Discussão:Saxão Gramático

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

De Saxo Grammaticus para Saxão Gramático[editar código-fonte]

  • Em 2006 foi criado por um editor o artigo Saxo Grammaticus.
  • Em 2016, o nome foi mudado por outro editor para Saxão Gramático, sem abertura de discussão nem apresentação de fontes comprovativas.
    --HCa (discussão) 13h26min de 26 de novembro de 2018 (UTC)
  • Em 15 de fevereiro de 2019, foi proposta a renomeação deste artigo para Saxo Grammaticus, e aberta discussão.
  • Em 15 de março de 2019 um outro editor moveu Saxão Gramático para Saxo Grammaticus.
  • Em 17 de março de 2019, um outro editor moveu Saxo Grammaticus para Saxão Gramático, sem apresentação de proposta de renomeação nem discussão.
    --HCa (discussão) 08h04min de 23 de março de 2019 (UTC)
  • Em 11 de janeiro de 2021, foi apresentada de novo uma proposta de renomeação para Saxo Grammaticus, e aberta a discussão.
    --HCa (discussão) 14h21min de 11 de janeiro de 2021 (UTC)

Saxo Grammaticus em textos em português (WP:V)[editar código-fonte]

Seguindo as recomendações da Convenção de nomenclatura para nomes próprios, foram consultadas:
(1) Fontes lexicográficas, linguísticas e académicas
(2) Uso atestado por livros especializados, obras literárias, documentos oficiais, páginas informativas, artigos de jornais e revistas.
--HCa (discussão) 09h46min de 10 de janeiro de 2021 (UTC)


  1. "... Saxo Grammaticus - Secretário do arcebispo Absalon, a pedido de quem escreveu Gesta Danorum, obra sobre a história..."
    (Enciclopédia Barsa Universal)
  2. ”... teve a sua fonte no cronista dinamarquês do século XIII, Saxo Grammaticus ...”
    (Infopédia)
  3. ”... que teria sido uma interpretação das estórias dinamarquesas de Saxo Grammaticus...”
    (Universidade Estadual da Paraíba)
  4. ”... “As Crónicas da Dinamarca” de Saxo Grammaticus...”
    (Universidade de Lisboa)
  5. ”... mas um conjunto de referências que vai do Saxo Grammaticus – livro de lendas nórdicas de onde Shakespeare...”
    (Universidade Federal Fluminense)
  6. "... De notar, ainda, a Gesta Danorum, de Saxo Grammaticus..."
    (Universidade de Lisboa)
  7. ”... certamente se valeu da Historica Danica de Saxo Grammaticus...”
    (Universidade de Brasília)
  8. ”... demonstrando vivo interesse pela Gesta Danorum e pelo escritor dinamarquês Saxo Gramaticus...”
    (Universidade Estadual de Campinas)
  9. ”... A primeira referência a esse personagem “é encontrada na obra de Saxo Grammaticus...”
    (Universidade Estadual do Ceará)
  10. ”... A evocação de Saxo [Grammaticus, levou os humanistas escandinavos a procurar manuscritos na Islândia...”]
    (Universidade Tecnológica Federal do Paraná)
  11. "... versão razoavelmente fiel da história de Saxo Grammaticus foi traduzida na França em 1570 por François de Belleforest..."
    (Universidade Federal do Rio de Janeiro)
  12. "... Nossa fonte primária principal é a Gesta Danorum, escrita por Saxo Grammaticus na Dinamarca dos séculos XII-XIII."
    (Universidade Federal do Paraná)
  13. "... modelos veneráveis tomados de empréstimo em Saxo Grammaticus, Shakespeare, Flaubert ou Wagner, que ele ‘re-escreve’..."
    (Universidade de São Paulo)
  14. "... uma série de lendas e poemas mitológicos que foram compilados por Saxo Grammaticus e Snorri Sturluson..."
    (Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul)
  15. ”... Esses poemas foram utilizados por Saxo Grammaticus, na elaboração da Gesta Danorum...”
    (Universidade Federal da Paraíba)
  16. ”... Saxo Grammaticus é o primeiro exemplo, em toda a Escandinávia de um novo tipo, tanto de pensador como de escritor...”
    (Universidade Federal da Paraíba)
  17. ”... do historiador Saxo Grammaticus, composta em sua maior parte de lendas...”
    (Universidade de Pernambuco)
  18. ”... destacando-se o trabalho realizado em três peças: “As Crónicas da Dinamarca” de Saxo Grammaticus...”
    (Universidade de Lisboa)
  19. "... Secundariamente, considerar-se-ão a Gesta Danorum de Saxo Grammaticus e algumas das “sagas lendárias”..."
    (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)
  20. ”... as narrativas produzidas pelos anglo-saxões e árabes, como Adam de Bremen e Saxo Grammaticus...”
    (Universidade Federal da Paraíba)
  21. ”... na versão registrada por Saxo Grammaticus em sua Gesta Danorum...”
    (Universidade Federal da Paraíba)
  22. ”... inspirada numa antiga lenda, a história de Amleth coligida por Saxo Grammaticus na Gesta Danorum...”
    (Universidade Nova de Lisboa)
  23. ”... Ah, está em Saxo Grammaticus!...”
    (Universidade Estadual Paulista)
  24. ”... certos hinos de batalha dos Eddas ou encontráveis, em menor medida, no trabalho de Saxo Grammaticus....”
    (Universidade Federal de Santa Catarina)
  25. ”... mitológicas dos povos de origem indo-europeia (Táin Bó Cuailng da cultura celta, a Gesta Danorum de Saxo Grammaticus,...”
    (Universidade Nova de Lisboa)
  26. ”... estão obras como a Gesta Danorum, do dinamarquês Saxo Grammaticus...”
    (Universidade do Algarve)
  27. ”... Ao nosso conhecimento, Saxo Grammaticus é autor de apenas uma obra, a Gesta Danorum...”
    (Universidade de São Paulo)
  28. "... Saxo Gramaticus, Adam de Bremen, Thietmar de Merzemburg, entre outros, proporcionaram dados importantes para as pesquisas atuais..."
    (Universidade Federal do Paraná)
  29. "... século XII e início do XIII, nos personagens guerreiros da obra Gesta Danorum – ou História da Dinamarca – pelo clérigo dinamarquês Saxo Grammaticus."
    (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)
  30. ”... É nesse contexto que se insere a obra Gesta Danorum de Saxo Grammaticus, um clérigo que, no final do século XII...”
    (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)
  31. ”... escrita por Saxo Grammaticus (escritor dinamarquês da era medieval)...”
    (Instituto Politécnico de Castelo Branco)
  32. ”... sejam de cunho mais ”fictício” na Gesta Danorum de Saxo Grammaticus...”
    (Universidade de São Paulo)
  33. ”... Afirma-se que o bardo inglês teria criado Hamlet a partir da lenda de Amleto, que permaneceu viva através do historiador Saxo Grammaticus em sua obra Gesta Danorum, do século XIII...”
    (Universidade de Franca)
  34. ”... produziram uma série de lendas e poemas mitológicos que foramcompilados por Saxo Grammaticus e Snorri Sturluson...”
    (Universidade Federal de São João del-Rei)
  35. ”... A lenda de Amleto teria sido preservada no século XIII pelo cronista Saxo Grammaticus em Gesta Danorum...”
    (Universidade Federal de São Carlos)
  36. ”... Estudando os elos entre os mitos nórdicos coletados por Snorri Sturluson, no século XII,e as sagas recontadas na mesma época por Saxo, o Grammaticus...”
    (Universidade de São Paulo)
  37. ”... com outras obras poéticas e mitológicas dospovos de origem indo-europeia (Táin Bó Cuailng da cultura celta, a Gesta Danorum de Saxo Grammaticus, o Livro dos Reis [Shāhnāma da cultura persa ou a Ilíada de homero)...”]
    (Universidade Nova de Lisboa)
  38. ”... destaca as relações envolvendo Hamlet, desde Saxo Grammaticus (Historia Danica)...”
    (Universidade do Estado da Bahia)
  39. ”... autoria em tragédias de Shakespeare cujo enredoe personagens foram extraídos de cronistas como Saxo Grammaticus (1160-1212)...”
    (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)
  40. ”... uso de fontes literárias não islandesas, como a Gesta Hammaburgensis Ecclesiae Pontificum, de Adão de Bremen e a Gesta Danorum de Saxo Grammaticus...”
    (Universidade Federal da Paraíba)
  41. ”... O olhar do masculino sobre o feminino, sobretudo nos escritos do Saxo Grammaticus ...”
    (Universidade Estadual do Maranhão)
  42. ”... observam-se a Edda em Prosa, a Edda Poética, a obra Germânia de Tácito, a obra Gesta Danorum de Saxo Grammaticus e outras fontes folclóricas, literárias e arqueológicas...”
    (Universidade Federal da Paraíba)
  43. ”... Secundariamente, considerar-se-ão a Gesta Danorum de Saxo Grammaticus e algumas das “sagas lendárias”...”
    (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)
  44. ”... piratas e de batalhas, mas não diferenciam sagas islandesas de lendárias e de material semi-histórico como os de Saxo.”
  45. "... a partir das crônicas disponíveis na época sobre um antigo príncipe dinamarquês (a Gesta Danorum, de Saxo Grammaticus..."
  46. ”... Saxo Grammaticus (1150-1220), historiador medieval dinamarquês, autor de vários livros sobre a história da Dinamarca...”
  47. "... Em Saxo Grammaticus, na Gesta Danorum, história da Dinamarca escrita em latim, encontramos conceito similar nos usos de pirata..."
  48. "... Quando Saxo e Snorri escrevem sobre eventos antigos e heróis vikings, o fazem com seu contexto em mente..."
  49. ”... uma espécie de prólogo da peça, foi inspirado na Historia Danica de Saxo Grammaticus...”
  50. ”... Saxo Grammaticus (1150-1220) historiador da dinamarca escreveu Gesta Danorum...”
  51. ”... De notar, ainda,a Gesta Danorum, de Saxo Grammaticus....”
  52. ”... A história de Hamlet foi narrada primeiramente por Saxo Grammaticus no séculoXIII...”
  53. ”... mas um conjunto de referências que vai do Saxo Grammaticus – livro de lendas nórdicas deonde Shakespeare teria tirado...”
  54. ”... coligida na obra Gesta Danorum (séc. XII) do clérigo dinamarquês Saxo Grammaticus...”
  55. ”... os gramáticos Sextus Pompeius Festus (sécs. II-III d. C.) e Saxo Grammaticus (séc. XII-XIII d. C.)...”
  56. "... O rei Horwendill, cujo nome Laforgue tirou da Historia Danica de Saxo Grammaticus, é libertino, pouco digno de admiração, opondo-se totalmente..."
  57. "... Ao escolher como hipotexto, no dizer de Genette (1982), as obras de Saxo Grammaticus, Shakespeare, Flaubert, Heine, Mallarmé, Anais do SILEL..."
  58. "... Na segunda metade do século VII, incorporou-se à tradição escrita quando o escritor Saxo Grammaticus a contou na sua obra Historia Danica..."
  59. "... do “gênero” enquanto formas variadas, antigas e modernas, como a coleção de narrativas heroicas dinamarquesas de Saxo Grammaticus..."
  60. ”... uma espécie de prólogo da peça, foi inspirado na Historia Danica de Saxo Grammaticus, (Shakespeare bebeu da mesma fonte para escrever a peça)...”
  61. "... “– Ah, está em Saxo Grammaticus!”..."
  62. ”... Shakespeare criou a figura de Ofélia, emprestando elementos de diferentes tradições literárias, tais como os contos nórdicos de Saxo Grammaticus…”
  63. ”... O cronista Saxo Grammaticus enumerou várias personagens viris e bélicas...”
  64. ”... escrita por um tal Saxo Grammaticus...”
  65. ”... que percorre pelo menos oito séculos, de Saxo Grammaticus (séc. XII)...”
  66. ”... foi descrita pela primeira vez em Gesta Danorum, uma obra do século XI produzida pelo estudioso cristão Saxo Grammaticus....”
  67. "... apontado por Hedeager em seu trabalho é que obras como a de Saxo Grammaticus sobre o povo dane, a de Snorri Sturluson sobre o povo norueguês..."
  68. "... Saxo Grammaticus nos fala na Gesta Danorum, esta ciência se esconde atrás das “runas”, aqui no senso secreto que ele celebra ter …"
  69. "... a um episódio narrado pelo Saxo Grammaticus, historiador medieval que viveu entre 1150 e 1220, autor da Gesta Danorum, primeira história..."
  70. "... Saxo Grammaticus, na sua obra Gesta Danorum, fornece diversos exemplos de intervenções de Óthinn junto a humanos..."
  71. ”... Como se isso não bastasse, Rainald era comprovadamente trilíngue (Latim, Alemão e Francês, segundo Saxo Grammaticus...”
  72. "... escrito no século XII-XIII por um clérigo dinamarquês sob o pseudônimo de Saxo Grammaticus, o qual, além de contar a história de Lagertha..."
  73. "... Gesta Danorum, escrito no século XII-XIII por um clérigo dinamarquês sob o pseudônimo de Saxo Grammaticus, o qual, além de contar..."
  74. "... A obra Gesta Danorum de Saxo Grammaticus não possui tradução para a língua portuguesa..."
  75. "... A primeira das obras que aqui trazemos é a Gesta Danorum do clérigo danês Saxo Grammaticus..."
  76. "... De acordo com Saxo Grammaticus em sua Gesta Danorum e as sagas islandesas Ragnars saga loðbrókar e Ragnarssona þáttr, a águia de sangue..."
  77. "... Entretanto, de acordo com Saxo Grammaticus, ele não foi rei, pois é sueco e não dinamarquês..."
  78. "... história sobre as tradições e os feitos dos heróis dinamarqueses, escrita por volta do século XIIXIII pelo historiador dinamarquês Saxo Grammaticus..."
  79. ”... teria sido preservada no século XIII pelo cronista Saxo Grammaticus em Gesta Danorum...”
  80. ”... produziram uma série de lendas e poemas mitológicos que foramcompilados por Saxo Grammaticus e Snorri Sturluson ...”
  81. ”… lexicógrafo Santos Saraiva (1993: 334) para o vocábulo latino Dani (cujo genitivo é bem conhecido das Gesta Danorum de Saxo Grammaticus
  82. ”... se aparenta muito com a maneira por que Saxo Grammaticus a mostra em seu texto...”
  83. ”... a lenda de Hamlet foi trazida pelo historiador dinamarquês Saxo Grammaticus...”
  84. ”... Saxo Grammaticus menciona o uso de runas para a escrita de cartas...”
  85. ”... Saxo Grammaticus afirma que Rainald era trilíngue...”
  86. ”... O mesmo é descrito por Saxo Grammaticus que chega a declarar que os deuses eram apenas homens que enganaram os povos do norte com falsa divindade...”
  87. "... Saxo Grammaticus (c. 1150-1220), um culto clérigo dinamarquês sob os serviços de Absalão (c. 1128-1201), arcebispo de Lund, também..."
  88. "... Inclusive, esta edição reproduz a página de rosto e a primeira página do Gesta Danorum, ou História Dânica, de Saxo Grammaticus..."
  89. ”... A lenda escandinava da Historiae Danicae, de Saxo Grammaticus (?1150-1206) é a fonte original não só do Hamlet de...”
  90. ”... Baseado em Hamlet de Shakespeare e na fábula Amlet de Saxo Grammaticus – historiador medieval dinamarquês – tem dramaturgia e encenação de Evill Rebouças...”
  91. ”... Aspectos do gênero historiográfico medieval a partir da Gesta Danorum de Saxo Grammaticus...”
  92. ”... quando foi publicada no terceiro livro da compilação Historia Danica do dinamarquês Saxo Grammaticus...”
  93. ”... Aspectos do gênero historiográfico medieval a partir da Gesta Danorum de Saxo Grammaticus...”
  94. ”... como a coleção de narrativas heroicas dinamarquesas de Saxo Grammaticus...”
  95. ”... a fonte mais importante é representada pelos Gesta Danorum, de Saxo Grammaticus...”
  96. ”... uma reunião de sagas dinamarquesas de Saxo Grammaticus (autor mencionado em “O recado do morro”)...”
  97. ”... uma adaptação que Guimarães Rosa fez de uma antiga lenda escandinava , sobre o herói Hrolf , transmitida por Saxo Grammaticus ( século XI)...”
  98. ”... Latinizado por Saxo Grammaticus como Othinus, no germânico Wotan e Ouvinno dialeto das costas setentrionais da Dinamarca (Ilhas Feroe)...”
  99. ”... Na versão do mito registrada por Saxo Grammaticus...”
  100. ”... Saxo Grammaticus (1150-1220) historiador da dinamarca escreveu Gesta Danorum...”
  101. ”... A lenda escandinava da Historiae Danicae, de Saxo Grammaticus (?1150-1206) é a fonte original não só do Hamlet de Shakespeare, mas também do filme de Nielsen...”


Aqui nós trabalhamos com qualidade de informação, não com quantidade, então tanto faz se vários acadêmicos que não são especializados nem em linguística, nem em latim, nem em dinamarquês, nem em Saxão Gramático, acha que é um nome dinamarquês que deve ser transcrito, e não traduzido como qualquer outro nome latino é quando se trata de língua portuguesa. Largar um monte de trechos usando essa versão aberrante, muitos dos quais são a mesma obra sendo citada várias vezes, não passa de pesquisa inédita para tentar justificar um uaabismo da convenção de nomenclatura chamando para uma competição de quem cita mais. Desculpe, mas você está desperdiçando seu tempo fazendo isto, acho que ninguém vai se impressionar com o número ou tentar competir. Leefeniaures audiendi audiat 22h27min de 10 de janeiro de 2021 (UTC)

Saxão Gramático[editar código-fonte]

Renomeação (15 de março de 2019)[editar código-fonte]

Symbol support vote.svg Concordo em mudar o nome para a forma Saxo Grammaticus, a forma correntemente usada em fontes académicas e em textos em português. Saxão gramático é uma forma com pouco uso em português, e foi introduzida em 2016, sem abertura de discussão nem apresentação de fontes comprovativas.

Fundamentação wikipédica para esta renomeação:

"nem apresentação de fontes comprovativas". É piada isso?--Rena (discussão) 17h19min de 31 de dezembro de 2018 (UTC)

Symbol opinion vote.svg Opinião Saxo Grammaticus parece ser a forma consagrada em fontes académicas em português. Saxão Gramático tem muito pouco uso.--HCa (discussão) 17h31min de 31 de dezembro de 2018 (UTC)

Por essa lógica, vamos então mover Júlio César para Iulius Caesar... tenha dó! Os nomes em latim sempre se traduziram! --Stego (discussão) 00h25min de 5 de janeiro de 2019 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Júlio César tem uso consagrado em textos em português, Iulius Caesar tem uso residual. Uma indicação do uso maioritário de Júlio César está no Google Scholar - 102 000 entradas [1], enquanto Iulius Caesar apenas conta com 215 entradas [2]. Na Wikipédia, deve ser usada a forma pela qual um nome é mais conhecido hoje em dia, a forma de uso corrente, a forma mais difundida, a forma usada e consagrada.HCa (discussão) 09h58min de 27 de outubro de 2019 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Em 15 de março de 2019, Saxão Gramático foi movido para Saxo Grammaticus, depois de uma proposta de renomeação em 15 de fevereiro de 2019, seguida de um mês para discussão. Em conformidade com as regras da Wikipédia.
Em 17 de março, um outro editor moveu Saxo Grammaticus para Saxão Gramático, sem apresentação de proposta de renomeação, nem discussão. Em desrespeito pelas regras da Wikipédia.
Um procedimento errado deve ser corrigido, e por isso acho que o título Saxo Grammaticus deve ser recuperado.HCa (discussão) 10h10min de 27 de outubro de 2019 (UTC)

Misericórdia, sempre se traduziram nomes latinos. É só tirar as letras repetidas, adaptar os dígrafos gregos e ditongos, pôr um acento na tônica e substituir a desinência pelo equivalente lusófono. Mania de querer deixar tudo com nome de remédio. Leefeniaures audiendi audiat 01h12min de 26 de novembro de 2020 (UTC)

Aliás, no presente caso nem precisamos aplicar esta lógica. "Saxão" e "gramático" são duas palavras amplamente atestadas na língua portuguesa, ambas adquiridas justamente com a aplicação desta lógica a Saxo e a grammaticus, respectivamente. Leefeniaures audiendi audiat 15h04min de 26 de novembro de 2020 (UTC)

Renomeação para Saxo Grammaticus (11 de janeiro de 2021)[editar código-fonte]

Symbol support vote.svg Concordo em mudar Saxão Gramático para Saxo Grammaticus, o nome pelo qual este historiador medieval dinamarquês é conhecido em português contemporâneo. É esse nome que (1) está respaldado em fontes lexicográficas, linguísticas e/ou académicas, e que (2) tem uso documentado em fontes lusófonas.
--HCa (discussão) 12h27min de 11 de janeiro de 2021 (UTC)

Você está abrindo a proposta, concordando consigo, dando uma opinião a favor e depois concordando novamente, é isso...? Leefeniaures audiendi audiat 13h02min de 11 de janeiro de 2021 (UTC)
Em 11 de janeiro de 2021, foi apresentada de novo uma proposta de renomeação de Saxão Gramático para Saxo Grammaticus, seguindo as recomendações da convenção de nomenclatura da Wikipédia nestes casos polémicos:
(1) Apresentar proposta de movimentação primeiro (WP:CNNTT)
(2) Utilizar a página de discussão antes de uma modificação que altere o contexto (WP:CNNTT)
(3) Preservar a grafia usada na edição anterior durante o período de discussão (WP:STATUSQUO).
--HCa (discussão) 14h32min de 11 de janeiro de 2021 (UTC)

Discordo. O nome de batismo deste historiógrafo dinamarquês é “Sakse”, e não “Saxo”. À época era comum latinizar os nomes dos escritores e outros sábios. O latim era a língua internacional por excelência. Sakse (Saxão, em português) destacou-se ao escrever a obra “Gesta Danorum” e por isso foi cognominado de “o Erudito” (Grammaticus, em latim). Como se trata de um artigo na Wikipédia da língua portuguesa, nada mais normal e lógico que se lhe chame “Saxão Gramático”, ou “Saxão, o Erudito”. É o que também ocorre, por exemplo, com “Nicolau Copérnico” (do polonês Mikołaj Kopernik, pelo latim Nicolaus Copernicus), Nicolau Maquiavel (do italiano Niccolò Machiavelli), entre outros. Se se pode usar o português, não há porque usar outra língua, mesmo que seja a nativa do biografado. Bado74 (discussão) 08h23min de 4 de março de 2021 (UTC)