Itatinga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Itatinga
  Município do Brasil  
Vista geral
Vista geral
Símbolos
Bandeira de Itatinga
Bandeira
Brasão de armas de Itatinga
[[Brasão|Brasão de armas]]
Hino
Apelido(s) "Presépio da serra"
Gentílico itatinguense
Localização
Localização de Itatinga em São Paulo
Localização de Itatinga em São Paulo
Itatinga está localizado em: Brasil
Itatinga
Localização de Itatinga no Brasil
Mapa de Itatinga
Coordenadas 23° 06' 07" S 48° 36' 57" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Botucatu, Pardinho, Bofete, Avaré, Angatuba e Paranapanema
Mapa
Distância até a capital 221 km
História
Fundação 24 de julho de 1896 (123 anos)
Aniversário 24 de julho
Administração
Distritos
Prefeito(a) João Bosco Borges (DEM, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 979,872 km²
População total (Censo IBGE/2014[2]) 24 752 hab.
Densidade 25,26 hab./km²
Clima Tropical de altitude (Cwb)
Altitude 845 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [3]) 0,799 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 179 462,151 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 9 565,70
Outras informações
Padroeiro(a) São João Batista

Itatinga é um município do estado de São Paulo, no Brasil. Localiza-se a uma latitude 23º06'06" sul e a uma longitude 48º36'57" oeste, estando a uma altitude de 845 metros. Sua população estimada em 2017 era de 24 752 habitantes. O município é formado pela sede e pelo distrito de Lobo[5][6].

Toponímia[editar | editar código-fonte]

"Itatinga" é um termo tupi antigo que significa "pedra branca", a partir da composição dos termos itá ("pedra"), ting ("branca") e a (sufixo nominal).[7]

História[editar | editar código-fonte]

Antônio Francisco da Silva e José Pinto de Oliveira, em 1881, ergueram, em terras pertencentes à fazenda São João, um cruzeiro. Em 1884, os senhores José Pinto de Oliveira, Antônio Francisco da Silva, major João Pinto de Araújo Novaes, Antônio Cocco e Jacintho Nunes erigiram, no local, a capela de São João de Itatinga, onde, hoje, se encontra a igreja matriz.

Em 1891, por lei estadual do dia 1 de abril, foi criado o distrito de paz de São João de Itatinga. Em 24 de julho de 1896, pela Lei nº 415, foi elevada à categoria de município, emancipando-se do município de Avaré. Em 1914, foi completada a ligação por estrada de ferro com a Estrada de Ferro Sorocabana. Em 1938, o nome do município foi reduzido para, simplesmente, "Itatinga".[8]

Em 1954, coroando o sonho do abade dom Afonso Heum, foi inaugurada a Abadia cisterciense de Nossa Senhora da Assunção, vinda da Alemanha para Itatinga. Um monastério sob a proteção de São Bernardo onde os monges praticam a caridade e fazem votos de pobreza.

Igreja Matriz de São João Batista

Geografia[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

  • Empresa de Ônibus Osastur
  • Empresa Anatur
  • Empresa Vale do Sol
  • Rápido Campinas

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Limites do município[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2012

População total: 23 342

(Fonte: IPEADATA)

Etnias[editar | editar código-fonte]

Cor/Raça Percentagem
Branca 79,8%
Preta 2,3%
Parda 17,8%
Amarela 0,1%

Fonte: Censo 2000

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[9], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[10], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[11] para suas operações de telefonia fixa.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2014». Censo Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 28 de janeiro de 2015 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  6. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  7. NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigo: a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 576.
  8. IBGE. Disponível em http://cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?codmun=352350. Acesso em 31 de janeiro de 2017.
  9. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  10. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  11. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Galeria de fotos[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]