixies and The Breeders. Melody Maker (1992-08-29). Página visitada em 2006-09-02.
  9. Biel, Jean-Michel; Gourraud, Christophe. They Said About the Pixies.... Alec Eiffel. Página visitada em 2006-09-11.
  10. Biel, Jean-Michel; Gourraud, Christophe. Homages to the Pixies. Alec Eiffel. Página visitada em 2006-08-28.
  11. discodigital.sapo.pt

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Pixies

Ligações externas[editar | editar código-fonte]