Tzipi Livni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tzipi Livni
Tzipi Livni
Ministra de Relações Exteriores Israel
Mandato 2006-2009
Antecessor(a) Silvan Shalom
Sucessor(a) Avigdor Lieberman
Vida
Nascimento 8 de julho de 1958 (56 anos)
Tel Aviv,  Israel
Dados pessoais
Partido Hatnuah
Profissão Advogada
Tzipi Livni com George W. Bush, em 2006.

Tzipora "Tzipi" Malka Livni, em hebraico ציפורה מלכה "ציפי" לבני‎, (Tel Aviv, 8 de julho de 1958) é uma advogada e política israelense, ex-ministra de Relações Exteriores de Israel.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida em Tel Aviv,[1] Tzipi Livni é filha do polonês Eitan Livni e de Sara Rosenberg, ambos antigos militantes destacados do Irgun,[2] grupo paramilitar sionista que lutou na Guerra de independência de Israel. Livni serviu como tenente nas Forças de Defesa Israelenses, e trabalhou para o Mossad, serviço secreto do país, por dois anos, durante o início da década de 1980, abandonando o cargo em agosto de 1983 para se casar e terminar seus estudos de Direito. Existem rumores de que ela tenha caçado terroristas pelo Mossad,[3] porém investigações mais recentes indicam que ela era um agente de menor relevância logística; foi contratada para viver num apartamento em Paris que era utilizado pela organização, ajudando assim a manter a aparência de uma propriedade residencial normal.[4]

Tzipi Livni formou-se na Faculdade de Direito da Universidade de Bar Ilan, e tem dez anos de experiência como advogada praticante, especializada em direito público e comercial.[5] Reside em Tel Aviv com seu marido, o contador Naftali Spitzer, com quem tem dois filhos, Omri e Yuval. Fontes próximas a Livni declararam que ela é vegetariana.[6] Além do hebraico, Tzipi Livni fala o inglês e o francês.

Política[editar | editar código-fonte]

Em 1999 foi eleita deputada pelo partido Likud. Em 2001, com Ariel Sharon como primeiro-ministro, sua carreira ascendeu rapidamente. Foi ministra da Cooperação Regional, Habitação, Agricultura e Justiça. Acompanhou Sharon e Olmert quando estes fundaram o partido Kadima em 20 de novembro de 2005. Após as eleições de março de 2006, vencidas pelo Kadima, acumulou também os cargos de Ministra da Justiça e Relações Exteriores. Já era, então, a número três do partido. Com o afastamento de Ariel Sharon por derrame, tornou-se vice-primeira-ministra. Em maio de 2007, Livni pediu publicamente a renúncia de Olmert, após a divulgação do relatório parcial da Comissão Winograd, contendo os erros do governo na Guerra do Líbano de 2006. Após a renúncia do primeiro-ministro Ehud Olmert, primeiro como líder do partido, e posteriormente do cargo de primeiro-ministro do país, Livni foi eleita a nova líder do partido Kadima nas primárias em 17 de setembro de 2008, vencendo por apenas 1% a Shaul Mofaz. Foi convidada pelo presidente de Israel Shimon Peres a formar novo governo, entretanto, não obteve êxito em conseguir o apoio mínimo de 61 deputados que lhe daria maioria absoluta no Parlamento Knesset. Eleições gerais antecipadas foram convocadas para 10 de fevereiro de 2009.

Referências

  1. Verma, Sonia (2 de maio de 2007). Olmert on brink over war failure as his deputy and party desert him The Times (Londres). Visitado em 6 de maio de 2007.
  2. News in Brief - Haaretz
  3. Uzi Mahnaimi (1 de junho de 2008). Tzipi Livni: terrorist-hunter secret of woman tipped to lead Israel The Times (Londres). Visitado em 2 de junho de 2008.
  4. Livni's past in Mossad not spectacular Jerusalem Post (22 de julho de 2008).
  5. Biografia de Tzipi Livni Knesset Página oficial da Knesset.
  6. Cohen, Roger (7 de julho de 2007). Her Jewish State The New York Times. "'Mirla Gal, who would reach the top of the Mossad during a 20-year career, met Livni in first grade. [...] “We were curious because her world wasn’t ours,” Gal said over lunch at a beachfront Tel Aviv restaurant. “Even then she was principled. When I was 12, she turned vegetarian and has been ever since.”'"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tzipi Livni
Wikinotícias
O Wikinotícias tem uma ou mais notícias relacionadas com este artigo: Líderes de Kadima e Likud declaram-se vencedores das eleições em Israel
Precedido por
Silvan Shalom
Ministro das Relações Exteriores de Israel
2006 - 2009
Sucedido por
Avigdor Lieberman