Antônio Pinheiro de Ulhoa Cintra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antônio Pinheiro de Ulhoa Cintra
52.º Presidente da Província de São Paulo Província de São Paulo
Período 11 de abril de 1889 até
10 de junho de 1889
Antecessor Pedro Vicente de Azevedo
Sucessor José Vieira Couto de Magalhães
Dados pessoais
Nascimento 12 de novembro de 1837
São Paulo, SP
Morte 14 de agosto de 1895 (57 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade  Brasileiro
Partido Conservador
Religião Católico
Ocupação Médico, político

Antônio Pinheiro de Ulhoa Cintra, o barão de Jaguara, (São Paulo, 12 de novembro de 1837 — São Paulo, 14 de agosto de 1895) foi um médico e político brasileiro.

Filho de Delfino Pinheiro de Ulhôa Cintra e de Antonia Benedita Dias da Silva, casado com Adelina Torquato Marques. Foi formado em medicina e deputado à Assembléia Geral em 1870. Como médico, dedicou-se a combater a epidemia de febre amarela que afetava a província na época. Recebeu o titulo de Barão de Jaguara em 1888.

Foi presidente da província de São Paulo, sucedendo a Pedro Vicente de Azevedo.[1]

Referências


Precedido por
Pedro Vicente de Azevedo
Presidente da província de São Paulo
1889
Sucedido por
José Vieira Couto de Magalhães


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.