São Cristóvão e Nevis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de São Cristóvão e Névis)
Ir para: navegação, pesquisa
Federation of Saint Kitts and Nevis
Federação de São Cristóvão e Neves
Bandeira de São Cristóvão e Nevis
Brasão de São Cristóvão e Nevis
Bandeira Brasão
Lema: Country Above Self
(O país acima de si mesmo)
Hino nacional: O Land of Beauty!
Gentílico: são-cristovense

Localização de Federação de São Cristóvão e Nevis

Localização de São Cristóvão e Nevis (em verde) no Caribe.
Capital Basseterre
17°18'N 62°44'O
Cidade mais populosa Basseterre
(Pop. 2000: 15 500)
Língua oficial Inglês
Governo Democracia parlamentar sob monarquia constitucional federal
 - Monarca Isabel II
 - Governador-geral Edmund Lawrence
 - Primeiro-ministro Denzil Douglas
Independência do Reino Unido 
 - Data 19 de Setembro de 1983 
Área  
 - Total 261 km² (207.º)
 - Água (%) insignificante
População  
 - Estimativa de Julho de 2005 51 300 hab. (209.º)
 - Densidade 164 hab./km² (64.º)
PIB (base PPC) Estimativa de 2011
 - Total US$ 895 milhões USD (213.º)
 - Per capita US$ 15 573 USD (47.º)
IDH (2013) 0,750 (73.º) – elevado[1]
Moeda Dólar do Caribe Oriental (português brasileiro) ou dólar das Caraíbas Orientais (português europeu) (XCD)
Fuso horário UTC-4
Cód. ISO KNA
Cód. Internet .kn
Cód. telef. +1 869

Mapa de Federação de São Cristóvão e Nevis

São Cristóvão e Nevis, ou ainda, São Cristóvão e Neves, oficialmente Federação de São Cristóvão e Neves[2] [3] [4] [5] [6] Nevis ou Névis[nota 1] (em inglês Federation of Saint Kitts and Nevis ou Federation of Saint Christopher and Nevis[nota 2] ) é um Estado soberano do Caribe (português brasileiro) ou das Caraíbas (português europeu), mais propriamente parte das ilhas de Barlavento, e constituído pelas ilhas de São Cristóvão (Saint Kitts, coloquialmente, ou Saint Christopher, oficialmente) e Nevis, Névis ou Neves (em inglês, Nevis). É também o menor Estado soberano das Américas em extensão territorial e em número de habitantes.

A capital e sede do governo do Estado federado é Basseterre, na ilha de São Cristóvão. A ilha menor, Neves, situa-se a três quilómetros de São Cristóvão, ficando esta separada por um estreito pouco profundo a que localmente se chama The Narrows.

Historicamente, a dependência britânica de Anguila fazia também parte da federação, que era à altura conhecida como São Cristóvão-Neves-Anguila. As ilhas de São Cristóvão e de Neves fazem geograficamente parte das ilhas de Barlavento. Os vizinhos mais próximos são as ilhas de Santo Eustáquio, Saba, São Bartolomeu, a ilha de São Martinho e Anguila a noroeste; Antígua e Barbuda a leste e nordeste, e a Redonda e Monserrate a sudeste.

São Cristóvão e Neves foi dos primeiros arquipélagos das Caraíbas a ser povoado por europeus. A ilha de São Cristóvão recebeu quer a primeira colónia britânica, quer a primeira colónia francesa nas Caraíbas, e como tal é por vezes referida como "a colónia-mãe das Índias Ocidentais".

História[editar | editar código-fonte]

Inicialmente habitadas pelos caraíbas, atualmente a maioria dos habitantes descende dos escravos africanos. São Cristóvão foi colonizada pelos ingleses em 1623, já Névis, apenas em 1628. Os franceses tomam São Cristóvão, em 1627, e nela permanecem até 1782, quando os ingleses obtêm uma vitória decisiva na Colina Brimstone e as ilhas passam permanentemente ao controle britânico. As ilhas são unidas, em 1882, juntamente com Anguila e integram a Federação das Índias Ocidentais, em 1958, que posteriormente foi dissolvida em 1962. Em 1967, São Cristóvão–Névis-Anguilla torna-se um estado associado ao Reino Unido. Em 1980, Anguila separa-se e São Cristóvão e Névis torna-se independente em 19 de setembro de 1983. A economia do país foi prejudicada nos anos 80 a causa da queda do preço internacional do açúcar. O Governo esforçou-se para reduzir essa dependência por meio da diversificação da economia, promovendo o turismo e os serviços financeiros. Em 1990, o Primeiro-Ministro de Névis, Vance Amory, tentou romper seus laços federativos com com São Cristóvão em 1992, mas a idéia não foi aprovada em referendo e nova tentativa foi feita em 1998, quando 62% da população votou pela secessão de Névis, mas como não foram alcançados os dois terços necessários para a aprovação da medida a idéia foi abandonada até recentemente quando Amory reiniciou o processo constitucional com vistas à separação.

Política[editar | editar código-fonte]

São Cristóvão e Névis é um Estado soberano, democrático e federal.[7] A Rainha de São Cristóvão e Névis, Elizabeth II, é o seu chefe de Estado. A rainha é representada no país por um governador-geral, que atua no conselho do Primeiro-Ministro e Conselho de Ministros. O primeiro-ministro é o líder do partido maioritário da Câmara, e o gabinete conduz os assuntos de Estado. O país também é uma monarquia constitucional, que compartilha o mesmo monarca como alguns outros membros dos Reinos da Comunidade de Nações.

O país possui uma legislatura unicameral, conhecida como a Assembleia Nacional. É composto por 14 membros, sendo onze representantes eleitos popularmente e três senadores que são nomeados pelo Governador-Geral. Dois dos senadores são nomeados com base no parecer do primeiro-ministro, e um se nomeia no conselho do líder da oposição. Ao contrário de outros países, os senadores não constituem um Senado separado ou Câmara alta do Parlamento, mas sentam-se na Assembleia Nacional, ao lado de representantes. Todos os membros possuem mandato de cinco anos. O Primeiro-Ministro e o Gabinete são responsáveis ​​perante o Parlamento.

O atual Governador-Geral de São Cristóvão e Névis é Denzil Douglas, que está no cargo desde 7 de julho de 1995. O país é membro da Organização das Nações Unidas (ONU) desde 23 de setembro de 1983, assim como do Banco Mundial, do Fundo Monetário Internacional e dos blocos regionais Comunidade do Caribe (CARICOM) e Organização dos Estados do Caribe Oriental (OECO).

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

As ilhas são divididas em paróquias.

São Cristóvão está dividida em nove:

Nevis está dividida em cinco:

Geografia[editar | editar código-fonte]

Vista de Nevis a partir da ilha de São Cristóvão.

O país é formado por duas ilhas, São Cristóvão e Nevis, no Mar do Caribe, América Central. O pico mais alto é o Monte Liamuiga, que chega a 1.156m de altitude. É o menor país das Américas, estando sujeito a ação de furacões.

Economia[editar | editar código-fonte]

O turismo e as finanças internacionais são a fonte principal de rendimentos para sua população.

São Cristóvão e Neves é membro da Caricom. A Suprema Corte do Caribe Oriental se encarrega de seus assuntos judiciais e sua moeda é o dólar do Caribe Oriental.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Tem uma população de 38.819 habitantes (Estimativas de julho de 2000).

Cidades mais populosas[editar | editar código-fonte]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. O nome da federação é formado pelo nome das respectivas ilhas que formam a nação. A ilha de São Cristóvão é conhecida coloquialmente em inglês por Saint Kitts e este é um nome frequentemente utilizado também em português, apesar de desanconselhado. Já Nevis (na versão inglesa, sem acento), é também utilizada a par com a versão aportuguesada Névis (acentuada), apesar de Carlos Rocha desaconselhar ambas em detrimento de Neves, do espanhol Nieves, nome originário da ilha, homenageando Nossa Senhora das Neves.
  2. Ambos os nomes ('Saint Kitts e Saint Christopher) aparacem na Constituição de São Cristóvão e Neves.

Referências

  1. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD): Human Development Report 2014 (em inglês) (24 de julho de 2014). Visitado em 2 de agosto de 2014.
  2. Rocha, Carlos (18 de maio de 2010). Nomes de países das Caraíbas Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Visitado em 3 de novembro de 2012. ""(...) a forma Neves parece mais apropriada do que as outras, atendendo a que, em espanhol, se recomenda Nieves (cf. Diccionario Panhispanico de Dudas no portal da Real Academia Espanhola) em lugar de Nevis, que é forma inglesa. Acresce que Nevis é anglicização de Nieves, porque o nome original da ilha era Nuestra Señora de las Nieves (...), ou seja, em português, Nossa Senhora das Neves."
  3. Ministério das Relações Exteriores do Brasil
  4. Diário da República — I Série A N.º 276 — 28-11-1998; Ministério dos Negócios Estrangeiros: Aviso n.º 269/98 (Portugal)
  5. Serviço das Publicações da União Europeia. Anexo A5: Lista dos Estados, territórios e moedas Código de Redacção Interinstitucional. Visitado em 19 de janeiro de 2012.
  6. Macedo, Vítor. (Primavera de 2013). "Lista de capitais do Código de Redação Interinstitucional". A Folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias (n.º 41): 11. Sítio web da Direcção-Geral da Tradução da Comissão Europeia no portal da União Europeia. ISSN 1830-7809. Visitado em 23 de maio de 2013.
  7. Federation of Saint Kitts and Nevis Constitutional Order of 1983 (em inglês e espanhol) Federation of Saint Kitts and Nevis - 1983 Constitution. Visitado em 11 de maio de 2014.


Bandeira de São Cristóvão e Nevis São Cristóvão e Nevis
Bandeira • Brasão • Hino • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens