Brasfoot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brasfoot

Tela de abertura do Brasfoot 2011
Gênero(s) Esporte, Simulação, Estratégia
Publicadora(s) Mosaico Gestao da Informacao Ltda
Distribuidora(s) SiliconAction[1]
Criador(es) Juquinha Santos
Primeiro título Brasfoot 2003
2003
Último título Brasfoot 2017
2017
http://www.brasfoot.com
http://www.brasfoot.com.br
Portal Portal de jogos eletrônicos

Brasfoot é uma série de jogos de gerenciamento de clubes de futebol (manager) para Windows, criada por Emmanuel dos Santos, distribuída pela SiliconAction[1] e lançada inicialmente em 2003. Baseado no similar português Elifoot, porém com maior jogabilidade[2][3], a versão mais atual do Brasfoot é o Brasfoot 2017[2][4]. O jogo é o primeiro de seu gênero no Brasil, sendo considerado o mais bem sucedido devido a sua simplicidade[2]. O jogador tem como objetivo é tornar-se o melhor dos treinadores, alternando-se na administração tática e financeira de sua equipe.

Características[editar | editar código-fonte]

É possível jogar campeonatos nacionais e copa nacional , campeonatos internacionais, estaduais (só no Brasil) e jogos com seleções. Se ele tiver bons resultados, pode ser chamado por equipes melhores, se não, corre o risco de ser demitido e ter que treinar clubes mais fracos.[5]

Como treinador, é possível escalar os jogadores, formular táticas e improvisar as posições dos jogadores. O treinador é o responsável pelas finanças do clube onde treina, podendo negociar os direitos e salário dos jogadores, controlar o preço dos ingressos e ampliar o estádio.[2]

Cada futebolista tem um valor para sua força, que tende a diminuir conforme ele envelheça, e até duas características, entre dez possíveis, nas quais ele se destaca mais.[2] Aquele que for artilheiro em alguns campeonatos proporciona uma premiação para seu time.[2]

O Brasfoot possui um editor de times que permite fazer diversas alterações, deleções e adições de equipes e jogadores.[2]

Nas versões demo, o treinador começa na quarta divisão e que disputa apenas a copa e o campeonato nacionais do Brasil ou da Espanha. A versão não paga também restringe o improviso de jogadores dentro de seu setor.[2]

 Recepção do Brasfoot
Resenha crítica
Publicação Nota
Info Online[5] 7,2/10
Pontuação global
Publicação Nota média
Baixaki[2] 4,5/5

Brasfoot 2010[editar | editar código-fonte]

A oitava versão do jogo, Brasfoot 2010, foi lançada dia 23 de fevereiro de 2010. Nesta edição, o time pode ser escalado posicionando os jogadores diretamente num gramado. Para tal, a inteligência artificial do jogo foi reformulada.[1]

Brasfoot 2011[editar | editar código-fonte]

Foram adicionadas à versão de 2011 do jogo a Recopa Sul-Americana e a Supercopa Europeia. Os valores de salários e a renovação de contratos dos jogadores passaram por mudanças. Nesta versão, também aparecem os uniformes oficiais dos clubes que disputam as série A e B no Brasil e e divisões espanholas.[2]

Brasfoot 2012[editar | editar código-fonte]

Algumas da novidades confirmadas nessa edição são:

Brasfoot 2013[editar | editar código-fonte]

O Brasfoot 2013 foi lançado no dia 26 de Março de 2013, tendo como novidades:

  • Mudanças no Editor de Equipe (possibilidade de realizar buscas por jogadores, exibir equipes sem escudos e/ou sem camisas, entre outras)
  • Copa do Brasil com 64 times
  • Disputa da Libertadores e da Liga dos Campeões já na primeira temporada

Brasfoot 2014[editar | editar código-fonte]

Brasfoot 2015[editar | editar código-fonte]

  • O Brasfoot 2015 foi lançado no dia 8 de março de 2015
  • Nesta versão temos uma modificação nos campeonatos estaduais, podendo ser jogados em modos reais, além disso é possível configurar o estilo do campeonato (com grupos, pontos corridos e mata-mata, número de times nos estaduais etc.)
  • Também foi adicionada a tão sonhada Categoria de Base (Sub-21), os jogadores podem ser promovidos quando quiser, podemos testa-los em amistosos, e contratar juniores de outros clubes. Os principais times iniciam com o elenco real de juniores.
  • Mudanças no design (tornando mais moderno).
  • Nas finanças, foi adicionado o sócio torcedor. O valor varia de acordo com a divisão e a reputação do clube.

Brasfoot 2016[editar | editar código-fonte]

  • Possibilidade de editar campeonatos nacionais e estaduais.
  • Ser treinador de seleção podendo realizar amistosos e escalar seus jogadores a hora que quiser.
  • Copa do Brasil com 128 times.
  • Foi removido o modo fantasia.
  • Removido suporte para monitores com resolução de tela inferior a 1024x768.
  • Ranking único de equipes, e baseado no da CBF.
  • Design novo para o editor de equipes.
  • Opção 'Top Mundial' para os jogadores famosos (Ex: Messi e Cristiano Ronaldo).
  • Ícones novos.
  • Ícones de camisas brancas para times que não possuem camisas no jogo.
  • Pré-Libertadores e Pré-Liga dos Campeões da Europa, possibilitando maior vaga de times em cada torneio.
  • Em competições internacionais, os times ganharão premios a cada rodada que vencerem no mata-mata.
  • O campeão da Sulamericana terá vaga na Libertadores do ano seguinte. Assim como o campeão da Liga Europa terá vaga na fase de grupos da Champions League.

Brasfoot 2017[editar | editar código-fonte]

Novidades[editar | editar código-fonte]

  • Eliminatórias com formatos reais da Europa e América do Sul para Copa do Mundo.
  • Sendo possível organizar amistosos com as Seleções durante a Temporada.
  • Convocar jogadores a qualquer momento para realização de amistosos.
  • Adequações na Libertadores. Nova rodada da fase preliminar e exclusão dos times mexicanos, Campeão da Sul-Americana com vaga direta na fase de grupos.
  • Expansão do número de times da Liga dos Campeões com nova rodada da Fase Preliminar.
  • Vários bugs corrigidos (como o que deixava de classificar alguns times bem posicionados na serie D, problemas ao salvar etc,)
  • Além dessas várias outras pequenas mudanças foram feitas em todo o jogo.

Ligas (Incluindo Patches)[editar | editar código-fonte]

  • Brasil
  • Brasil 2
  • Espanha
  • Portugal
  • Inglaterra
  • Alemanha
  • Turquia
  • Grécia
  • Itália
  • Áustria
  • Suíça
  • Finlândia
  • Romênia
  • França
  • Holanda
  • País de Gales
  • Argentina
  • Uruguai
  • Paraguai
  • Japão
  • China
  • Índia
  • Bósnia
  • Letônia
  • Lituânia
  • Estônia
  • Rússia
  • Armênia
  • Hungria
  • Ucrânia
  • Bélgica
  • Irlanda
  • Escócia
  • Cabo Verde
  • Camarões
  • Angola
  • Moçambique
  • Marrocos
  • Argélia
  • Egito
  • Nigéria
  • EUA
  • Canadá
  • México
  • Guatemala
  • Jamaica
  • Gana
  • Chipre
  • Islândia
  • Croácia
  • Eslovênia
  • Eslováquia
  • Dinamarca
  • Sérvia
  • Noruega
  • Suécia
  • Macedônia
  • Polônia
  • Luxemburgo
  • Cazaquistão
  • Azerbaijão
  • Chile
  • Equador
  • Nepal
  • Austrália
  • Nova Zelândia
  • Coreia do Norte
  • Coreia do Sul
  • Paquistão

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Simulador de técnico "BrasFoot 2010" vem no dia 23». UOL Jogos. 19 de fevereiro de 2010. Consultado em 22 de fevereiro de 2010 
  2. a b c d e f g h i j «Brasfoot». Baixaki. 16 de fevereiro de 2011. Consultado em 17 de fevereiro de 2011 
  3. CHAVES, Lincoln (29 de novembro de 2009). «Simples, histórico, tradicional». Trivela. Consultado em 31 de janeiro de 2010 
  4. «Brasfoot 2017 Grátis jogos». 2 de novembro de 2017. Consultado em 20 de agosto de 2017 
  5. a b BARRIENTOS, Gustavo (25 de junho de 2009). «Brasfoot 2009». Info Online. Consultado em 19 de novembro de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]