Wendelin Werner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wendelin Werner
Matemática
Nacionalidade França francês
Nascimento 23 de setembro de 1968 (46 anos)
Local Colônia, Renânia do Norte-Vestfália
Atividade
Campo(s) Matemática
Instituições Universidade Paris - Sul, Centre National de la Recherche Scientifique
Alma mater Universidade Pierre e Marie Curie, Escola Normal Superior de Paris
Orientador(es) Jean-François Le Gall[1]
Prêmio(s) Prêmio Rollo Davidson (1998), Prêmio Paul Doistau-Émile Blutet (1999), Prêmio Fermat (2001), Medalha Fields (2006), Prêmio George Pólya (2006)

Wendelin Werner (Colônia, 23 de setembro de 1968) é um matemático francês nascido na Alemanha.

É professor na Universidade Paris Sul, sendo sua área de trabalho a teoria das probabilidades. Lida principalmente com passeio aleatório e teoria da percolação.

Werner nasceu na Alemanha e naturalizou-se francês em 1977. Ainda jovem participou do filme La passante du Sans-Souci. De 1987 a 1991 estudou na Escola Normal Superior de Paris, doutorado em 1993 na Universidade Pierre e Marie Curie, orientado por Jean-François Le Gall.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Werner recebeu em 2000 o Prêmio EMS, em 2001 o Prêmio Fermat, em 2005 o Prêmio Loève e o Prêmio Rollo Davidson, e em 2006 o Prêmio George Pólya e a Medalha Fields.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Laurent Lafforgue e Vladimir Voevodsky
Medalha Fields
2006
com Andrei Okounkov,
Grigori Perelman e Terence Tao
Sucedido por
Elon Lindenstrauss, Ngô Bảo Châu,
Stanislav Smirnov e Cédric Villani



Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.