Secretariado de Propaganda Nacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Palácio Foz, Lisboa, 2012

O Secretariado da Propaganda Nacional - SPN, foi criado em 1934 pelo governo de Salazar, tendo-lhe sucedido em 1945 o Secretariado Nacional de Informação - SNI.

Desempenhou, durante os primeiros doze anos do governo de Salazar, um papel activo na divulgação do ideário nacionalista e na padronização da cultura e das artes do regime do Estado Novo, secundado pela actuação dos serviços de censura.

Entre 1935 e 1951 promoveu as Exposições de Arte Moderna do S.P.N./S.N.I. que tiveram um importante papel renovador na vida artística nacional, contrariando o tradicionalismo naturalista que dominava os Salões da SNBA [1] . Entre as suas múltiplas iniciativas contam-se as participações nacionais em grandes Feiras Internacionais (Paris, 1937; Nova Iorque e S. Francisco, 1939); o S.P.N. esteve estreitamente ligado à organização da Exposição do Mundo Português (1940).

Tinha sede no Palácio Foz, Praça dos Restauradores, Lisboa. Foi dirigido por António Ferro,[2] um jornalista, publicista e escritor simpatizante das soluções autoritárias e totalitárias da Europa de então (sobretudo do Fascismo mussoliniano)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. A.A.V.V. – Os Anos Quartenta na Arte Portuguesa. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1982, p. 69
  2. Secretariado de Propaganda Nacional/Secretariado Nac. Informação e Turismo/Secretaria Est. Turismo (em português) Aatt.org. Visitado em 27 de Fevereiro de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.