Moviecom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Moviecom
Movie Cinemas Ltda.
Slogan Viva o cinema
Tipo Sociedade limitada
Indústria Cinematográfica
Fundação 1998 (18 anos)
Fundador(es) Ronaldo Fagundes Passos
Sede Rua Prudente de Moraes, 862 - Centro, Botucatu,  São Paulo,  Brasil
Áreas servidas Amapá, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Rio Grande do Norte, São Paulo
Proprietário(s) Leonardo Farias, João Passos Neto e Beatriz Passos Pupo (sócios-proprietários)[1]
Pessoas-chave Gustavo W. Ballarin (diretor de marketing e operações)
Produtos Exibição de produções cinematográficas
Subsidiárias 22 complexos de cinemas, perfazendo 107 salas
Página oficial www.moviecom.com.br

A Moviecom é uma empresa brasileira do ramo de exibição cinematográfica, sediada na cidade de Botucatu e com escritório de operações na cidade de São Paulo. Está presente em 19 cidades de oito Unidades da Federação localizados em quase todas as regiões do país, à exceção da Região Sul e seu parque exibidor é composto por 22 complexos, perfazendo 107 salas, média de 4,86 salas por complexo.

História[editar | editar código-fonte]

Entrada do Moviecom Boa Vista, janeiro de 2016

As origens da empresa remontam ao ano de 1926, quando foi fundada a Cinematográfica Araújo Passos, na cidade de Botucatu, pelas mãos dos empresários Azor de Araújo e João José Passos, atuando inicialmente como distribuidora de filmes[2]. A cidade abrigava um importante entreposto ferroviário e por lá passavam duas estradas de ferro que atendiam a três estados, razão pela qual importantes empresas distribuidoras norte-americanas, como Warner e Paramount, abriram escritórios por lá[3]. Começou a atuar ramo de exibição em 1946, com a abertura de salas nas cidades de Tietê (no Estado de São Paulo), Apucarana, Cornélio Procópio e Maringá (todas no Estado do Paraná) e deixou o ramo da distribuição em 1970, quando já era administrada por João Gilberto de Araújo e Ronaldo Passos[3], membros da segunda geração das famílias.

Em 1996, houve uma divisão societária que originou as empresas Cinematográfica Araújo, mais conhecida como Cine Araújo, e a Cinematográfica Passos, conhecida pelo nome de Moviecom[4] [5]. Começou de forma tímida, com pequenos complexos de duas salas nas cidades de Franca, Jundiaí e Presidente Prudente, sendo que em 1999 um novo sócio, Leonardo Frossard de Faria, passaria a fazer parte da empresa. Inicialmente a rede utilizou a marca Circuito Passos, sendo que seu endereço na web era "circuitopassos" ponto com, somente adotando a nova marca em 2003, como forma de se desvincular de um nome de família e adotar uma denominação considerada mais comercial. [3][6] [7]

A empresa cresceu rapidamente, abrindo complexos em diversos cidades do país, como Aracaju, Belém, Juiz de Fora, Natal, Montes Claros e várias outras do interior de São Paulo, além de duas filiais na capital paulista (Moviecom Boa Vista, no bairro de Santo Amaro e Moviecom Penha, no bairro paulistano homônimo). Tornou-se o maior exibidor do Estado do Pará, tendo alcançado o 7º. lugar no ranking nacional por número de salas já em 2002[2].

Formatos de exibição e modernização[editar | editar código-fonte]

Fila da bilheteria do Moviecom Conquista Sul de Vitória da Conquista

A rede tem progressivamente abandonado a exibição dos filmes legendados, em virtude da mudança do gosto do público, que passou a preferir as cópias dubladas, conforme pesquisa do IBOPE[8] [9] [10]. De acordo com o portal especializado em cinema Filme B, exibições legendadas na Moviecom foram inferiores a 5% no ano de 2014[11]. Em contrapartida, tem realizado mostra de filmes de arte, como 39º Festival SESC Melhores Filmes, que ocorreu no Taubaté Shopping da cidade de Taubaté em abril de 2013[12], com ingressos gratuitos. Por seu turno, o complexo de Natal abrigou o Festival Varilux de Cinema Francês nas edições de 2014[13] e 2015[14].

No que se refere à digitalização (processo de substituição dos projetores de película 35mm por equipamentos digitais), a empresa atingiu 83,9% de suas salas em março de 2015, conforme informe de acompanhamento de mercado da Agência Nacional de Cinema - ANCINE.[15] [16].

O diretor de marketing e operações da empresa, Gustavo W. Ballarin, recebeu a premiação de "Destaque Profissional de Marketing", referente ano de 2013, do Prêmio ED - Exibição e Distribuição, promovido pelas empresas Espaço Z e Tonks, especializadas em mercado exibidor[17]. A empresa encerrou o ano de 2015 no sétimo lugar entre as maiores redes de cinema do Brasil por número de salas (market share de 2,8%), perdendo apenas para as redes CinemarkCinépolis, Grupo Severiano RibeiroCine Araújo, Cinesystem e UCI Cinemas, respectivamente. [18]

Público[editar | editar código-fonte]

Mascote da Moviecom situado no complexo Boa Vista

Abaixo a tabela de público e sua evolução de 2008 a 2014, considerando o somatório de todas as suas salas a cada ano. A variação mencionada se refere à comparação com os números do ano imediatamente anterior. É possível notar-se uma crescimento do público de 162,22% no período avaliado.

Os dados foram extraídos do banco de dados Box Office do portal de cinema Filme B,[19] [20] sendo que os números de 2014 tem como origem o Database Brasil.[21]

Ano Público

total

Ranking

no país

Market

Share

Variação
2008 3.323.161 3,88% ano-base
2009 4.427.307 3,92% Aumento33,23%
2010 5.166.170 3,83% Aumento16,69%
2011 5.216.295 3,68% Aumento0,97%
2012 5.575.650 3,74% Aumento6,89%
2013 5.209.398 10º 3,45% Baixa6,57%
2014 5.390.774 3,42% Aumento3,48%

Complexos[editar | editar código-fonte]

Amapá Amapá[editar | editar código-fonte]

Macapá
  • Moviecom Macapá Shopping - 5 salas 2 salas 3D
    • inaugurado no Macapá Shopping em dezembro de 1997 com duas salas e exibidor independente;
    • Moviecom assumiu a administração em 31 de janeiro de 2014;
    • reformado e ampliado para cinco salas em 07 de novembro de 2014.[22]

Bahia Bahia[editar | editar código-fonte]

Frente do Moviecom Conquista Sul de Vitória da Conquista
Vitória da Conquista
  • Moviecom Shopping Conquista Sul - 3 salas 1 sala 3D

Goiás Goiás[editar | editar código-fonte]

Aparecida de Goiânia
  • Moviecom Buriti Shopping - 6 salas 2 sala 3D

Maranhão Maranhão[editar | editar código-fonte]

São Luis
  • Moviecom Shopping Passeio[23] - 3 salas
    • inaugurado em 27 de agosto de 2015[24]

Minas Gerais Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Ipatinga
Entrada para as salas Moviecom no Shopping Vale do Aço, em Ipatinga, Minas Gerais
  • Moviecom Shopping do Vale do Aço - 4 salas 1 sala 3D
    • reformado e modernizado em 18 de dezembro de 2014[25]

Pará Pará[editar | editar código-fonte]

Belém
  • Moviecom Shopping Castanheira - 7 salas 2 salas 3D
  • Moviecom Shopping Pátio Belém - 6 salas 2 salas 3D
Castanhal
  • Moviecom Yamada Plaza - 3 salas
Marabá
  • Moviecom Shopping Pátio Marabá - 5 salas 2 salas 3D
    • inaugurado em 8 de novembro de 2013[26]

Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte[editar | editar código-fonte]

Natal
  • Moviecom Praia Shopping - 7 salas 1 sala 3D

São Paulo São Paulo[editar | editar código-fonte]

Araraquara
  • Moviecom Shopping Jaraguá Araraquara - 4 salas 1 sala 3D
Campinas
  • Moviecom Shopping Unimart Campinas - 6 salas 2 salas 3D
Franca
  • Moviecom Franca - 4 salas 2 salas 3D
Guarulhos
  • Moviecom Pátio Guarulhos - 4 salas
    • absorvido pela Moviecom em 18 de abril de 2016[27]
Itaquaquecetuba
  • Moviecom Shopping Páteo Itaquá - 5 salas 3 salas 3D
Jaú
  • Moviecom Jaú - 2 salas
Jundiaí
  • Moviecom Maxi - 7 salas 2 salas 3D
Presidente Prudente
Santa Bárbara d'Oeste
  • Moviecom Tivoli - 4 salas 1 sala 3D
São Paulo
Hall de acesso às salas do Moviecom Boa Vista
  • Moviecom Shopping Center Penha - 6 salas 2 salas 3D
    • Aberto com oito salas em 8 de outubro de 2004;
    • redução para seis em 31 de janeiro de 2010.
Taubaté
  • Moviecom Taubaté Shopping - 5 salas 1 sala 3D
    • inicialmente possuía 4 salas[29];
    • ampliado para 5 salas em 18 de setembro de 2014[30]

Próximas inaugurações[editar | editar código-fonte]

Pará Pará[editar | editar código-fonte]

Barcarena
  • Moviecom Líder Vila dos Cabanos - 3 salas

Antigos Complexos[editar | editar código-fonte]

Paraná Mato Grosso[editar | editar código-fonte]

Rondonópolis
  • Moviecom Rondonóplis - 3 salas
    • Instalado no Rondon Plaza Shopping, deixou a rede em 18 de setembro de 2008[31]
    • Funcionando desde então de forma independente como Cinevip.com[32]

Minas Gerais Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Juiz de Fora
  • Moviecom Alameda - 5 salas
    • inaugurado em março de 2004;
    • atividades encerradas em 31 de agosto de 2008;[33]
    • reaberto pelo Cinespaço em 6 de fevereiro de 2009;
    • administrado pela Cinemais desde 2012.
Montes Claros
  • Moviecom Montes Claros - 3 salas
    • Instalado no Shopping Montes Claros e encerrado em agosto de 2011;
    • reaberto pela Cinemais com cinco salas em 30 de março 2012.

Pará Pará[editar | editar código-fonte]

Tucuruí
  • Moviecom Tucuruí - 3 salas
    • Instalado no Shopping Tucuruí, deixou a rede em 27 de março de 2008[34]
    • funcionou de forma independente até 3 de maio de 2015, tendo a Moviecom como programadora, quando encerrou as atividades[35]
    • reaberto pelo Grupo Mobi Cine em 16 de dezembro de 2015[36] [37]

Paraná Paraná[editar | editar código-fonte]

Apucarana
  • Moviecom Centro Norte - 2 salas
    • Funcionando no Shopping Centro Norte, deixou a rede em fevereiro de 2006[38]
    • Foi administrado pelo Cine G7, atualmente explorado pela rede Cine XV[39]

Sergipe Sergipe[editar | editar código-fonte]

Aracaju
  • RioMar Shopping Aracaju (5 salas)
    • Inaugurado em 14 de março de 2003
    • Atividades encerradas em 13 de março de 2008[40]
    • Reaberto pela Cinemark em 13 de março de 2009[41]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Moviecom

Referências

  1. Filme B - Revista (Setembro de 2014). Visitado em 08/11/2015.
  2. a b «Ronaldo Fagundes Passos | Filme B - o maior portal sobre o mercado de cinema no Brasil». www.filmeb.com.br. Consultado em 2015-11-08. 
  3. a b c Thiago Stivaletti (Novembro de 2015). «Príncipe do interior» (PDF). Revista Filme B. Consultado em 12/01/2016. 
  4. «Corporativo | Moviecom: viva o cinema». www.moviecom.com.br. Consultado em 2015-07-26. 
  5. «Cinema do Pátio Roraima Shopping inaugura nesta quinta-feira». www.bvnews.com.br. Consultado em 2015-07-29. 
  6. «:: Circuito Passos ::». 2002-05-26. Consultado em 2015-11-08. 
  7. «Circuito Passos». 2003-01-30. Consultado em 2015-11-08. 
  8. «Pequisa revela que 6 em 10 brasileiros preferem filmes dublados - 09/08/2015 - Ilustrada - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 2015-11-08. 
  9. «Público prefere filmes dublados aos legendados». Guia da Semana. Consultado em 2015-11-08. 
  10. «Especialistas avaliam preferência do público pelos filmes dublados como tendência cultural e mercadológica». Jornal de Santa Catarina. Consultado em 2015-11-08. 
  11. «Filme B - Revista». Maio de 2015. Consultado em 08/11/2015. 
  12. «Circuito gratuito de filmes acontece no Moviecom Cinemas em Taubaté». Sincovat. Consultado em 2015-11-08. 
  13. «Natal – RN | Festival Varilux de Cinema Francês». variluxcinefrances.com. Consultado em 2015-11-08. 
  14. «Natal - RN - Festival Varilux de Cinema Francês 2015». Festival Varilux de Cinema Francês 2015. Consultado em 2015-11-08. 
  15. Thiago Stivaletti (07/05/2015). «Filme B - Notícias». Consultado em 07/08/2015. 
  16. Luciana Buchala e Luana Maíra R. A. da Silva (Maio de 2015). «ANCINE - INFORME DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO» (PDF). Consultado em 07/08/2015. 
  17. «Prêmio ED 2013». www.premioed.com.br. Consultado em 2016-09-26. 
  18. «Ranking das Empresas Exibidoras - 2015» (PDF). Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual – OCA. ANCINE. Janeiro de 2016. Consultado em 26 de setembro de 2016. 
  19. «Filme B - o maior portal sobre o mercado de cinema no Brasil». www.filmeb.com.br. Consultado em 2015-09-19. 
  20. «Identificação - Box Office Brasil». www.filmebboxofficebrasil.com. Consultado em 2015-10-17. 
  21. «Ranking exibidores de 2014 (público) - top 50». Data base Brasil 2014. Filme B. Janeiro de 2015. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  22. «Conheça o Novo Macapá Shopping». www.macapashoppingcenter.com.br. Consultado em 2015-11-08. 
  23. madnezz.com.br, Madnezz -. «Shopping Passeio». www.shoppingpasseioma.com.br. Consultado em 2015-07-30. 
  24. «Shopping Passeio». www.shoppingpasseioma.com.br. Consultado em 2015-11-08. 
  25. «Ipatinga ganha quatro salas de cinema com recursos do BNDES » Negócios » Diário do Comércio». www.jornaldecasa.com.br. Consultado em 2016-09-26. 
  26. «Portal Exibidor - Moviecom inaugura 19º complexo no Pará». Exibidor. Consultado em 2016-09-26. 
  27. «Portal Exibidor - Moviecom assume as salas de cinema do Shopping Pátio Guarulhos». Exibidor. Consultado em 2016-11-27. 
  28. «Folha de S.Paulo - Mônica Bergamo - 13/05/2005». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 2016-09-26. 
  29. «Cinema em Reforma». 2014-07-30. Consultado em 2016-09-26. 
  30. «Portal Exibidor - Novo complexo da Moviecom em Taubaté». Exibidor. Consultado em 2016-09-26. 
  31. «MOVIECOM Cinemas». 2008-09-13. Consultado em 2015-11-08. 
  32. «::CineVip.com». www.meucinevip.com.br. Consultado em 2015-11-08. 
  33. «Moviecom vai deixar de operar em Juiz de Fora. | ACESSA.com - Cultura». www.acessa.com. Consultado em 2015-11-08. 
  34. «MOVIECOM Cinemas». 2008-03-27. Consultado em 2015-11-08. 
  35. «Tucuruí: CINEMA FECHA E DEIXA SAUDADES AOS FÃS DE FILMES - REGIONAL AGORA». www.regionalagora.com. Consultado em 2015-11-08. 
  36. «Mobi Cine Tucuruí». Consultado em 2016-09-26. 
  37. «A volta do cinema em Tucuruí lota salas nas primeiras seções». Consultado em 2016-09-26. 
  38. «MOVIECOM Cinemas». 2005-12-25. Consultado em 2015-11-08. 
  39. «Cine XV». www.cinexv.com.br. Consultado em 2015-11-08. 
  40. VALENÇA, Ivan (13 de março de 2008). «Moviecom fecha as portas em Aracaju». Moviecom fecha as portas em Aracaju – Ivan Valença. INFONET. Consultado em 15 de novembro de 2016. 
  41. «Cinemark abre as portas nesta sexta-feira». CULTURA. INFONET. 12 de março de 2009. Consultado em 15 de novembro de 2016.