British Antarctic Survey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

British Antarctic Survey (BAS) é o responsável pelos assuntos relativos aos interesses do Reino Unido na Antártica e encontra-se baseado em Cambridge. O BAS faz parte do Natural Environment Research Council e emprega 450 pessoas. Opera cinco estações de pesquisa na Antártica em conjunto com cinco aeronaves, colaborando em investigações conjuntas com mais de 40 universidades do Reino Unido.

Atualmente, o órgão científico é um dos que produzem o maior volume de pesquisa científica dentre os países que possuem base na Antártida[1][2][3], recebendo um orçamento anual de mais de quarenta milhões de libras esterlinas[4], destinado ao custeio de equipamentos para pesquisa e à manutenção das cinco bases operacionais.[5][2] Uma das descobertas científicas mais notáveis realizadas pelas bases britânicas foi a da ocorrência de rarefação da camada de ozônio na região polar, mais conhecida como o "buraco na camada de ozônio".[4] Além disso, têm-se conduzido muitos estudos sobre o aquecimento global e o derretimento do gelo polar.[4][5][3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]