Antonio Caio da Silva Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Caio
Informações pessoais
Nome completo Antonio Caio da Silva Souza
Data de nasc. 10 de novembro de 1980 (40 anos)
Local de nasc. Nova Odessa, São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1, 68 m
Ambidestro
Apelido Motorzinho
Informações profissionais
Período em atividade 2000–2016
Posição meia
Clubes de juventude

1998–2000
Flamengo
Rio Branco-SP
Clubes profissionais
Anos Clubes
2000
2001
2002
2002–2003
2004
2005
2005–2006
2007–2008
2008
2009–2010
2011
2011
2011
2012
2012–2013
2014–2015
2016
Rio Branco-SP
Rio Preto
Ituano
Paraná
Chunnam Dragons
Flamengo
Coritiba
Al-Ahli
Bahia
Avaí
Al-Khor
Atlético Mineiro (emp.)
Ponte Preta (emp.)
Ponte Preta
Goiás
Bragantino
Brasiliense

Antonio Caio da Silva Souza, mais conhecido como Caio, (Nova Odessa, 10 de novembro de 1980), é um futebolista brasileiro que atua como meio-campista.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Rio Branco-SP e Paraná[editar | editar código-fonte]

Caio começou no Rio Branco-SP, mas foi no Paraná onde ele se destacou.

Shiono Dragons e Flamengo[editar | editar código-fonte]

Depois de Rio Branco-SP e Paraná, ainda jogou no Shiono Dragons, da Coreia do Sul e no Flamengo, no qual teve boas atuações.

Coritiba e Al-Ahli[editar | editar código-fonte]

No Coritiba ele passou a ser conhecido como artilheiro, por marcar oito gols pelo Coxa Branca, feito repetido no Al-Ahli, da Arábia Saudita, só que dessa vez foram doze gols marcados pelo clube árabe.

Bahia[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Bahia na metade da Série B de 2008, e na sua estreia, fez um gol.

Avaí[editar | editar código-fonte]

No ano de 2009, transferiu-se para o Avaí,[2] time pelo qual teve boas atuações, mesmo não sendo o titular do time. Caio ajudou o clube a terminar o ano com o título do Campeonato Catarinense, conquistando assim a vaga para a Copa do Brasil de 2010, e o sexto lugar no Campeonato Brasileiro, levando uma das vagas para a Copa Sul-Americana de 2010. Devido às boas atuações e à intenção do Avaí de ter uma base forte para a temporada de 2010, Caio renovou seu contrato com o clube até o final do ano.[3]

Durante sua estada em Florianópolis e estando passando por uma ótima fase no Avaí, Caio enfrentou um grande drama pessoal. Sua filha mais nova, Larissa, de três anos na época, esteve internada por um longo período, inclusive sendo levada a UTI, devido ao agravamento de uma pneumonia. Mesmo assim, durante este problema, Caio não deixou de honrar seus compromissos com o Avaí se destacando a nível nacional, principalmente no jogo em que o Avaí venceu o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari por 4 a 2 com dois gols dele, num jogo válido pelo Campeonato Brasileiro de 2010.[4] Meses depois, Caio seria o grande herói da permanencia do time alvi-celeste na primeira divisão. O Avaí perdia seu jogo por 2 a 0 para o Santos quando Caio marcou 3 golaços e tirou seu time da zona de rebaixamento.[5]

Cogitação no Cruzeiro e ida ao Al-Khor[editar | editar código-fonte]

Para a temporada de 2011, Caio chegou a ser cogitado para reforçar o Cruzeiro, mas, segundo ele, como não foi valorizado pelo time mineiro, decidiu aceitar a segunda proposta que era a de atuar no Al-Khor, do Qatar.[6][7]

Atlético Mineiro[editar | editar código-fonte]

No dia 10 de junho de 2011, foi anunciada sua contratação pelo Atlético Mineiro.[8] O jogador assinou contrato com o clube por 1 ano, com opção de renovação por mais 1 ano. O Atlético Mineiro adquiriu 50% do passe de Caio.[9]

Ponte Preta[editar | editar código-fonte]

Sem repetir o bom futebol dos tempos de Avaí, Caio foi emprestado para a Ponte Preta até o final de 2011.[10] Ao final da temporada, seu contrato foi estendido.

Goiás[editar | editar código-fonte]

Para a segunda metade de 2012, Caio foi contratado pelo Goiás para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.[11] Ao final da competição, o Goiás sagrou-se o campeão e conquistou o acesso à Série A de 2012.[12]

Bragantino[editar | editar código-fonte]

Após permanecer por dois anos no Goiás, em 2014 Caio saiu do clube a assinou com o Bragantino.[13]

Brasiliense[editar | editar código-fonte]

Após boa passagem no Bragantino, Caio acertou sua ida ao Brasiliense.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Última atualização: 20 de março de 2016.

Clube Ano Jogos Gols
Parana 2003 43 6
Coritiba 2005/06 32 13
Al-Ahli 2007/08 12 12
Bahia 2008 10 6
Avai 2009/10 96 20
Ponte Preta 2011/12 26 2
Goiás 2013 13 0
Bragantino 2014 10 0
Bragantino 2015 14 0
Brasiliense 2016 8 6

Títulos[editar | editar código-fonte]

Avaí
Al-Ahli
  • Copa da Coroa do Príncipe Árabe: 2007
  • Copa da Federação Saudita: 2007
Goiás

Referências

  1. [1]
  2. «Avaí anuncia contratação de meia e atacante». Diário Catarinense. 30 de janeiro de 2009. Consultado em 30 de janeiro de 2009 
  3. «Caio renova contrato com o Avaí até o final de 2010». 19 de dezembro de 2009. Consultado em 29 de julho de 2013 
  4. «Meia Caio supera drama pessoal com alegria e bom futebol no Avaí». ClicRBS. 20 de julho de 2010. Consultado em 29 de julho de 2013 
  5. «Herói, Caio marca três, vira para cima do Santos, e garante o Avaí na Série A». Globoesporte.com. 28 de novembro de 2010. Consultado em 29 de julho de 2013 
  6. «Caio diz que vai para o Catar porque não foi valorizado pelo Cruzeiro». Hora de Santa Catarina. 15 de dezembro de 2010. Consultado em 29 de julho de 2013 
  7. «Meia Caio vai jogar no Catar em 2011». Superesportes. 15 de dezembro de 2010. Consultado em 29 de julho de 2013 
  8. «Atlético-MG anuncia contratação de Caio, destaque do Avaí no Brasileirão 2010». UOL Esporte. 10 de junho de 2011. Consultado em 29 de julho de 2013 
  9. «Caio assina por um ano com Atlético-MG e comemora retorno ao futebol brasileiro». UOL Esporte. 10 de junho de 2011. Consultado em 29 de julho de 2013 
  10. «Caio segue os passos de Patric e também vai jogar na Ponte Preta». Globoesporte.com. 16 de setembro de 2011. Consultado em 29 de julho de 2013 
  11. «Goiás apresenta meia Caio, ex-Ponte Preta». Placar. 20 de agosto de 2012. Consultado em 29 de julho de 2013. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  12. «É campeão! Goiás vence Joinville por 2 a 1 e conquista título da Série B». Globoesporte.com. 24 de novembro de 2012. Consultado em 29 de julho de 2013 
  13. «Série B: Bragantino anuncia pacotão com Caio, ex-Ponte e mais quatro». Futebol Interior. 23 de julho de 2014. Consultado em 11 de agosto de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço relacionado ao projeto desporto. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.