Cinespaço

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cinespaço
Razão social Circuito Espaço de Cinema Ltda.
Tipo Sociedade limitada
Indústria Cinematográfica
Fundação 1993 (24 anos)
Sede Rua Antônio Carlos, 288 – Cerqueira César São Paulo São Paulo SP  Brasil
Área(s) servida(s) Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo
Presidente Adhemar Oliveira
Produtos Exibição de produções cinematográficas
Subsidiárias dez complexos de cinemas, perfazendo 40 salas
Website oficial cinespaco.com.br

Cinespaço ou Espaço de Cinema é uma rede de cinemas brasileira, sediada na cidade de São Paulo, presente em seis cidades de quatro unidades da federação das regiões Sudeste e Sul. Atualmente, seu parque exibidor é formado por cinco complexos e 25 salas do Circuito Cinespaço[1]; três complexos e seis salas, do Circuito Cinearte (dedicado exclusivamente ao cinema alternativo), totalizando oito complexos e 31 salas, média de 3,87 salas por complexo. Suas 5 548 poltronas perfazem uma média de 178,97 assentos por sala[2].

História[editar | editar código-fonte]

O empresário Adhemar Oliveira, fundador da empresa, é um cineclubista da geração dos anos 80[3], tendo estabelecido diversos equipamentos cinematográficos pelo país nos últimos 30 anos. Após passar pelo Cineclube Bexiga, de São Paulo e pelo Cineclube Macunaíma, no Rio de Janeiro, tornou-se um dos fundadores do Cineclube Estação Botafogo, que vira a ser o gérmen do futuro Grupo Estação, rede carioca especializada em cinemas de arte.

Após criar em 1993 o Espaço Unibanco de Cinema na Rua Augusta, em São Paulo, Adhemar deixou a participação no Grupo Estação e principiou a abertura da sua própria cadeia de cinemas, algumas delas com patrocínio dos antigos bancos Nacional, Unibanco e depois Itaú-Unibanco[3]. Inovador, criou o conceito Arteplex[4], que combina o modelo multiplex com exibições de filmes do cinema alternativo e cinema de arte[5]. Em novembro de 2001, a rede se associou à Liberdade Produções, rede de cinema de arte instaladas na capital mineira e que administrava os cinemas Espaço Unibanco Belas  Artes, Espaço Unibanco Ponteio, Espaço Unibanco Nazaré e Cinemas Jardim, ampliando assim o seu circuito.[6]

Vista da fachada do Cine Arte instalado no shopping Conjunto Nacional, em São Paulo, SP

Outra de suas inovações foi criação dos projetos "Cinema na Escola"[7] e "Clube do Professor"[8], que exibe uma sessão por semana inteiramente gratuita para os professores cadastrados, também aberta para o público em geral. O empresário foi responsável pela implantação da primeira sala de cinema do modelo IMAX no Brasil[4], instalada no complexo do Shopping Bourbon Pompéia, que detém patrocínio do Itaú Unibanco e faz parte da rede Itaú de Cinemas.

Graças ao conceito Arteplex, muitas cinéfilos do país têm acesso a programação alternativa[4]. No tocante à à digitalização da salas (processo de substituição dos projetores de película 35mm por equipamentos digitais), a empresa atingiu 27% de suas salas no primeiro trimestre de 2015, conforme informe de acompanhamento de mercado da ANCINE[9]. Nesse mesmo período, de acordo com a agência governamental de cinema, alcançou o 10º lugar entre os maiores exibidores por número de salas[9]. Parte do seu processo de expansão, nomeadamente os complexos abertos nas cidades de Florianópolis, São Gonçalo, Porto Alegre e Cotia foram financiados pelo BNDES, com recursos repassados do Fundo Setorial do Audiovisua[10] l através do programa Cinema Perto de Você, criado pelo Governo Federal com o objetivo de expandir o parque exibidor brasileiro e levar a sétima arte à população brasileira[11].

Adhemar Oliveira permanece na direção do Cinespaço, que conta com o apoio dos diretores Patrícia Durães e Maurício Ramos[12]. Além da sociedade com o Espaço Itaú de Cinema, é também proprietário do Circuito Cinearte[13][14], especializado na exibição de filmes alternativos. Ocupa também a função de primeiro vice-presidente da Associação dos Exibidores Brasileiros de Cinema de Pequeno e Médio Porte (AEXIB).[15]

Público[editar | editar código-fonte]

Abaixo a tabela de público e sua evolução de 2008 a 2015, considerando o somatório de todas as suas salas a cada ano e incluem também os números da rede Espaço Itaú de Cinema, uma vez que os dados não foram segregados. A variação mencionada se refere à comparação com os números do ano imediatamente anterior.

Os dados foram extraídos do banco de dados Box Office do portal de cinema Filme B [16][17], sendo que os números de 2014 e 2015 tem como origem o Database Brasil.[18] Já os números de 2016 foram compilados do relatório "Informe Anual Distribuição em Salas Detalhado 2016", da ANCINE. Registra-se uma queda sistemática, desde 2012, que resultou em uma retração de -16,98% dos frequentadores.[19]

Foyer do café do Cine Arte instalado no shopping Conjunto Nacional, em São Paulo, SP
Ano Público

total

Ranking

no país

Market

Share

Variação
2008 3 114 940 3,64% ano-base
2009 4 324 662 3,83% Aumento38,84%
2010 4 928 223 3,65% Aumento13,96%
2011 5 931 298 4,18% Aumento20,35%
2012 6 591 054 4,43% Aumento11,12%
2013 6 555 222 4,34% Baixa-0,54%
2014 6 184 638 3,90% Baixa-5,65%
2015 6 177 241 3,62% Baixa-0,12%
2016 5 472 135 2,98% Baixa-11,41%

Complexos Cinespaço[editar | editar código-fonte]

Rio de Janeiro Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

Rio de Janeiro

Cinespaço Rio Design Barra

  • Inauguração: setembro de 2000
  • Fechado para reforma em março de 2010;
  • Reabertura em 1º de dezembro de 2010[20].
  • Capacidade: três salas totalizando 636 lugares, sendo uma VIP (Sala 3) e as demais convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 200 Sala 2: 165 Sala 3: 60
São Gonçalo

Cinespaço São Gonçalo

  • Inauguração: 12 de agosto de 2011[21]
  • Capacidade: seis salas totalizando 1 135 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 271 Sala 2: 272 Sala 3: 194 Sala 4: 118
Sala 5: 143 Sala 6: 137

Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul[editar | editar código-fonte]

Novo Hamburgo

Cinespaço Bourbon Novo Hamburgo

  • Inauguração: agosto de 2000 pela GNC Cinemas
  • Encerramento: 29 de janeiro de 2009[22];
  • Reabertura pelo Cinespaço em 3 de setembro de 2010[23].
  • Capacidade: cinco salas totalizando 822 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 240 Sala 2: 134 Sala 3: 148 Sala 4: 149
Sala 5: 151
Porto Alegre

Cinespaço Bourbon Walig

  • Inauguração: 14 de setembro de 2012[24]
  • Capacidade: oito salas totalizando 1 720 lugares, sendo uma IMAX e as demais convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 159 Sala 2: 218 Sala 3: 217 Sala 4: 231
Sala 5: 245 Sala 6: 154 Sala 7: 154 Sala IMAX: 342

São Paulo São Paulo[editar | editar código-fonte]

Santos

Cinespaço Miramar Shopping

  • Inauguração: em 12 de dezembro de 2006 sob gestão e patrocínio do Itaú Cinemas;
  • Gerenciado pelo Cinespaço em janeiro de 2012[25].
  • Capacidade: três salas totalizando 439 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 132 Sala 2: 212 Sala 3: 95

Complexos Cinearte[editar | editar código-fonte]

Minas Gerais Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Belo Horizonte

Cine Belas Artes

Vista frontal do Cine Belas Artes de Belo Horizonte
  • Inauguração: ano de 1988
  • Esteve sob patrocínio da Usiminas por muitos anos
  • Em ampliação para cinco salas[14]
  • Capacidade: três salas totalizando 336 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 138 Sala 2: 122 Sala 3: 76

São Paulo São Paulo[editar | editar código-fonte]

São Paulo
Bomboniére do Cine Arte instalado no shopping Conjunto Nacional, em São Paulo, SP

Cine Arte Conjunto Nacional - 2 salas

  • Inauguração: década de 1960 com o nome do Cine Rio no Shopping Conjunto Nacional;
  • Renomeação para Cine Arte em 1987;
  • Reabertura: 21 de outubro de 2005, com nome de Cine Bombril, sob patrocínio daquela empresa de produtos de limpeza;[26]
  • Mudança de Patrocínio: em 3 de setembro de 2010 passar a ser patrocinado pela Livraria Cultura e teve o nome mudado para Cine Livraria Cultura ;[27]
  • Fim do patrocínio da Livraria Cultura em 2016, volta a se chamar Cine Arte.
  • Capacidade: duas salas totalizando 400 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 300 Sala 2: 100

Cine Sala

  • Inauguração: 12 de julho de 1962, nomeado Cine Fiametta
  • Sala Cinemateca: em 10 de março de 1989 passa a abrigar a Cinemateca
  • Cine IG: Em 6 de novembro de 2007, é reaberto sob patrocpinio da emprea IG
  • Cine Sala SABESP: Em 16 de junho de 2010 passa ser patrocinado pela Companhia Saneamento do Estado de São Paulo (SABESP), passando a se chamar Cine Sala Sabesp[28]
  • Com o fim do patrocínio, passe a se chamar de Cine Sala em janeiro de 2015, apoiada entre outros por Adhemar Oliveira, Rodrigo Makray e Paulo Velasco, pelo jogador de futebol Raí Oliveira[29]
  • Capacidade: Sala única com lotação de 271 lugares

Antigos Complexos Cinearte[editar | editar código-fonte]

Minas Gerais Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Belo Horizonte

Cineclube Savassi

  • Inauguração: ano de 1988 como Cineclube Unibanco Savassi[30];
  • Atividades encerradas em 6 de janeiro de 2012;[31]
  • Foi patrocinado também pela Usiminas[32]
  • O espaço retornou como Centro Cultural[33]
  • Capacidade: sala única com 108 lugares - cinema de rua

Cinearte Ponteio

  • Inauguração em data não disponível, tendo patrocínio do antigo Unibanco
  • Foi nomeado Espaço Unibanco Ponteio
  • Era administrado pela rede Liberdade Produções antes de se associar ao Circuito Cinearte em novembro de 2001[6]
  • Atividades encerradas em 30 de abril de 2010[34];
  • Espaço reaproveitado pelo Cineart Multiplex em 16 de dezembro de 2012 com sala VIP[35]
  • Capacidade: duas salas totalizando 443 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 239 Sala 2: 204

Usina Unibanco de Cinema

  • Inauguração: 1º de junho de 1992 sob patrocínio do extinto Banco Nacional;
  • Encerramento de atividades: 23 de dezembro de 2009[36].
  • Capacidade: quatro salas totalizando 386 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 165 Sala 2: 92 Sala 3: 59 Sala 4: 70
Juiz de Fora

Cinearte Palace

  • Inauguração: 19 de novembro de 1948, com capacidade de 1 005 lugares[37]
  • Encerramento: 18 de novembro de 1984, ao ser adquirido pelo Banco do Estado do Rio de Janeiro (BANERJ)
  • Reabertura: 1º de setembro de 1999 pelo antigo Espaço Unibanco de Cinema, ampliado para duas salas[38]
  • Deixa o patrocínio do Unibanco e passa a se chamar Cinearte Palace em 2002
  • Encerramento: 14 de junho de 2017, por solicitação do proprietário do imóvel[39] [40]
  • Capacidade: duas salas totalizando 405 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 228 Sala 2: 180

Rio de Janeiro Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

Rio de Janeiro

Cinearte Museu da República

  • Inauguração: em 14 de dezembro de 2001
  • Fechamento: 16 de março de 2014[41]
  • Reabertura: 5 de junho de 2014 pelo Grupo Casal.
  • Capacidade: sala única com lotação de 70 lugares

São Paulo São Paulo[editar | editar código-fonte]

São Paulo

Cine TAM Morumbi Shopping

Fachada do Cine TAM do Morumbi Shopping
  • Inauguração: 20 de abril de 2007 sob patrocínio daquela companhia aérea
  • Atividades encerradas em 30 de agosto de 2012[42]
  • Capacidade: quatro salas totalizando 932 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 207 Sala 2: 252 Sala 3: 227 Sala 4: 246

Antigos Complexos Cinespaço[editar | editar código-fonte]

Minas Gerais Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Juiz de Fora

Espaço de Cinema Alameda

  • Inauguração: março de 2004, sendo operado inicialmente pela Moviecom
  • Atividades encerradas em 31 de agosto de 2008[43]
  • Reaberto pela rede Cinespaço em 6 de fevereiro de 2009
  • Administrado pela Cinemais desde janeiro de 2013
  • Capacidade: cinco salas totalizando 909 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 177 Sala 2: 115 Sala 3: 86 Sala 4: 246
Sala 5: 285

Paraíba Paraíba[editar | editar código-fonte]

João Pessoa

Cinespaço Mag Shopping

  • Inauguração: ano de 2001, pelo Cinesercla, com cinco salas
  • Encerramento: 18 de setembro de 2008
  • Reabertura pelo Cinespaço em 14 de janeiro de 2011[44].
  • Transferido para a rede Centerplex em 1º de setembro de 2017[45]
  • Capacidade: quatro salas totalizando 636 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 156 Sala 2: 95 Sala 3: 247 Sala 4: 138

Santa Catarina Santa Catarina[editar | editar código-fonte]

Florianópolis

Cinespaço Beira Mar

  • Inauguração em data desconhecida pela Arcoplex Cinemas
  • Atividades encerradas em 29 de janeiro de 2009
  • Reabertura pelo Cinespaço em 13 de julho de 2011[46]
  • Transferido para a Rede Cine Show em 1º de setembro de 2017[47] [48]
  • Capacidade: cinco salas totalizando 905 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 285 Sala 2: 155 Sala 3: 155 Sala 4: 155
Sala 5: 155
Tubarão

Cinespaço Farol Shopping

Vista lateral da fachado do Cinespaço Farol Shopping
  • Inauguração: 1º de novembro de 2006
  • Cedido à Rede Cine Show em 6 de agosto de 2016[49]
  • Capacidade: quatro salas totalizando 777 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 156 Sala 2: 227 Sala 3: 240 Sala 4: 154

São Paulo São Paulo[editar | editar código-fonte]

Cotia

Cinespaço Granja Vianna

  • Inauguração: 11 de dezembro de 2011[50];
  • Cedido à rede Cineflix em dezembro de 2015[51]
  • Capacidade: seis salas totalizando 1 299 lugares, sendo uma IMAX (Sala 7) e as demais convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 218 Sala 2: 135 Sala 3: 142 Sala 4: 216
Sala 5: 135 Sala 6: 118 Sala IMAX: 335
Sorocaba

Cinespaço Villágio Shopping

  • Inauguração: 1º de novembro de 2008
  • Atividades encerradas em 21 de setembro de 2015 em virtude de fechamento do shopping[52][53].
  • Capacidade: quatro salas totalizando 716 lugares, todas elas convencionais, com a seguinte lotação:
Sala 1: 142 Sala 2: 172 Sala 3: 223 Sala 4: 179

Referências

  1. «CINESPAÇO». cinespaco.com.br. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  2. «Consulta - Salas de Exibição Cadastradas (para uso no Sadis Detalhado)». ANCINE - Agência Nacional do Cinema. 9 de junho de 2017. Consultado em 10 de junho de 2017 
  3. a b «Filme B - Quem é Quem». Consultado em 8 de agosto de 2015 
  4. a b c «Adhemar Oliveira | Produção Cultural no Brasil». www.producaocultural.org.br. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  5. «Uma década do Espaço Itaú de Cinema em Botafogo». Consultado em 8 de agosto de 2015 
  6. a b «Cinearte e Liberdade Produções juntam forças para criar um circuito de cinema maior». E-pipoca. 8 de novembro de 2011. Consultado em 15 de junho de 2017 
  7. «CINESPAÇO - Clube do Professor». cinespaco.com.br. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  8. «:. Escola no Cinema - Clube do Professor .:». escolanocinema.com.br. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  9. a b Luciana Buchala e Luana Maíra R. A. da Silva (Maio de 2015). «ANCINE - INFORME DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO» (PDF). Consultado em 8 de agosto de 2015 
  10. «BNDES aprova R$ 30 milhões para 43 novas salas de cinema». BNDES. 31 de maio de 2012. Consultado em 20 de agosto de 2015 
  11. «Programa Integrado de Expansão do Parque Exibidor». ANCINE. Consultado em 20 de agosto de 2015 
  12. «Revista Filme B» (PDF). Setembro de 2014. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  13. «Belas Artes Cinema». www.belasartescine.com.br. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  14. a b «Cine Belas Artes aluga casarão vizinho para construir mais duas salas | VEJA BH». Consultado em 8 de agosto de 2015 
  15. Fábio Gomes (Outubro de 2014). «Unidos para se tornar gigante» (PDF). Revista Exibidor. Consultado em 23 de outubro de 2015 
  16. «Filme B - o maior portal sobre o mercado de cinema no Brasil». www.filmeb.com.br. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  17. «Identificação - Box Office Brasil». www.filmebboxofficebrasil.com. Consultado em 17 de outubro de 2015 
  18. «Ranking exibidores de 2014 (público) - top 50». Data base Brasil 2014. Filme B. Janeiro de 2015. Consultado em 16 de outubro de 2016 
  19. «Cinema | Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual». oca.ancine.gov.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  20. «Lari Duarte  » Sala Vip Rio Design Barra». lariduarte.com. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  21. http://www.revistafatorbrasil.com.br/ver_noticia.php?not=168840
  22. «Revista O Polvo - Cinema de Novo Hamburgo fecha para reformas». www.opolvo.com.br. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  23. «Novo Hamburgo ganha complexo de cinemas». Consultado em 3 de setembro de 2016 
  24. «Hagah - Roteiros». 12 de setembro de 2012. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  25. «AT Digital - Cinema». 18 de janeiro de 2012. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  26. «Pré-estréia de Cidade Baixa inaugura Cine Bombril | Ofuxico». www.ofuxico.com.br. Consultado em 4 de setembro de 2016 
  27. «Cine livraria Cultura No Conjunto Nacional - SP». www.encontrabelavista.com.br. Consultado em 4 de setembro de 2016 
  28. «Cine Sabesp abre para o público nesta quarta | Governo do Estado de São Paulo». Governo do Estado de São Paulo. 16 de junho de 2010 
  29. «Cinesala Sabesp muda de nome e comando e vira apenas Cinesala - Cultura - Estadão». Estadão 
  30. SILVA, Maria do Carmo Coista (1995). O Fim das Coisas. as salas de cinema de Belo Horizonte. Belo Horizonte, MG: Prefeitura de Belo Horizonte - Secretaria Municipal de Cultura. p. 86-96. 97 páginas 
  31. «Cult Club Cine Pub». Consultado em 9 de agosto de 2015 
  32. «Belo Horizonte perde mais um cinema». Consultado em 9 de agosto de 2015 
  33. «Cineclube Savassi é reaberto como centro cultural | VEJA BH». Consultado em 9 de agosto de 2015 
  34. «Shopping Ponteio fecha salas de cinema». História do Cinema Brasileiro. Consultado em 9 de agosto de 2015 
  35. «Cineart inaugura complexo de cinema com sala de luxo no Ponteio Lar Shopping | VEJA BH». Consultado em 9 de agosto de 2015 
  36. «Sem patrocínio, Usina vai fechar para reforma em dezembro». História do Cinema Brasileiro. Consultado em 9 de agosto de 2015 
  37. «Cinearte Palace - Juiz de Fora - MG - História do Cinema Brasileiro». História do Cinema Brasileiro. 17 de abril de 2010 
  38. «Moviecom vai deixar de operar em Juiz de Fora. Administração do Shopping Alameda negocia com novas empresas». www.acessa.com. Consultado em 8 de novembro de 2015 
  39. Barros, Bruno Luis. «CineArte Palace fecha as portas após 69 anos» 
  40. «Cineastas lamentam fechamento do último cinema de rua de Juiz de Fora». G1 
  41. «As notas de hoje | Gente Boa - O Globo». Gente Boa - O Globo. Consultado em 9 de agosto de 2015 
  42. «Após cinco anos, Cine TAM fecha as portas em SP». Consultado em 8 de agosto de 2015 
  43. ACESSA.com (19 de agosto de 2008). «Moviecom vai deixar de operar em Juiz de Fora. Administração do Shopping Alameda negocia com novas empresas». www.acessa.com. ACESSA.com - Cultura. Consultado em 15 de abril de 2017 
  44. «Grupo CinEspaço inaugura multiplex em João Pessoa | Pauta Comunicação». www.pautacom.com.br. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  45. «Centerplex Cinemas chega a João Pessoa - Paraíba Total». Paraíba Total. Consultado em 21 de novembro de 2017 
  46. «Florianópolis | Cinema do Beiramar Shopping passa por modernização | Sortimentos.com Florianópolis». www.sortimentos.com. Consultado em 8 de agosto de 2015 
  47. Catarinense, Diário. «Cinema do Beiramar Shopping passa a ser administrado pela rede Cineshow a partir de setembro». Diário Catarinense 
  48. «Portal Exibidor - Cinemas Cinespaço passam a ser administrados pela Centerplex e Cineshow». Exibidor 
  49. «Portal Exibidor - Parceria entre Cine Show e Cinespaço reabre complexo em Tubarão (SC)». Exibidor. Consultado em 12 de agosto de 2016 
  50. http://www.portalviva.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6938:cinema-na-granja-sala-imax-inaugura-nessa-sexta-com-qqtitanic-3dq&catid=6:cidade&Itemid=127
  51. «Cinema do The Square tem nova operadora». www.revistacircuito.com. Revista Circuito. Consultado em 24 de março de 2016 
  52. Sul/FUA, Jornal Cruzeiro do. «Cinemas do Villàggio fecharão as portas na segunda». Jornal Cruzeiro do Sul. Consultado em 27 de janeiro de 2016 
  53. ANCINE (Janeiro de 2016). «INFORME DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO - Informe Anual Preliminar 2015» (PDF). Consultado em 27 de janeiro de 2016 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cinespaço