Cazas de Cazuza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Cazas de Cazuza
Direção Rodrigo Pitta
Música Cazuza
Personagens Justo (Jay Vaquer), Deco (Lulo Scroback), Bete Balanço (Débora Reis), Mia (Vanessa Gerbelli), Enrico (Fernando Prata), Ernesto (Bukassa Kabengele), Vera (Rosana Pereira)

Cazas de Cazuza foi um musical que exaltou a obra e biografia de um dos maiores poetas da música popular brasileira - Cazuza. A ópera-rock, escrita e dirigida por Rodrigo Pitta, com direção musical e arranjos de Daniel Salve, estreou no dia 3 de fevereiro de 2000 no Tom Brasil em São Paulo[1] e deflagrou a febre por musicais no Brasil.[2] Depois de uma curta temporada em São Paulo, o musical seguiu para o Rio, onde estreou no dia 16 de março daquele ano, no Canecão.[1]

O espetáculo (cuja trilha sonora foi lançada pela Som Livre), teve em seu elenco Jay Vaquer, Lulo, Débora Reis, Bukassa Kabengele, Tatiana Parra, Vanessa Gerbelli, entre outros.[3]

Sucesso de de crítica e público,[4] o musical levou mais de 300 mil pessoas ao teatro naquele ano,[5] e foi apoiado pela "Lei de Incentivo à Cultura".[6]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O musical remonta a vida de Cazuza por meio de suas próprias canções. Os personagens das letras do compositor se encontram no espetáculo.

O enredo usa um hipotético prédio de apartamentos do Baixo Leblon, na zona sul do Rio, como metáfora existencial. Nele, sete personagens vivem alegrias e tristezas, derrotas e conquistas.[7] As músicas de Cazuza são usadas neste musical para contar as vidas destes personagens.

Os personagens em questão são: o produtor de cinema homossexual Justo (Jay Vaquer), que divide apartamento e se apaixona, sem ser correspondido, pelo bon vivant machista e drogado Deco (Lulo Scroback); a estrela emergente Bete Balanço (Débora Reis); a jornalista Mia (Vanessa Gerbelli), que acumula funções num jornal popular e que vive uma crise conjugal com o marido desempregado, o poeta Enrico (Fernando Prata). Ele, por sua vez, sofre com o amor "shakespeariano" que alimenta pelo vizinho Justo, sua grande inspiração poética.[7]

Há, ainda, o síndico conservador Ernesto (Bukassa Kabengele) e sua mulher Vera (Rosana Pereira), ambos marcados profundamente pela morte do filho.[8][9]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Folha de São Paulo 4 de 5 estrelas.[10]

Nelson de Sá, do jornal Folha de S.Paulo, deu nota 4 (de 5) para o musical, dizendo: ""Cazas" é um espetáculo de cor nacional, de um Brasil oprimido de cidade grande. (...) Impressiona a fusão alcançada entre as letras e a trama, mas, sobretudo, é de fazer inveja a elevada qualidade dos números musicais, com uma direção profissional, precisa, o que é incomum no teatro musical recente. Problemas, contudo, podem ser identificados em diversos planos. O segundo ato não se desenvolve com a justeza do primeiro: há cenas mal resolvidas, algumas desnecessárias, e o ato consegue ser o mais longo -ainda construindo a situação, quando já deveria partir para a sua solução. De volta ao que "Cazas de Cazuza" tem de melhor, Jay Vaquer e Débora Reis são intérpretes plenos de musical, com domínio tanto vocal como da atuação, e Lulo Scrobak, em sua estreia profissional, insinuou um artista maior."[10]

Créditos[editar | editar código-fonte]

  • Direção - Rodrigo Pitta
  • Diretor Musical - Daniel Ribeiro
  • Diretora Assistente - Rosana Pereira
  • Coreógrafo - Sandro Borelli
  • Diretor de Produção - Andréa Pitta e Cinthia Pedreschi
  • Iluminação - Caetano Vilela
  • Cenário - Paola Scartezini
  • Guarda-roupa - Paola Scartezini e Elaine Azevedo

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Papel
Jay Vaquer Justo
Lulo Scroback Deco
Débora Reis Bete Balanço
Fernando Prata Enrico
Vanessa Gerbelli Mia
Rosana Pereira Vera
Bukassa Kabengele Ernesto
Marcelo Góes
Daniela Cury
Wagner Emmy
Nayma Ferreira
Tatiana Parra
Ivan Parente
Mariana Elisabetsky
Tchello Palma
Ana Torres

Álbum[editar | editar código-fonte]

Cazas de Cazuza - A Ópera Rock
Álbum de estúdio de Vários Artistas
Lançamento 2000
Gravação 2000
Gênero(s) Pop/Rock, Rock
Idioma(s) Português (Brasil)
Formato(s) CD
Gravadora(s) JAM Music
Produção Jane Duboc[1]

O sucesso do musical foi tanto, que ele acabou convertido para o formato digital e lançado em CD, com o nome Cazas de Cazuza - A Ópera Rock[7][11]

Faixas do CD[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Abertura"     
2. "Um Trem Para as Estrelas"  Cazuza, Gilberto Gil  
3. "Todo o amor que houver nesta vida"  Roberto Frejat, Cazuza  
4. "Completamente blue"
"Pro dia nascer feliz"
"Livros"  
Roberto Frejat, Cazuza
Cazuza, Rogério Meanda, Nilo Romero, George Israel
Caetano Veloso
 
5. "Certo dia na cidade"  Guto Goffi, Maurício Barros, Cazuza  
6. "Vida fácil"  Roberto Frejat, Cazuza  
7. "Anoitece (vocal incidental)"     
8. "Preciso dizer que te amo"  , Cazuza, Bebel Gilberto  
9. "O tempo não pára"  Arnaldo Brandão, Cazuza  
10. "Bete Balanço Mix":
* "Bete Balanço"
* "Maior abandonado"
* "Vida louca vida"  

Roberto Frejat, Cazuza
Roberto Frejat, Cazuza
Lobão, Bernardo Vilhena
 
11. "Cobaias de Deus"
"Mal nenhum"  
Ângela Rô Rô, Cazuza
Cazuza, Lobão
 
12. "Brasil"  George Israel, Nilo Romero, Cazuza  
13. "Posando de star"  Cazuza  
14. "Bruma"  Arnaldo Brandão, Cazuza  
15. "Blues da piedade"
"Pro dia nascer feliz"  
Roberto Frejat, Cazuza
Roberto Frejat, Cazuza
 
16. "Obrigado (por ter se mandado)"
"O quereres"  
Zé Luiz, Cazuza
Caetano Veloso
 
17. "Ideologia"
"Poema Confessional"  
Roberto Frejat, Cazuza
Cazuza
 
18. "Malandragem"  Roberto Frejat, Cazuza  
19. "Completamente blue"  George Israel, Rogério Meanda, Nilo Romero, Cazuza  
20. "Codinome Beija-flor"  Ezequiel Neves, Cazuza, Reinaldo Árias  
21. "Finale":
* "O tempo não pára"
* "Pro dia nascer feliz"
* "Um trem para as estrelas"  

Cazuza - Gilberto Gil
Roberto Frejat, Cazuza
Cazuza, Arnaldo Brandão
 

Referências

  1. a b c folha.uol.com.br/ Musical defende inovação via Cazuza
  2. cliquemusic.uol.com.br/ Cazas de Cazuza volta a São Paulo
  3. lastfm.com.br/ Elenco Cazas de Cazuza
  4. whiplash.net/ Pop-Rock nacional em show no Tom Brasil
  5. glamurama.uol.com.br/ Peça “Cazas de Cazuza” vai ganhar remontagem em 2010
  6. audiograma.com.br/ Interrogatório Jay Vaquer
  7. a b c cultura.estadao.com.br/ Ópera-rock "Cazas de Cazuza" volta a SP
  8. uol.com.br/ A Rock-Opera to Cazuza (em inglês)
  9. Isto É! Gente Geração Z - Quem são os talentos televisivos e musicais nascidos da peça Cazas de Cazuza, que inicia turnê nacional
  10. a b folha.uol.com.br/ "Cazas de Cazuza" é espetáculo de cor nacional
  11. cliquemusic.uol.com.br/ Cazas de Cazuza - A Ópera Rock - JAM Music (2000)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Vários artistas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.