Honiara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Honiara
—  Cidade  —
Vista de Honiara
Vista de Honiara
Bandeira de Honiara
Bandeira
Honiara está localizado em: Ilhas Salomão
Honiara
Localização de Honiara nas Ilhas Salomão
9° 28' S 159° 49' E
País Ilhas Salomão
Província Honiara
Ilha Guadalcanal
Administração
 - Prefeito Israel Maeoli
Área
 - Total 22 km²
Altitude [1] 12 m (39 pés)
População (2009)[2]
 - Total 64 602
    • Densidade 2 936/km2 
Fuso horário UTC (UTC+11)

Honiara é a capital das Ilhas Salomão e tem uma população de 64 602 habitantes (2009).[3] A cidade está localizada na ilha de Guadalcanal e foi reconstruída para substituir a antiga capital de Tulagi, no final da Segunda Guerra Mundial. A cidade tem um porto, um aeroporto internacional, o museu nacional e a sede do governo.

É um importante centro comercial de coco, madeira e ouro.

História[editar | editar código-fonte]

Honiara foi palco de uma das mais sangrentas batalhas da Segunda Guerra Mundial, a Batalha de Guadalcanal. Durante a guerra, a antiga capital Tulagi do Protectorado Britânico das Ilhas Salomão foi severamente destruída. Como a cidade de Honiara foi utilizada como base estadunidense, foi promovida a capital. Após a guerra, houve o movimento de independência das ilhas e a cidade continuou sendo capital, agora de um país independente. Em 2000 houve revoltas na cidade, e o exército australiano foi chamado a intervir. Em 2006 houve outras grandes manifestações, que culminaram com a queima do bairro de Chinatown e a fuga de mais de 1000 pessoas de origem chinesa[4] , o que fez o exército australiano ficar instalado na cidade.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A palavra "Honiara" vem de "nagho ni ara", que significa "de frente ao vento do sudeste" numa das línguas da ilha de Guadalcanal.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A cidade de Honiara é litorânea, na costa norte da ilha de Guadalcanal, numa faixa estreita. É ladeada por duas avenidas, sendo a mais importante a Rodovia Kakum, que liga ao Aeroporto Internacional de Honiara e ao bairro de White River, passando pelo hospital e pela Chinatown, que foi queimada nas revoltas de 2003. O rio Matarika tem sua foz em Honiara.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima em Honiara é o tropical. Embora tenha uma taxa de pluviosidade de 2 000 mm por ano, chove menos que a média do país, que é de 3 000 mm por ano. A temperatura fica em média entre os 25 °C e 27 °C. A estação úmida dura entre novembro e abril.

Nuvola apps kweather.svg Dados climatológicos para Honiara, Ilhas Salomão Weather-rain-thunderstorm.svg
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 30 30 30 30 30 30 30 30 30 30 30 30 30
Temperatura mínima média (°C) 22 22 22 22 22 22 22 22 22 22 22 22 22
Precipitação (mm) 270 280 350 230 120 90 90 90 90 140 130 220 2 170
Fonte: Wetaherbase[5] agosto de 2012

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia da cidade gira em torno da exportação de madeira, copra, coco e peixe. Os principais parceiros são a Malásia, o Japão, a Coreia do Sul e Taiwan. O turismo também é muito importante na economia do país como um todo.

Transporte[editar | editar código-fonte]

Além do Aeroporto Internacional de Honiara, que fica a cerca de km do centro da cidade e substituiu o velho aeródromo da Segunda Guerra Mundial (Henderson Field). Também há o porto de Honiara, que faz ligação com as outras ilhas do arquipélago das Ilhas Salomão e com o resto do mundo. A cidade é sede da Solomon Airlines.

Educação[editar | editar código-fonte]

Honiara é uma das sedes da Universidade do Pacífico Sul. Também possui a Escola Internacional de Honiara, com mais de 150 estudantes.

Esportes[editar | editar código-fonte]

Em Honiara está localizado o Estádio Lawson Tama, que foi sede da Copa das Nações da OFC de 2012.

Política[editar | editar código-fonte]

Honiara é uma cidade com status de província nas Ilhas Salomão. Possui três distritos eleitorais: Honiara Oriental, Honiara Central e Honiara Ocidental.

Religião[editar | editar código-fonte]

A maioria da população é cristã. As principais denominações são a Igreja da Província da Melanésia (Anglicana), Igreja Católica (Arquidiocese de Honiara), Igreja Evangélica dos Mares do Sul e Igreja Adventista do Sétimo Dia. Outras religiões estão presentes, como a budista e a muçulmana.

Locais de interesse[editar | editar código-fonte]

  • O Edifício do Parlamento, construído em 1993 e apresentando a forma de de folhas de palmeira, proporciona aos 50 deputados da ilha-Estado com um ambiente de trabalho confortável. Não há passeios oficiais, porém as visitas podem ser realizadas mediante solicitação;
  • O Museu Nacional apresenta diariamente mostras de dança, pintura corporal e armas tradicionais;
  • O Jardim Botânico é conhecido por sua grande variedade de orquídeas. Além disso, existe uma coleção de plantas e arbustos da floresta tropical.

Qualidade de vida[editar | editar código-fonte]

Honiara é o principal centro urbano das Ilhas Salomão, concentrando mais da metade dos postos de trabalho formais. Além disso, o consumo per capita de um habitante da capital representa o triplo, em relação aos habitantes rurais.

Ao se comparar com os habitantes rurais, os da capital têm o dobro de possibilidade de acesso à educação secundária, e três vezes mais probabilidades de contar com uma conta bancária e serviços sanitários em sua residência. A porcentagem de habitantes de Honiara com serviço elétrico supera oito vezes a mesma porcentagem dos habitantes do campo. Por esta razão, é compreensível que a migração de salomónicos para Honiara seja considerável.[6]

Geminação[editar | editar código-fonte]

Referências