República Florentina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cuidado:: Valor não especificado para "continente"


Repubblica Fiorentina
República de Florença

Cidade-estado

1115 – 1532 Medici Flag of Tuscany.png
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de Florença
Capital Florença (Firenze)
Língua oficial Toscano, Latim
Religião Igreja Católica Romana
Governo Oligarquia
História
 • 1115 Fundação
 • 1532 Elevação a Ducado pelo Papa Clemente VII
Moeda Florim florentino

A República Florentina (em italiano: Repubblica Fiorentina) foi uma cidade-Estado centrada em Florença em Toscana, Itália. A república foi fundada em 1115 quando os florentinos se rebelaram contra a morte de Matilde de Canossa.

A república foi comandada por um conselho, a Signoria, liderado pelo gonfaloneiro - que por sua vez era eleito a cada dois meses pelos membros de clãs da cidade. A república sofreu várias tentativas de golpes, reagindo com contra-golpes de várias facções. A facção Médici tomou o poder na cidade em 1434 até o contra-golpe de Cosme de Médici que o exilou no ano anterior. Cosme manteve o controle de Florença até 1494. João de Médici (que veio a se tornar o Papa Leão X) reconquistou a república em 1512. A autoridade de Médici foi repudiada e deflagrou, em 1527, a Guerra da Liga de Cognac.

Médici reassumiu o poder em 1531 após 11 meses de cerco à cidade. A república foi desconstituída em 1532 quando o Papa Clemente VII apontou Alessandro de' Medici como duque de Florença, tornando esta cidade-Estado um ducado hereditário.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Estado extinto, integrado ao Projeto Estados Extintos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.