Política de Santa Lúcia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O sistema político de Santa Lúcia é organizado da seguinte maneira:

  • Gabinete: Gabinete indicado pelo governador-geral, sob auxílio do primeiro-ministro.
  • Eleições: Não há eleições; a monarquia é hereditária; o governador-geral é indicado pelo monarca; após as eleições legislativas, o líder do partido de maioria ou o líder da coalização majoritária é geralmente indicado primeiro-ministro pelo governador-geral; o primeiro-ministro adjunto é indicado pelo governador-geral.
  • Poder Legislativo: parlamento bicameral que consiste no Senado (11 assentos; seis membros indicados pelo primeiro-ministro, três indicados pelo líder da oposição, e dois indicados após consulta com grupos religiosos, econômicos e sociais) e na House of Assembly (17 assentos, membros eleitos por voto popular).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.