Albert Aurier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Albert Aurier
Nome completo Gabriel-Albert Aurier
Nascimento 5 de maio de 1865
Châteauroux, Centro-Vale do Loire,  França
Morte 5 de outubro de 1892 (27 anos)
Paris, Ilha de França,
 França
Ocupação Poeta
Crítico de arte
Gênero literário Simbolismo

Gabriel-Albert Aurier (Châteauroux, 5 de maio de 1865Paris, 5 de outubro de 1892) foi um crítico de arte e poeta francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aurier era filho de um notário, indo para Paris em 1883 a fim de estudar direito, porém acabou descobrindo uma paixão por arte e literatura. Ele fundou o jornal Mercure de France junto com Alfred Vallette e Julien Leclercq, publicando vários artigos sobre pintores então pouco conhecidos como Paul Gauguin, Vincent van Gogh, Pierre Puvis de Chavannes, Gustave Moreau, Pierre-Auguste Renoir, Claude Monet e outros. Por meio do jornal, Aurier foi um dos promotores do simbolismo.[1]

Ele morreu de febre tifoide aos 27 anos de idade depois de uma viagem para Marselha. Amigos e outros artistas acompanharam seu caixão até a estação de trem, de onde foi levado até Châteauroux para ser enterrado no panteão de sua família.[1]

Referências

  1. a b «Albert Aurier». Ayudamos Conocer. Consultado em 20 de abril de 2017. Arquivado do original em 21 de abril de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.