SS Southern Cross (1886)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SS Southern Cross
Southern Cross (1898)
Carreira
Lançamento 1886
Fatalidade perdido no mar em 1914
Características gerais
Deslocamento 521 t
Comprimento 44,7 m
Boca 9,3 m
Propulsão Velas (três mastros) e motor (360 cv)

SS Southern Cross [nota 1] foi um veleiro norueguês do tipo escuna foi utilizado como navio baleeiro que operava principalmente na Noruega, Terra Nova e Labrador. Foi nomeado inicialmente como Pollux.

Expedição Southern Cross[editar | editar código-fonte]

A embarcação foi adaptada e transformada para servir como meio de transporte em expedições polares. A embarcação foi utilizada na expedição conhecida como Expedição Southern Cross.

O navio foi perdido no mar quando voltava da caça às focas em 31 de março de 1914, matando todos os 174 homens a bordo na mesma tempestade que matou 78 tripulantes do SS Newfoundland.[1]

Notas

  1. SS identificam navios movidos a vapor, do inglês: steam ships.

Referências

  1. Jenny Higgins (2007). The 1914 Sealing Disaster (em inglês). Newfoundland and Labrador Heritage. Página visitada em 24 de agosto de 2012.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Shannon Ryan (1994).The Ice Hunters: A History of Newfoundland Sealing to 1914. Breakwater Books Ltd. ISBN 1-55081-095-2.
  • Cassie Brown (1972). Death on the Ice; the great Newfoundland sealing disaster of 1914. Doubleday. ISBN 0-385-25179-3.
  • Paine, Lincoln P. (2000). Ships of discovery and exploration. Mariner Books, New York. ISBN 0-395-98415-7.
  • Vogt, David (2008). Vår glemte polarhelt - Carsten Borchgrevink og Southern Cross-ekspedisjonen 1898–1900. Aschehoug, Oslo. ISBN 978-82-03-29138-8.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre SS Southern Cross (1886)


Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.