A Escolinha do Golias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Escolinha do Golias
Escolinha do Golias-Logo.jpg
Logotipo do programa
Informação geral
Formato Sitcom
Gênero Humorístico
Duração 22 min. (aproximadamente)
Criador(es) Carlos Alberto de Nóbrega
País de origem  Brasil
Idioma original língua portuguesa
Produção
Diretor(es) Marcelo de Nóbrega
Produtor(es) Marcelo de Nóbrega
Apresentador(es) Carlos Alberto de Nóbrega
Elenco Ronald Golias
Carlos Alberto de Nóbrega
Nair Bello
Patrícia Opik
Consuelo Leandro
Marta Pessoa
Henrique de Moraes
Exibição
Transmissão original 19 de setembro de 199019 de outubro de 1997
N.º de temporadas 3
Cronologia
Programas relacionados A Praça É Nossa

A Escolinha do Golias foi um programa de televisão humorístico brasileiro, criado por Carlos Alberto de Nóbrega, que foi produzido e exibido pela rede de televisão SBT entre 1990 e 1997, totalizando três temporadas. Tinha em seu elenco Ronald Golias, Carlos Alberto de Nóbrega, Nair Bello e Consuelo Leandro, entre outros.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Professor Caliostro, (Carlos Alberto de Nóbrega) assumia o difícil papel de professor que tentava colocar ordem na classe. Pacífico (Ronald Golias) era o aluno "engraçadinho", sempre brincando na aula e tirando o professor do sério. Alemanha (Patrícia Opik), era a aluna inteligente da classe, a "queridinha" do professor. A "aluna burra" foi interpretada por três atrizes: Pazza (Nair Bello), entre 1990 e 1992; Paçoca (Marta Pessoa), entre 1995 e 1996; e Severina (Consuelo Leandro) entre 1996 e 1997. Atrás de Pacífico, sentava um anão motivo de gozações do aluno bagunceiro, chamado Mangaba (Henrique de Moraes), e posteriormente substituído por Peroba (Joaquim Salgado).

Elenco[editar | editar código-fonte]

Resumos das temporadas[editar | editar código-fonte]

Primeira temporada[editar | editar código-fonte]

A primeira temporada foi a de maior sucesso e sua estreia aconteceu no dia 11 de julho de 1990. Teve em seu elenco Ronald Golias (Pacífico), Carlos Alberto de Nóbrega (Professor Caliostro), Nair Bello (D. Pazza), Patrícia Opik (Alemanha) e Henrique de Moraes (Mangaba). Inicialmente, era exibido às quartas-feiras, as 21h30.

Segunda temporada[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 1995, o programa humorístico passou a ser exibido diariamente, no final das tardes, estreando novas aulas e novos personagens: Paçoca (Marta Pessoa) e Joaquim/Peroba (Henrique de Moraes). Em janeiro de 1996, Marta Pessoa saiu do programa humorístico e entrou no papel de "aluna burra": Consuelo Leandro, vinda do humorístico A Praça é Nossa, com a personagem Severina, e o programa humorístico voltou a ser exibido às quartas-feiras, no horário nobre.

Terceira temporada[editar | editar código-fonte]

No final de 1997, o programa humorístico estreou a última temporada, com novo cenário, que se passava no intervalo dos alunos, em esquetes de curta duração e novos personagens; Aguidalberto Boa Pinta (Otaviano Costa), João Paulo Silvino (Paulo Silvino), Norton Nascimento e o velhote Professor Bartolomeu Guimarães, interpretado por Ronald Golias.

Cancelamento[editar | editar código-fonte]

O programa foi retirado do ar em decorrência de uma ordem judicial em que a Rede Globo alegou que A Escolinha do Golias plagiava o programa Escolinha do Professor Raimundo. De abril de 2007 até fevereiro de 2008, foi reprisada pelo SBT, marcando bons índices de audiência e superando a RecordTV.

Foi reprisada pela segunda vez pelo SBT entre os dias 30 de junho a 21 de julho de 2018 aos sábados às 18h30, substituindo a série Big Bang: A Teoria, com a missão de elevar os baixos índices deixados pela série americana. Foi substituída pela reprise do seriado Arrow[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «SBT troca "Big Bang Theory" inédito por reprise de "Escolinha do Golias"». BOL Notícias. Consultado em 27 de junho de 2018 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]