George Israel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
George Israel
Informação geral
Nome completo George Alberto Heilborn Israel
Nascimento 16 de maio de 1960 (57 anos)
Origem Rio de Janeiro
País  Brasil
Gênero(s) Rock brasileiro
Pop rock
musica eletronica
Instrumento(s) Saxofone
Violão<br
Período em atividade 1981 - atualmente
Outras ocupações Músico
Instrumentista
Compositor
Cantor
Afiliação(ões) Kid Abelha<br /Os Britos
Página oficial http://www.georgeisrael.com.br/

George Alberto Heilborn Israel (Rio de Janeiro, 16 de maio de 1960) é um compositor, guitarrista e saxofonista brasileiro, membro da banda Kid Abelha.

Biografia[editar | editar código-fonte]

George é membro do Kid Abelha desde sua formação em 1981 e mantém carreira solo paralelamente desde 2007. Como autor, tem com a parceira Paula Toller 80 canções gravadas. Com Cazuza, são 18 canções. Junto com Paula Toller e Bruno Fortunato gravou 15 discos com o Kid Abelha, sendo o Acústico MTV um dos que co-produziu.

Desde 2007 dedica-se também à carreira individual,[1] na qual lançou três discos:

Neles canta e apresenta suas músicas inéditas, aparecendo também como letrista em canções como "Por trás desses olhos verdes" e "Curados ao sol de Copacabana". Parcerias com Leoni, Arnaldo Antunes, Alvin L, Marcelo Camelo, Dulce Quental foram gravadas. Alguns dos que participaram dos CDs; Os Paralamas do Sucesso, Sérgio Dias (Mutantes), Lulu Santos, Jorge Mautner e Bruno Fortunato.

Atualmente[quando?] em turnê solo com mais de 200 apresentações fez entre outros shows o Réveillon da praia no Rio em 2009, o Canecão, temporadas no Rio de Janeiro e São Paulo, vários Festivais de Inverno como o Leblon Jazz Festival, Itabira, Guapimirim, cidades de Minas Gerais e do estado do Rio de Janeiro. Lançou seu CD também em Belo Horizonte, Fortaleza, Uberlândia, Natal, Vitória, Teresina, Itaipava.

Na banda que o acompanha estão Guto Goffi (Barão Vermelho) na bateria, Odeid no baixo, Gê Fonseca nos teclados e Rene Rossano na guitarra. Seus filhos Leonardo Israel (bateria) e Frederico Israel (baixo) marcam presença em participações especiais.[2]

Os Roncadores trio de sax que mantém junto com Rodrigo Sha e Gustavo Contreras se apresentou no Rock in Rio[qual?] em setembro no Rock Street. Criado em 2006, tem intensificado suas apresentações performáticas em 2011 junto com percussionistas e DJs convidados. Participaram duas vezes do Festival Back to Black, do Rio Cena Contemporânea e do Festival Leblon Jazz entre outros.

Incursões na música eletrônica, tem sido feitas com Sollar; projeto com o DJ Memê. Juntos participaram nesse último ano[quando?] de grandes festivais como MOB, uma das maiores festas do mundo em alto mar, do festival Helvetia e tocaram nos grandes clubs por todo Brasil. Também é residente da boate BOOX em IPANEMA onde já se apresentou solando seu sax com DJs por mais de 100 vezes.

Como produtor, gravou Triângulo das Bermudas, um tributo aos Mutantes, em 1997. Gilberto Gil, Tom Zé, Barão Vermelho, Planet Hemp e Ney Matogrosso estão entre os artistas que participaram do CD.

Tem com Os Britos, banda formada em 1994, um CD/DVD gravado em Liverpool, Londres e Rio de Janeiro no ano de 2006. Junto com Guto Goffi, Rodrigo Santos e Nani Dias tocam músicas dos Beatles[2] no espírito Cavern Club; e tem composições próprias.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Kid Abelha[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Kid Abelha (Discografia)

Solo[editar | editar código-fonte]

CDs solo
Gravações com outros artistas
Composições de George Israel gravadas gravadas por outros artistas
  • "Brasil": Cazuza, Gal Costa, Cassia Eller, Elza Soares, Marcelo D2
  • Barao Vermelho: "Rock do Cachorro Morto" e "Amor, Amor"
  • Leoni: "Lágrimas e chuva", "Alguém como eu e você"; "Noite Perfeita", "Alguém me espera lá dentro", "Se não agora quando"
  • Herbert Vianna: "A Palavra Certa"
  • Daude: "O Pensador"
  • Toni Garrido: "Trevo de Quatro Folhas"

Referências

  1. http://tribunadonorte.com.br/news.php?not_id=265296 Tribuna do Norte. Acesso em 13/01/2014.
  2. a b Essinger, Silvio (10 de fevereiro de 2013). «Astros do rock brasileiro dos anos 80 acompanham os herdeiros em sua entrada na música». O Globo. Grupo Globo. Consultado em 7 de setembro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]