Arquidiocese de Génova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Arquidiocese de Gênova)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arquidiocese de Génova
Archidiœcesis Ianuensis
O Duomo de Génova
Localização
País Itália
Dioceses sufragâneas Diocese de Albenga-Imperia
Diocese de Chiavari
Diocese de Savona-Noli
Diocese de Tortona
Diocese de La Spezia-Sarzana-Brugnato
Diocese de Ventimiglia-Sanremo
Estatísticas
Área 966 km²
Informação
Rito Rito romano
Criação da diocese III seculo
Elevação a arquidiocese 20 de março 1133
Catedral Catedral de Gênova
Padroeiro São Lourenço
Governo da arquidiocese
Arcebispo D. Angelo Cardeal Bagnasco
Bispo auxiliar D. Nicolò Anselmi
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Página oficial www.diocesi.genova.it

A Arquidiocese de Génova é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica na Itália pertencente à Província Eclesiástica de Génova e à Conferenza Episcopale Italiana.

Em 2004 contava 775.980 de batizados numa população de 834.388 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

A fé cristã teve origem, no território de Génova, ao tempo do Papa Lino (67-76).

Tem provas da presença dos santos Nazário e Celso como pregadores neste território.

A diocese foi erguida no século III e seus primeiros bispos foram São Valentim, São Félix, São Ciro de Gênova.

Virou arquidiocese em 20 de março 1133.

Em 1986, à arquidocese, foi unida a diocese de Bobbio, mas já em 1989, esta última foi definitivamente unida à Diocese de Piacenza.

Território[editar | editar código-fonte]

A está na cidade de Génova, onde se acha a catedral de São Lourenço. O território é dividido em 278 paróquias (251 na província de Génova e 27 na província de Alessandria) e em 25 vicariados:

Da Província fazem parte as Dioceses sufragâneas:

Missões[editar | editar código-fonte]

Em 1991 a arquidiocese começou uma experiência missionária na República Dominicana, em Guaricano, com dois padres missionários fidei donum e com as Freiras de Nossa Senhora do Refúgio em Monte Calvário.

A partir de 1995 um padre da arquidiocese, e um da Diocese de Chiavari estão em Cuba, trabalhando na Diocese de Santa Clara.

Cronolgia dos Arcebispos do sèculo XX[editar | editar código-fonte]