Reinos da Comunidade de Nações

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Mapa-múndi destacando os reinos da Comunidade das Nações em rosa.

Alguns países da Comunidade de Nações são chamados reinos da Comunidade das Nações (em inglês: Commonwealth realms), por serem monarquias constitucionais parlamentaristas com o monarca do Reino Unido como seu próprio chefe de estado simbólico. No entanto, isso não significa que os governos destas nações estejam unidos. Mesmo com o chefe de estado compartilhado, os países e seus governos são totalmente separados e independentes. Em cada nação (à exceção do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte), o monarca é representado por um governador-geral que geralmente é um cidadão possuidor de um histórico distinto de serviço público à nação e de reconhecimento público. É indicado ao posto pelo primeiro-ministro do país, sendo a nomeação formal efetuada pelo monarca britânico.

A atual rainha e chefe de estado desses países é Sua Majestade Isabel II do Reino Unido (Elizabeth II).

Atuais reinos[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.