Tera Online

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


TERA: The Exiled Realm Of Arborea
Desenvolvedora Bluehole Studio
Publicadora(s) En Masse Entertainment
Distribuidora Atari
Designer Yong-Hyun Park (Produtor chefe)
Byung-Gyu Chang (Chefe de estratégias)
Huang Cher Ung (Diretor de arte) David Noonan (Escritor chefe)
Motor Unreal Engine 3
Plataforma(s)
Data(s) de lançamento TBA 2011/12
Gênero(s) MMORPG e Ação
Modos de jogo Multiplayer
Classificação Classificação pendente i ESRB (América do Norte)
Mídia Download.
Requisitos mínimos
Microsoft Windows
Controles Teclado, Mouse, Controlador de jogo
Hardware
Versão 1.0

TERA: The Exiled Realm of Arborea, é um MMORPG produzido pela Bluehole Studios e publicado pela En Masse Entertainment. O jogo foi lançado na Coréia do Sul em 25 de janeiro de 2011, no Japão, em 18 de agosto de 2011, na América do Norte em 01 de maio de 2012, e na Europa em 3 de maio de 2012, com versão beta fechada e aberta, que ocorreu antes do lançamento. NHN Corporation , NHN Japan Corporation , En Masse Entertainment e Frogster Interactive Pictures publicaram o jogo nestas regiões, respectivamente.


Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Estilo de Jogo[editar | editar código-fonte]

Tera online possui um sistema de jogo que é definido em uma apresentação feita por David Noonan, o escritor chefe do Tera, no evento E3 Games, como 50% MMORPG e 50% Jogo de Ação[1] . Alguns atributos como esquiva, aparar e redução de dano não constam no personagem, sendo uma ação a ser efetuada pelo jogador, ficando a encargo dele de desviar de golpes em sua direção, ou efetuar uma ação de bloqueio[2] . O que diferenciaria cada classe do jogo, são as habilidades, que juntas com o comando do jogador fariam diferença para situações como a de ter que desviar de um monstro em investida.

Interação com cenário[editar | editar código-fonte]

Toda a interação, seja ela com NPCs, ou itens no cenário, é feita através de proximidade com tais objetos. Chegando a distância mínima de interação, o personagem poderá executar ações relacionadas a tais objetos. Para o combate, uma mira central na tela, dará o ponto de coordenação para ataques, ficando bastante parecido com jogos de tiro. A mira central mudará de formato quando estiver mirada em um monstro, detalhando também as informações de distância do personagem para o mesmo.

Controles[editar | editar código-fonte]

Pawel Majak, o gerente de projetos envolvido com o Tera, em uma entrevista ao site especializado em jogos Gametrailers afirmou que será possível a utilização de teclado e mouse e a utilização de diversos joysticks, e não apenas o controlador do Xbox 360 como foi dito em outras entrevistas. O fato se dá por ser um estilo de jogo novo, que mistura elementos do MMORPG e de jogos de ação, e a possibilidade de vários controles de jogo, daria uma flexibilidade ao jogo[3] .

História: Como TERA Começou[editar | editar código-fonte]

O mundo de TERA começou um milenio atrás, quando dois titãs de inimaginável poder, Arun e Shara, se encontraram formando um poderoso vazio. Por razões que podemos apenas deduzir, eles cairam em profundo sono e enquanto dormiam, TERA cresceu em volta deles, tomando sua forma atual.
Nos locais onde Arun e Shara caíram em sono profundo o mapa possuia os seus formatos, que acabaram acumulando desertos, montanhas, rios e florestas, e os continentes agora possuem seus nomes.
Mesmo para um titã de tal poder, todo sono dá chances aos sonhos. Assim, enquanto Arun e Shara dormem, seus sonhos se materializam alterando a geografia e criando novos organismos e tipos de poderes. E enquanto sonham, novas criaturas denominadas "mortais", são criadas.
Arun através dos seus pensamentos em sono, criou os ambiciosos Elfos, Humanos habilidosos, honrados Amani, poderosos Gigantes, sistemáticos Daevas e encrenqueiros Poporis. Shara sonhou com ardilosos Sikandari, Gulas e Vampiros sombrios, Wendigos violentos, Fadas estranhas e Nagas.

Raças[editar | editar código-fonte]

Seis são as raças jogáveis no Tera Online[4]

  • Aman (Aman/Amani): Raça parecida com os Orcs de outros MMORPG, diferenciando pela carapaça encontrada no rosto. Historicamente, é um povo antigo escravizado pela deusa Kaia e libertado com a ajuda dos Castanic. Cidade natal: Kaiator.
  • Baraka (Baraka): Descendentes diretos dos gigantes e criados por Tithus. Possuem corpos parrudos e intelecto desenvolvido. Sua cidade natal foi destruida pelos deuses, os tornando nômades.
  • Castanics (Castanics): Raça abastarda dos deuses de origem demoníaca ou necromantica. Graças ao seu ímpeto criaram seu próprio código de conduta e fizeram feitos perante a história. As feições lembram bastante os Thieflings, dos RPG's de livro. Cidade natal: Castanica.
  • Altos Elfos (High Elves): São seguidores de Karas e guardiões das florestas. Tentaram em um certo momento da história invadir Essenia, uma importante província Humana que contou com a ajuda dos Amani, Popori e Baraka para ser defendida. Devido a esta falha, os Altos Elfos adotaram a política de acomodação perante o resto do mundo. Cidade natal: Allemantheia.
  • Humanos (Humans): Destinados a tentar estabilizar o mundo se utilizando de seu valor, tenacidade e espírito indomável adquiridos após constantes testes de resistência e convivência com outros povos. Procuram por prosperidade e paz através da federação Valkyon. Cidade natal: Velika.
  • Popori (Popori): Guardiões dos animais e espíritos mágicos residentes na natureza. São protetores das florestas e possuem um senso de perigo como nenhuma outra raça. O povo Popori é a união de duas diferentes raças, os Elins que são pequenos humanóides do sexo feminino e os Popori que são "pequenas bestas" que foram acordadas pelos Elins. Cidade natal: Pora Elinu.

Classes[editar | editar código-fonte]

  • Arqueiro (Archer): São munidos de velocidade, utilizam o arco como arma principal, e a defesa é através de armaduras leves.
  • Berserker (Berserker): É uma classe considerada "tanque", com um foco em ataque, possuindo habilidades de derrubar no chão, carga, poderes que reduzem as estatísticas defensivas e aumentam as ofensivas, e ataques em área, utilizando machados de duas mãos e armaduras pesadas.
  • Lanceiro (Lancer): Se utilizam de lança e escudo para em um grupo servir de parede. São tanques com foco em defesa e intimidação de inimigos, utilizam lança e escudo em conjunto com armaduras pesadas.
  • Místico (Mystic): No mundo de um MMORPG são conhecidos como "buffers", ou seja, onde o foco é um pouco de cura, e suporte aumentando atributos de todos aqueles que participam do grupo em que ele está. Utiliza bastões e roupões.
  • Sacerdote (Priest): Habilidades basicamente de cura, sendo a melhor das opções em personagem de suporte focada nesta habilidade. Utilizam cajados e roupões
  • Matador (Slayer): Uma intermediário do Berserker com o Guerreiro, não sendo um tanque primário. Usa armaduras leves mas não possui a mesma mobilidade do Guerreiro, possui ataques em área e o dano de um Berserker, mas não a mesma defesa, por não usar armaduras pesadas.
  • Feiticeiro (Sorcerer): Geradores de dano que possuem magias que causam estragos secundários, como redução de velocidade. Utilizam o "disco" como arma, que é uma espécie de simbolo que flutua ao redor de seu portador, e roupões.
  • Guerreiro (Warrior): Outro combatente corpo-a-corpo, com foco na evasiva, multiplos ataques que provém das duas espadas equipadas, e utilizadores de armaduras leves e habilidades que permitem uma esquiva mais efetiva de seus inimigos.

Profissões[editar | editar código-fonte]

Ainda não foram dadas maiores informações, sobre quais serão as profissões e que tipo de itens ou benefícios podem ser criados, através de um processo de construção. O pouco que se sabe através de entrevistas e respostas na rede social twitter, é que as profissões terão utilidade para criação de itens próprios, não sendo perfumaria de níveis mais altos no jogo, e que serão extraidos da natureza quatro tipos de materiais que servirão para a construção de itens raros.

Sistema Político[editar | editar código-fonte]

O sistema político de Tera Online foi detalhado no evento de games E3 2011 [5] , sendo considerada uma das principais inovações do jogo. Um jogador que possui nível máximo e bastante influência dentro do jogo pode se tornar um líder de província, enomeado "Vanarch", das seguintes formas:

  • Por Votação Popular: É a forma de decisão mais parecida com a política do mundo real, onde o jogador lider de uma guilda que deseja ser um Vanarch precisa ser participativo em fóruns, pedir ajuda para outras guildas em uma campanha, criar seu Site com a descrição de sua campanha política e a votação dos jogadores elegerá o líder da província.
  • Combates em Battle Grounds: É a conquista de poder através da força bruta. Mesmo tendo que combater outros jogadores, as lutas requerem coordenação, boa comunicação entre grupos de PvP, trabalho em equipe e sorte.

Após adquirido, o cargo de Vanarch dará ao jogador o poder de controlar NPCs em sua província, taxas de lojas de especiarias e NPCs de habilidades, prender jogadores na cadeia de sua província, controlar zonas de nascimento de monstros, habilitar/desabilitar zonas de PvP e poderá liberar o acesso a missões(quests) que só estão disponíveis para a guilda daquele líder de província, cabendo ao estilo de política e a forma como o poder foi adquirido atrair ou não jogadores para a sua província e distribuir benefícios apenas para os jogadores da própria guilda ou para todos.

Para que um Vanarch se mantenha no poder, precisa acumular pontos de política(policy points) que são adquiridos através da recomendação popular ou através de missões acessíveis ao Vanarch. Caso o líder de província não agrade as pessoas obviamente não ganhará recomendações, tendo que passar pelas missões que possuem uma dificuldade bem alta ou perderá o poder.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. David Noonan, no evento E3 games(em inglês) em um gameplay explicativo. [1]. Data de acesso: 20 de julho de 2010
  2. Brian Knox (em inglês) em um gameplay explicativo - GDC 2010. [2]. Data de acesso: 10 de julho de 2010
  3. Pawel Majak (em inglês) em um gameplay explicativo - [3] Data de acesso: 13 de setembro de 2010
  4. Raças do Tera Online (em inglês)- [4]. Data de acesso: 15 de agosto de 2011
  5. Sam Kim (em inglês)- Political System Walkthrough [5] Data de acesso: 15 de agosto de 2011

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.