Brasão de armas do Território Antártico Britânico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Brasão de armas do Território Britânico da Antárctica

O Brasão de Armas do Território Britânico da Antártica foi inicialmente concedido em 1952, quando o território era ainda uma dependência das ilhas Falkland (juntamente com a Geórgia do Sul e as Ilhas Sandwich do Sul).

As armas são compostas por um escudo com uma tocha flamejante sobre um fundo ondulado representando o mar. Dos apoiadores é um leão dourado, representando o Reino Unido.O outro apoiador é um pinguim imperador, representando a vida selvagem nativa no território.

O leão fica sobre uma chão coberto de grama, enquanto o pinguim fica em uma placa de gelo. O brasão é uma representação da RRS Discovery, o navio de investigação utilizado por Robert Falcon Scott, Ernest Shackleton em sua primeira viagem à Antártica.O lema é Research e Discovery, refletindo os objectivos do British Antarctic Survey.

O Brasão de Armas aparecem na Bandeira do Território Britânico da Antártica.

Ícone de esboço Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.