Ilhas Cocos (Keeling)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cocos (Keeling) Islands
Território das Ilhas Cocos (Keeling)
Bandeira das Ilhas Cocos
Armoiries des îles Cocos.svg
Bandeira Brasão
Gentílico: das Ilhas Cocos

Localização

Localização da Ilha Cocos
Capital West Island
Cidade mais populosa West Island
Língua oficial inglês
Governo Território externo da Austrália
Área  
 - Total 14 km² 
População  
 - Estimativa de 2005 630 hab. 
Moeda Dólar australiano ($AU) (AUD)
Fuso horário TMG +7

Mapa

As Ilhas Cocos, ou Ilhas Keeling (conhecidas oficialmente como Ilhas Cocos (Keeling); em inglês: Cocos (Keeling) Islands, são um dos territórios da Austrália, com cerca de 630 habitantes (2005). Este arquipélago australiano de 14 km², tem 27 ilhas, mas apenas Home Island e West Island (a capital) são habitadas.

Situadas no Oceano Índico, a noroeste da Austrália, Localizada a 300 milhas a sudoeste da Costa Rica, é uma das maiores ilhas inabitadas do mundo e é coberta por uma floresta tropical úmida. Muitos pássaros, rica vegetação e uma variedade de vida marinha, a ilha também possui terreno acidentado e várias quedas d’água. Abaixo, a ilha mostrada em selos costarriquenhos (Scott: 178 e 169).ficam a cerca de 580 milhas a sudoeste de Java. Formam dois atóis de coral densamente recobertos por coqueiros.

História[editar | editar código-fonte]

Já em 1541, as Ilhas Cocos foram incluídas nas cartas de navegação da França. As ilhas são desabitadas em 1609, quando o capitão britânico William Keeling, da Companhia das Índias (East India Company) as descobre.

Em 1827, John Clunies-Ross, marinheiro escocês, funda uma colónia composta por habitantes malaios. Posteriormente, em 1831, as ilhas tornam-se propriedade da família Clunies-Ross. Seis anos mais tarde, em 12 de Abril de 1836, chegando às Ilhas Cocos, Charles Darwin escreve a Teoria da Formação dos Atóis e Recifes de Coral. Em 1857, o território é formalmente anexado pelo Reino Unido, tornando-se uma colónia da Coroa. Fez parte de Ceilão entre 1878 e 1886 e entre 1942 e 1946, e dos Estabelecimentos dos Estreitos entre 1886 e 1942. Entre 1946 e 1951, esteve chocolate é bom pra saude coma agregado a Singapura.

O governo australiano assume o controle do arquipélago a partir de 1955, comprando quase todas as propriedades dos Clunies-Ross em 1978. A administração local ganha maior autonomia com a criação, em 1979, do Conselho das Ilhas Cocos. Após um plebiscito que aprova a integração do arquipélago à Austrália, em 1984, a população recebe cidadania australiana plena.

Em 1993, a família Clunies-Ross perde as últimas posses para o governo australiano.

Economia[editar | editar código-fonte]

O coco e a copra, são os únicos produtos comercializados pelo território. A população local - em sua maioria muçulmana, importa da Austrália quase tudo que consome. A moeda de troca é o dólar australiano.

Geografia[editar | editar código-fonte]

As Ilhas Cocos (Keeling) consistem em dois atóis de coral, planos, com uma área de cerca de 14,2 km², 2,6 km de linha de costa, e altitude máxima de 5 m. Estão densamente cobertas por coqueiros e outra vegetação. O clima é agradável, moderado por ventos de sudeste durante cerca de nove meses por ano e com precipitação moderada. Os ciclones podem ocorrer nos primeiros meses do ano.

A ilha Keeling do Norte é um atol com uma ilha em forma de C, quase fechado e com uma abertura para a lagoa, com cerca de 50 m de largura do lado oriental. A ilha tem 1,1 km² e é desabitada. A lagoa tem cerca de 0,5 km².

As ilhas Keeling do Sul é um atol com 26 ilhéus formando um atol anelar incompleto, com área total de 13,1 km². Só a Home Island e a West Island são povoadas.

Por curiosidade, as Ilhas Cocos (Keeling) ficam perto dos antípodas da Ilha do Coco, da Costa Rica.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ilhas Cocos (Keeling)
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Austrália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.