Arya Stark

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arya Stark
Game of Thrones 2011 logo.svg
Arya Stark-Maisie Williams.jpg
Outro(s) nome(s) Arya Cara de Cavalo
Arya Debaixo dos Pés
Ninguém
Beth Cega
Gata dos Canais
Lanna dos Canais (tv)
Sexo feminino
Família Casa Stark
Ned Stark (pai)
Catelyn Stark (mãe)
Robb Stark (irmão)
Sansa Stark (irmã)
Bran Stark (irmão)
Rickon Stark (irmão)
Jon Snow
(meio-irmão) livros
(primo) tv
Status viva
Criado por George R. R. Martin
Temporada(s) 17
Primeira aparição A Game of Thrones (livro)
"Winter is Coming" (tv)1ª temporada (2011)
Interpretado por Maisie Williams

Arya Stark é uma personagem fictícia da série de livros de fantasia A Song of Ice and Fire, do autor norte-americano George R. R. Martin, e da série de televisão Game of Thrones. Introduzida no primeiro livro da série, A Game of Thrones (1996), Arya é a segunda filha e o terceiro dos filhos de Lorde Eddard "Ned" Stark e Lady Catelyn Stark. Ela é uma tomboy, obstinada, independente, despreza as atividades femininas tradicionais e muitas vezes é confundida com um garoto. Ela usa um pequeno espadim chamado "Needle", um presente de seu meio-irmão, Jon Snow, e é treinada no estilo Braavosi de esgrima. Uma das mais populares personagens tanto dos livros quanto da série de televisão,[1] ela é interpretada nas telas pela atriz britânica Maisie Williams, em seu primeiro trabalho como atriz,[2] que começou a vivê-la aos 13 anos de idade e vendo sendo aclamada pela crítica especializada.[3]

Perfil[editar | editar código-fonte]

Terceiro filho e segunda filha de Ned e Catelyn Stark, ela tem nove anos de idade quando os eventos do livro tem início. Ela tem três irmãos, Robb, Bran e Rickon, e uma irmã, Sansa. Tem também um meio-irmão mais velho, filho de seu pai, Jon Snow, que na série de televisão revela-se ser seu primo e tem bastante semelhança facial com Arya; assim como ela, também é descrito como alguém diferente do resto da família e os dois são muito próximos. Ela é a única personagem que atua como narradora da história em todos os livros da saga.

Canhota, talentosa para matemática e para arrumação da casa, é também uma exímia amazona. Em contraste com a mais elogiada irmã mais velha Sansa, que prefere atividades tradicionalmente dignas de uma nobre e expressa desdém pelas atividades ao ar livre, Arya não mostra interesse na dança, no canto ou na costura, e se diverte mais em lutar e fazer explorações, para grande desconforto de sua mãe e de sua tutora familiar Septã Mordane. Ela é descrita como "sangue de lobo", contundente, impulsiva e "sempre difícil de domesticar" por sua mãe, e recebeu dos guardas de Winterfell o apelido de "Arya Debaixo dos Pés" por ser baixinha. Ela é particularmente próxima de seu meio-irmão Jon, que a encoraja a aprender como lutar e lhe dá um pequeno espadim chamado "Needle" (Agulha).[4] A pequena espada é bem adaptada à construção esbelta de Arya e a seu estilo preferido de esgrima "Water Dance", que enfatiza a velocidade e a agilidade com uma pinça fina e leve usada em ataques rápidos de empurrão. Ao longo de suas viagens, Arya exibe grande habilidade e astúcia e também se torna cada vez mais implacável.

Ela é a única de seus irmãos a ter semelhanças físicas com a Casa Stark, de seu pai – os outros puxaram a mãe Catelyn, da Casa Tully em solteira – lembrando sua tia Lyanna Stark, tanto em aparência quanto em temperamento.[5] No início da série, ela é geralmente considerada alguém de aparência simples e bagunçada e muitas vezes confundida com um menino, mas à medida que cresce começa a haver uma comparação com sua bela tia Lyanna e ela começa a atrair os homens. Arya também é uma "troca-peles", capaz de telepaticamente possuir seu lobo-gigante "Nymeria" em sonhos, assim como se unir fisicamente a um gato de rua em Braavos.[6]

Nos livros[editar | editar código-fonte]

A Game of Thrones[editar | editar código-fonte]

Arya está adorando seu novo filhote de lobo-gigante, a quem deu o nome de "Nymeria" em homenagem a uma lendária guerreira. Ela viaja com seu pai, Ned Stark, para Porto Real, onde ele é empossado como Mão do Rei. Antes dela partir, seu meio-irmão Jon lhe dá um pequeno espadim feito especialmente para ela como presente de despedida, a que ela dá o nome de "Needle" (Agulha) em homenagem à atividade feminina que menos gosta. Durante a viagem, ela e um amigo filho do açougueiro, Mycah, estão brincando de esgrimar com cabos de vassoura quando Sansa e Joffrey Baratheon, o filho do rei Robert Baratheon, aparecem e ele começa a atormentar o rapaz com sua espada; Arya defende o amigo e sua loba ataca o príncipe, machucando seu pulso. Sabendo que a loba será sacrificada por isso, ela foge com ela para o bosque; por causa disso, o lobo de Sansa é morto no lugar de "Nymeria" e Mycah é perseguido e morto pelo guarda-costas de Joffrey, Sandor Clegane, o "Cão de Guarda". Em Porto Real, Ned descobre o espadim de Arya mas em vez de confiscá-lo contrata um mestre-espadachim de Braavo, Syrio Forel, para dar aulas à filha; Syrio lhe ensina um estilo de esgrima chamado "Water Dance", mais técnico, leve e ágil. Após a prisão de Ned, Syrio é morto tentando protegê-la enquanto Arya foge. Mais tarde ela testemunha a execução de seu pai, antes de ficar sob a proteção de um patrulheiro da noite, Yoren.[7]

A Clash of Kings[editar | editar código-fonte]

Arya escapa de Porto Real com Yoren e outros soldados do Norte; no caminho cruzam com outros recrutas, Hot Pie, Lonny e Gendry mas ficam amigos deles. Numa encruzilhada eles são atacados por Amory Lorch, um cavaleiro a serviço da Casa Lannister, por se recusarem a entregar Gendry, que é um filho bastardo do rei morto Robert Baratheon, para os Lannisters. O comboio dos patrulheiros é massacrado mas Arya e outros meninos conseguem escapar através de um túnel; antes de escapar, ela resgata três prisioneiros de Lorch que viajavam numa jaula sobre uma carroça, entre eles um homem misterioso chamado Jaqen H'ghar.[8] Arya e seus amigos são mais tarde capturados por Sandor Clegane e levados para Harrenhal como trabalhadores-escravos. Após ver a morte de seus companheiros prisioneiros, ela começa toda noite a recitar os nomes das pessoas de quem pretende se vingar. Em Harrenhal ela reencontra Jaqen, agora empregado dos Lannister, que se oferece para matar três pessoas a seu desejo em troca da liberdade que ela lhe deu e a seus dois companheiros; Arya dá o nome de dois homens que a machucaram em Harrenhal. Quando ele pede um terceiro nome, Arya o extorque para ajudá-la a libertar os prisioneiros do Norte, nomeando o próprio Jaqen. Para que ela retirasse seu nome, Jaqen desencadeia uma enorme revolta na prisão que se sobrepõe à guarnição dos Lannister. Depois Jaqen a convida para ir com ele mas ela prefere voltar para casa, em Winterfell; então ele lhe dá um estranha moeda de ferro de Braavos, para assegurar sua indução em sua confraria, os Homens Sem Face, e diz a ela para se lembrar da senha "Valar Morghulis" ("Todos os homens devem servir" em Alto Valeriano) antes de partir. Na manhã seguinte, Roose Bolton captura o castelo e Arya se torna sua servente pessoal. Eventualmente, ela escapa de Harrenhal com seus amigos Gendry e Hot Pie após matarem um guarda.[9]

A Storm of Swords[editar | editar código-fonte]

A coat of arms showing a gray wolf on a white field.
Brasão de armas da Casa Stark

Enquanto Arya e seus amigos estão indo para o Norte, ela começa a sonhar com sua loba perdida, "Nymeria". Mais tarde ele são descobertos por um grupo de mercenários chamado Irmandade Sem Bandeiras e é reconhecida como Arya Stark.[10] Levados para a base secreta da Irmandade, lá ela encontra Sandor, a quem acusa de ter assassinado Mycah, mas "Cão de Guarda" sobrevive a um julgamento por combate e é libertado. Ela consegue escapar sozinha da Irmandade mas é recapturada por Sandor que pretende usá-la para pedir um resgate à sua família.[11] Eles chegam aos Twins, onde a mãe, Catelyn, e o irmão mais velho de Arya, Robb, estão sendo assassinados durante o "Casamento Vermelho" e Sandor a nocauteia para fazê-la passar por morta. Naquela noite, Arya faz uma troca-de-pele com Nymeria e puxa o corpo de sua mãe do rio onde foi jogado para que seja encontrado pela Irmandade. Sandor então pretende pedir o resgate por Arya à sua tia Lysa, no Vale, mas sem conseguir prosseguir a viagem por causa do tempo, leva-a para seu tio-avô Brynden Tully em Riverrun. No caminho eles encontram dois homens da lista de morte de Arya, Tickler e Polliver, que eram homens de armas de Gregor Clegane, o imão de Sandor, em Harrenhal. Na luta que se segue, Arya pessoalmente esfaqueia Tikler até a morte e pede de volta seu espadim do corpo de Polliver, mas Sandor está severamente ferido; quando ele cai gravemente doente por causa dos ferimentos, ela se recusa a dar-lhe o golpe de misericórdia e o abandona para morrer sob uma árvore próxima ao rio Tridente. Arya viaja até a cidade portuária de Saltpan e ganha uma passagem de navio para Braavos numa galera mercante, depois de apresentar ao capitão a moeda que lhe foi dada por Jaqen e dizer a senha "Valar Morghulis".[12]

A Feast for Crows[editar | editar código-fonte]

Chegando na Cidade Livre de Braavos, ela vai até o quartel-general dos Homens Sem Face, a Casa do Preto e Branco, onde é iniciada na confraria por um padre, a quem chama de o "Homem Bom".[13] Este exige que ela se livre de todas as suas possessões anteriores e ela obedece jogando tudo no rio, mas secretamente esconde sua espada "Needle", a única coisa que lembra suas suaves memórias de infância. Para seu treino, Arya adota a identidade de "Gata do Canal", uma menina de rua que ajuda a vender frutos do mar, e continua a ter mais frequentes e vívidos sonhos de lobo, o que a impede de descartar de vez sua antiga identidade. Durante seu treinamento, ela encontra rapidamente com Samwell Tarly e mata um desertor da Patrulha da Noite. Após admitir a morte não-autorizada a seu mentor, ela é obrigada a beber uma porção de leite; no dia seguinte, acorda cega.[14]

A Dance with Dragons[editar | editar código-fonte]

Arya permanece cega em serviço da Casa do Preto e Branco por meio ano. Ela continua a ter sonhos pelos olhos de sua loba mas não fala sobre isso com ninguém. Enquanto está cega, ela vaga pelas ruas de Braavos sob a identidade de "Beth", uma menina pedinte cega, e vai se tornando melhor em sentir as coisas sem a visão, aprendendo a mentir melhor e a identificar mentiras nos outros.[15] Após fazer uma troca-de-pele com um gato de rua que a seguiu até o templo, Arya consegue identificar o Homem Bom como a pessoa que a ataca toda noite sorrateiramente com um bastão e, para surpresa dele, naquela noite o acerta antes. Por esta conquista, ela passa no teste, tem sua visão de volta e recebe sua primeira tarefa de assassinato. Quando ela envenena um vendedor de seguros desonesto sem despertar nenhuma suspeita nem provocar nenhum dano colateral, o Homem Bom lhe dá um manto acólito e a designa para começar seu primeiro aprendizado inserida dentro de um grupo teatral.[16]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

1ª temporada (2011)[editar | editar código-fonte]

Arya acompanha o pai Ned Stark na viagem até Porto Real em que ele será nomeado Mão do Rei do rei Robert Baratheon. Antes da partida, seu irmão Jon Snow lhe dá de presente uma espadim a que ela dá o nome de "Needle". No caminho, enquanto está brincando de esgrima com um cabo de vassoura com o amigo Mycah, o filho do rei, Joffrey Baratheon, ataca Mycah gratuitamente, fazendo com o que a loba de Arya, "Nymeria", ataque e machuque a mão do príncipe. Arya faz a loba fugir e com isso o lobo de sua irmã Sansa, prometida ao príncipe e que viaja junto, é sacrificada. O guarda-costas de Joffrey, Sandor Clegane, apelido "Cão de Caça", persegue e mata Mycah e ganha o ódio de Arya. Em Porto Real, ela tem lições de esgrima com um professor contratado por seu pai, um mestre-espadachim de Braavos, Syrio Forel, que depois a defende e a permite escapar quando o rei Robert morre, Joffrey assume o trono, prende seu pai e quer prendê-la. Ela foge da Fortaleza Vermelha e se disfarça nas ruas de Porto Real como mendiga. Ned é levado a julgamento no Grande Septão de Baelor; ele vê Arya no meio da multidão e avisa o recruta Yoden da Patrulha da Noite da sua presença. Yore impede Arya de assistir a decapitação do pai e a disfarça como menino quando ele e seus amigos recrutas da patrulha seguem em direção ao Norte.[17]

2ª temporada (2012)[editar | editar código-fonte]

Os recrutas são atacados no caminho por homens da Casa Lannister comandados por Ser Amory Lorch, que recebeu ordens de matar um deles, Gendry, filho bastardo do rei morto. "Needle" é confiscada de Arya por um soldado, Polliver, que então a usa para matar Lommy Greenhands, um amigo dela no grupo. Arya e os recrutas são levados para Harrenhal, onde Tywin Lannister a identifica como menina e a usa como sua servente à mesa. Durante o ataque, Arya salvou a vida de três prisioneiros de Lorch e um deles, Jaqen H'ghar, pede a ela que diga três nomes para ele matar, em troca de ter libertado a ele e aos dois amigos; Arya nomeia Ser Lorch e o torturador de presos de Harrenhal, Tickler. Ela não consegue matar Tywin Lannister antes da partida dele mas Jaqen a ajuda a fugir junto com dois dos amigos, Hot Pie e Gendry. Jaqen oferece a Arya ir com ele para Braavos e se juntar à confraria de assassinos Homens Sem Face; ela rejeita mas ele lhe dá uma moeda de ferro que a ajudará a conseguir passagem para Braavos se algum dia desejar.[18]

3ª temporada (2013)[editar | editar código-fonte]

Arya, Gendry e Hot Pie encontram Thoros de Myr, um Sacerdote Vermelho que integra a Irmandade Sem Bandeiras, um grupo de homens enviado anteriormente por Ned para restaurar a ordem nas Terras Fluviais. Levados para a base secreta da Irmandade, lá Arya encontra "Cão de Guarda", aprisionado por eles, e o acusa da morte do amigo Mycah. Ele pede um julgamento de combate e vence o duelo, sendo libertado para a fúria de Arya. Sua fúria aumenta quando a Irmandade vende Gendry para a sacerdotisa Melisandre e ela foge , mas é capturada mais tarde por Sandor que pretende levá-la até a família e exigir um resgate. Quando chegam aos Twins, onde estão sua mãe Catelyn e seu irmão mais velho Robb, entretanto, os dois e seus acompanhantes e soldados do Norte são assassinados numa armadilha de Walder Frey e Roose Bolton, e Arya só consegue escapar da chacina com a ajuda do "Cão de Guarda". Depois do massacre, ela encontra um soldado da Casa Frey se gabando de seu papel na profanação do cadáver de Robb e o esfaqueia até a morte, marcando a primeira vez que ela mata deliberadamente outra pessoa.[19]

4ª temporada (2014)[editar | editar código-fonte]

Arya e Sandor encontram Polliver numa taverna; Arya pede seu espadim de volta e o usa para matar o próprio Polliver em vingança pela morte de Loomis. Eles encontram dois amigos de Jaqen, que ela anteriormente libertou, e mata um deles, Rorge, depois de relembrá-lo que ele a ameaçou de estupro. Sandor a leva para o Vale para pedir resgarte por Arya à tia dela, Lysa Arryn, mas são mandados de volta do Portão de Sangue depois de serem informados que Lysa aparentemente cometeu suicídio. Retornando do portão, eles são abordados por Brienne de Tarth, que jurou à mãe de Arya levá-la de volta em segurança, acompanhada de seu escudeiro Podrick Payne. Desconfiando da dita lealdade de Brienne, Sandor a ataca e começa uma luta que termina com ele gravemente ferido. Arya consegue se esconder de Brienne durante a luta e após a guerreira deixar o lugar procurando-a em vão, Arya volta e pega a prata de Sandor, deixando-o ali para morrer sozinho. Ela então vai para costa onde encontra um capitão de um barco, que a leva para Braavo depois que Arya lhe dá a moeda de ferro.[20]

5ª temporada (2015 )[editar | editar código-fonte]

Arya chega a Braavos e é aceita na Casa do Preto e Branco por um homem com o rosto de Jaqen H'ghar. Após impressionar Jagen com sua capacidade de mentir sem que desconfiem, ao convencer uma menina com uma doença terminal a tomar veneno, ela recebe a missão de matar um vendedor corrupto. Porém, ela é distraída de sua missão quando vê Ser Meryn Trant, o homem que matou seu mestre de esgrima em Porto Real, chegar a Braavos. Assumindo a identidade da garota que ela envenenou, Arya se disfarça como prostituta e se infiltra num bordel onde Trant está e o mata, esfaqueando-o no peito e furando seus olhos. Quando ela volta para a Casa do Preto e Branco, é pega por Jaqen que percebe que ela não se desassociou de sua identidade anterior e portanto usar a identidade de outra pessoa a envenenará. Como resultado, Arya fica cega.[21]

6ª temporada (2016)[editar | editar código-fonte]

Arya é forçada viver a esmolar pelas ruas de Braavos, com sua companheira de confraria e de treinamento "Criança Abandonada" aparecendo para lhe bater com uma vara todo dia. Num momento determinado, Jaqen permite que Arya retorne para a Casa de Preto e Branco e lhe restaura a visão. Ela é incumbida de assassinar uma atriz chamada Lady Crane mas tem uma mudança no coração no último minuto e conta a Crane de uma tentativa de assassinato a ela. A "Criança Abandonada" testemunha esta desobediência e conta a Jaqen, que lhe dá permissão de matar Arya. Sabendo que agora está em perigo, Arya recupera sua espada "Needle" onde a escondera e consegue uma passagem para fora de Braavos, mas é perseguida e leva uma facada da "Criança Abandonada" e escapa por pouco. Lady Crane cuida de seu ferimento mas a mulher reaparece, mata a atriz e persegue Arya. Esta faz a "Criança Abandonada" segui-la até seus aposentos num subsolo de Braavos e apaga a única vela acesa no local. Sua experiência em combater sem visão prevalece e ela mata a "Criança Abandonada". Ela remove a face de sua quase assassina e a prega na Sala das Mil Faces da Casa do Preto e Branco. Depois diz a um impressionado Jaqen H'ghar que o nome dela é Arya Stark e volta para Westeros.[22]

Arya viaja para os Twins, da Casa Frey, onde assume a identidade de uma serva. Ela mata os filhos de Lorde Walder Frey, Black Walder Rivers e Lothar Frey, antes de cozinhá-los numa torta que serve ao patriarca. Depois de revelar seu subterfúgio e sua identidade a Walder, o assassino de sua mãe e de seu irmão, Arya lhe corta a garganta.

7ª temporada (2017)[editar | editar código-fonte]

Assumindo a face e a voz de Walder Frey, Arya reúne os lordes vassalos da Casa Frey para um banquete, onde depois de mandar servir-lhes vinho e fazer um discurso sobre o assassinato covarde e traiçoeiro dos Stark enquanto bebem, retira o rosto falso e vê todos morrerem envenenados pela bebida. Ela então toma o caminho do Sul em seu intento de assassinar Cersei Lannister, agora a Rainha dos Sete Reinos com a extinção da Casa Baratheon. No caminho ela reencontra seu velho amigo Hot Pie numa estalagem, que lhe conta que os Bolton foram expulsos de Winterfell e seu irmão Jon Snow é agora o Rei do Norte; decide então mudar de ideia e voltar para casa. Quando faz uma parada no caminho, é cercada por uma alcatéia e reencontra sua loba-gigante "Nymeria"; o animal, porém, agora cresceu na vida selvagem e ignora seu pedido de voltar para casa com ela. Arya chega a Winterfell, desaparece enganando os guardas que queriam impedir sua entrada e é encontrada pela irmã Sansa na cripta da fortaleza, enquanto admira a estátua do pai. Depois de um primeiro encontro frio, as duas se abraçam emocionadas e Sansa lhe diz que Bran também está ali. As duas vão até o irmão no bosque nevado e Bran lhe diz que sabia que ela ia chegar. Sansa diz a Arya que o irmão agora tem visões. Bran lhe dá a adaga de aço valiriano que lhe foi dada por "Mindinho", a mesma com que alguém tentou matá-lo depois que caiu da torre, anos atrás. Arya desafia Brienne de Tarth para um combate, depois de vê-la treinando e surrando Payne, seu escudeiro. A luta termina empatada, com Brienne com a espada em seu peito e Arya com a adaga no pescoço dela. Impressionada, Brienne quer saber quem ensinou Arya a lutar assim e ela responde que Ninguém. [23]

Arya continua a ter uma relação pouco confortável com a irmã. Quando os lordes do Norte sugerem que ela assuma o controle de Winterfell definitivamente, insatisfeitos por acharem que Jon os abandonou, o que Sansa recusa, Arya lhe diz que no fundo é o que ela quer, mesmo que não admita. Quando Mindinho recebe uma mensagem secreta, ela entra escondida no quarto dele, a descobre num buraco no colchão, a lê e sai sorrateiramente sem perceber que Mindinho observava tudo e era uma armadilha dele para que Arya lesse a mensagem assinada por Sansa, uma antiga mensagem conseguida por Mindinho nos arquivos de Winterfell. Arya confronta Sansa com a mensagem, uma antiga mensagem que ela foi obrigada a escrever por Cersei pedindo o apoio do irmão Robb Stark para o rei Joffrey, então seu noivo, após a morte de Ned, e ela diz que escreveu por ser ainda muito jovem e estar sob ameaça. Sansa discute o caso com "Mindinho", que, fazendo o advogado do diabo, diz que não sabe como Arya conseguiu a carta mas que ela não fará nada contra a irmã. Depois ela vasculha o quarto de Arya e encontra várias máscaras de pessoas; a irmã aparece e as duas tem uma discussão. Com um adaga apontada para Sansa, Arya diz que com aquelas faces ela pode incorporar quem quiser, até a irmã, a "Lady de Winterfell", mas entrega a adaga com o cabo virado para a assustada Sansa e deixa o quarto.

"Mindinho" continua a manipular Sansa contra Arya, sugerindo numa conversa que a irmã poderia matá-la para assumir o título de Lady de Winterfell. Arya é convocada pela irmã para uma reunião formal com ares de julgamento no Grande Salão, onde sansa se encontra com Bran, Mindinho e cercada por lordes e soldados do norte e do Vale. Em pé no meio do salão, Arya pergunta se é aquilo mesmo que a irmã deseja e Sansa responde que é o que precisa ser feito por questões de honra e para defender a família. Então ela lança uma acusação de assassinato e traição, mas ao invés de ser para Arya, ela se refere a "Mindinho". Pego de surpresa, com a cerimônia combinada entre os irmãos cientes finalmente de suas manipulações, Baelish é acusado de diversos crimes, entre eles tramar a morte do pai deles, Ned Stark, ao que Bran confirma por suas visões do passado, e de tentar separar as irmãs Catelyn e Lysa, com o assassinato da mesma no Ninho da Águia, o que ele novamente tenta fazer agora entre ela e Arya. Sem apoio entre os presentes e sem poder confrontar as acusações, ele cai de joelhos e implora o perdão de Sansa e quem diz amar mais do que já amou alguém. Sansa lhe agradece pelas lições que ele ensinou, como a não confiar em ninguém, e assenta para Arya, que o mata cortando-lhe a garganta, os três irmãos Stark atuando como testemunha ocular, juiz e carrasco.[23]

Atriz[editar | editar código-fonte]

Arya Stark é vivida na série de televisão da HBO Game of Thrones pela atriz inglesa Maisie Williams, em seu primeiro papel como atriz profissional.[24] Seu trabalho tem recebido vários elogios da crítica, especialmente na 2ª temporada, quando contracenou com o veterano ator Charles Dance (Tywin Lannister), como sua atendente particular à mesa.[3]

Williams foi indicada para o Primetime Emmy Award de melhor atriz coadjuvante em série dramática em 2016 pelo papel.[25] Ela e o resto do elenco foram indicados para o Screen Actors Guild Award de melhor elenco em série dramática em 2012, 2014, 2015 and 2016.[26]

Referências

  1. «Top 40 'Game of Thrones' Characters, Ranked». Rolling Stone. Jann Wenner. 31 de março de 2014. Consultado em 24 de setembro de 2014. 
  2. «'Game Of Thrones' Star Maisie Williams Talks Show's Head-Rolling Death Shocker». accesshollywood.com. Consultado em 1 de agosto de 2017. 
  3. a b «The Tywin and Arya Show». Rolling Stone magazine. 15 de maio de 2012. Consultado em 19 de maio de 2013. 
  4. «A Game of Thrones: Capítulo 10, Jon II» 
  5. «A Game of Thrones: Capítulo 22, Arya II» 
  6. «A Storm of Swords: Capítulo 3, Arya I» 
  7. Martin, George R. R. (1996). A Game of Thrones. [S.l.: s.n.] ISBN 978-0-553-89784-5 
  8. «A Clash of Kings: Capítulo 14, Arya IV» 
  9. «A Clash of Kings: Capítulo 47, Arya IX» 
  10. «A Storm of Swords: Chapter 13, Arya II» 
  11. «A Storm of Swords: Capítulo 47, Arya IX» 
  12. «A Storm of Swords: Capítulo 74, Arya XIII» 
  13. «A Feast for Crows: Chapter 6, Arya I» 
  14. «A Feast for Crows: Capítulo 34, Arya III (Cat of the Canals)» 
  15. «A Dance with Dragons: Capítulo 45, Arya I (The Blind Girl)» 
  16. «A Dance with Dragons: Capítulo 64, Arya II (The Ugly Little Girl)» 
  17. «Game of Thrones Season 1». HBO. Consultado em 1 de agosto de 2017. 
  18. «Game of Thrones Season 2». HBO. Consultado em 1 de agosto de 2017. 
  19. «Game of Thrones Season 3». HBO. Consultado em 1 de agosto de 2017. 
  20. «Game of Thrones Season 4». HBO. Consultado em 1 de agosto de 2017. 
  21. «Game of Thrones Season 5». HBO. Consultado em 1 de agosto de 2017. 
  22. «Game of Thrones Season 6». HBO. Consultado em 1 de agosto de 2017. 
  23. a b «Game of Thrones Season 7». HBO. Consultado em 1 de agosto de 2017. 
  24. «Game of Thrones: Cast & Crew». HBO. Consultado em 6 de junho de 2012. 
  25. Rice, Lynette (14 de julho de 2016). «Emmy nominations 2016: See the full list». Entertainment Weekly. Consultado em 14 de julho de 2016. 
  26. «AWARDS». .sagawards.org. Consultado em 1 de agosto de 2017.