Bofete

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bofete
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Bofete
Bandeira
Brasão de armas de Bofete
Brasão de armas
Hino
Gentílico bofetense
Localização
Localização de Bofete em São Paulo
Localização de Bofete em São Paulo
Mapa de Bofete
Coordenadas 23° 06' 07" S 48° 15' 28" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Botucatu, Anhembi, Conchas, Porangaba, Torre de Pedra, Guareí, Angatuba, Itatinga e Pardinho
Distância até a capital 192 km
História
Fundação 21 de dezembro de 1879 (140 anos)
Aniversário 21 de abril
Administração
Prefeito(a) Osvaldo Angelo Alves (PSDB, 2019-2020)
Características geográficas
Área total [1] 653,360 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 9 282 hab.
Densidade 14,2 hab./km²
Clima tropical de altitude
Altitude 576 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [3]) 0,791 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 108 759,208 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 11 829,37
Website www.bofete.sp.gov.br (Prefeitura)

Bofete é um município brasileiro do interior do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 23º06'08" Sul e a uma longitude 48º15'28" Oeste, estando a uma altitude de 576 metros. Sua população estimada em 2010 era de 9618 habitantes. O município é formado pela sede e pelo distrito de São Roque Novo[5][6].

História[editar | editar código-fonte]

Os mineiros Vicente Ferreira da Costa, Félix Hilário e João Antônio Gonçalves foram os fundadores do município. Em 1847, o local ficou conhecido como "Patrimônio de Nossa Senhora da Piedade", no mesmo ano foi construída uma igreja com terras doadas por Vicente Costa. Em 21 de abril de 1880 foi criada a vila. A fundação da cidade foi atribuída aos mineiros Vicente Ferreira da Costa, Félix Hilário e João Antônio Gonçalves, que se fixaram no lugar chamado Samambaia.

O nome do município se origina do fato de um grupo de tropeiros usar uma gruta na região para se abrigarem e armazenarem mantimentos. Este local recebeu o nome de "Bufete", ligado à ideia de abundância e acabou se tornando Bofete mais tarde, também estendendo-se a todo município. O nome foi oficializado em 21 de dezembro de 1921.


A origem do nome[editar | editar código-fonte]

O nome da cidade "Bofete" é por conta de um morro que se encontra no município. Segundo saberes populares, o morro possui uma pequena câmara escavada na rocha, onde os tropeiros que viajavam de Minas Gerais ao Paraná costumavam guardar alimentos não perecíveis e água fresca para os colegas que utilizassem a mesma rota. Entre seringueiros e garimpeiros, popularizou-se o nome de "Morro do Buffet", que, em francês, quer dizer, literalmente, "aparador de comida". A denominação foi abrasileirada para Bofete e acabou se impondo ao pequeno vilarejo, que até ali se chamava "Samambaia", "Freguesia do Rio Bonito" e "Bofete" que pertenceu, sucessivamente, a Botucatu e Tatuí, até se emancipar como vila.[7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área de 653,36 km².

A cidade possui formações geomorfológicas, como "O Gigante Adormecido", presente na bandeira da cidade, e também as "Três Pedras", que, segundo uma lenda urbana, jesuítas da Fazenda Botucatu protegerem-protegiam-se de ataques indígenas e teriam escondido tesouros, posteriormente roubados pelos bandeirantes.[7]

Hidrografia[8][editar | editar código-fonte]


Clima[editar | editar código-fonte]

Clima mesotérmico úmido com inverno seco.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População Total: 7.356

(Fonte: IPEADATA)


Rodovias[editar | editar código-fonte]


Economia[editar | editar código-fonte]

A cidade não possui destaque em um setor econômico específico por ser diverso, abrangendo em Silvicultura, Cultivo de Laranja, Agropecuária, Integração de Aves e Loteamentos para chácaras de veraneio, além do turismo.[8]

Futebol[editar | editar código-fonte]

Bofete tem uma grande tradição no futebol, tendo revelado jogadores que atuaram e ainda atuam em equipes profissionais, como também membros de equipe de arbitragem atuante no futebol profissional.

No futebol amador, também algumas equipes merecem destaque no cenário futebolístico da cidade, dentre delas a Associação Esportiva Independente, Clube Atlético Bofetense, Carro Velho FC (equipe de veteranos) e a equipe Pantera Cor-de-Rosa, formada por jovens amigos em meados dos anos 2000 que se sagrou bi-campeã municipal batendo as equipes tradicionais da região


Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[9], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[10], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[11] para suas operações de telefonia fixa.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  6. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  7. a b «Prefeitura de Bofete». Consultado em 5 de maio de 2020 
  8. a b «Turismo de Bofete». Consultado em 5 de maio de 2020 
  9. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  10. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  11. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]