Pyotr Shirshov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Pyotr Shirshov
Nascimento 25 de dezembro de 1905
Dnipropetrovsk, Império Russo
Morte 17 de fevereiro de 1953 (47 anos)
Moscovo
Sepultamento Cemitério Novodevichy
Alma mater Universidade Nacional de Odessa
Ocupação zoólogo, explorador, biólogo marinho
Prêmios Ordem de Lenin, Herói da União Soviética, Ordem da Bandeira Vermelha do Trabalho, Ordem da Estrela Vermelha, Ordem da Insígnia de Honra, Medalha de "Mérito de Trabalho da Grande Guerra Patriótica 1941-1945"

Pyotr Petrovich Shirshov (em russo: Пётр Петрович Ширшов) (25 de dezembro de 1905 (V.E. 12 de dezembro), Ekaterinoslav - 17 de fevereiro de 1953, Moscou) foi um oceanógrafo soviético, hidrobiólogo, explorador polar, estadista, acadêmico (1939), e herói da União Soviética (1938).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pyotr Shirshov se graduou no Instituto de Educação Pública em 1929. Em 1929-1932, foi um pesquisador no Jardim Botânico da Academia Soviética de Ciências. Em 1932-1936, Pyotr Shirshov foi empregado como pesquisador no Instituto Ártico Toda-União. Participou em numerosas expedições do Ártico, incluindo as dos quebradores de gelo Sibiryakov (1932) e do Chelyuskin e na estação de gelo flutuante Pólo Norte-1 (1937-1938). Em 1942-1948, Pyotr Shirshov foi Comissário do povo (mais tarde Ministro) da Frota Marítima Soviética. Em 1946-1953, liderou o Instituto de Oceanologia da Academia Soviética de Ciências, que tinha fundado. Em 1946-1950, Pyotr Shirshov ocupou uma vaga no Comitê de Ciência do Oceano Pacífico.

Pyotr Shirshov foi autor de numerosos trabalhos lidando com pesquisa sobre plâncton em zonas polares. É conhecido por ter demonstrado a falácia da hipótese de que não havia vida em altas latitudes do Oceano Ártico. Pyotr Shirshov foi premiado com três ordens de Lênin, quatro outras ordens e várias medalhas. Uma baía na Terra de Franz Josef, uma cordilheira subaquática no Mar de Bering e o Instituto de Oceanologia Shirshov levam o nome de Pyotr Shirshov.