Eleição presidencial nos Estados Unidos em 1840

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Eleição presidencial dos Estados Unidos em 1840
 

1836 ← Flag of the United States.svg → 1844


30 de outubro - 2 de dezembro de 1840
William Henry Harrison.jpg MartinVanBuren.png
Candidato William Henry Harrison Martin Van Buren
Partido Whig Democrata
Candidato para Vice-presidente John Tyler Richard Mentor Johnson
Colégio eleitoral 234 60
Vencedor em 19 estados 7 estados
Votos 1.275.390 1.128.854
Porcentagem 52,88% 46,81%
ElectoralCollege1840.svg

Seal of the President of the United States.svg
Presidente dos Estados Unidos

A eleição presidencial dos Estados Unidos de 1840 foi a décima-quarta no país. Nesta consulta assistiu-se à luta de Martin Van Buren pela sua reeleição numa situação de depressão económica, e um partido Whig unificado pela primeira vez pelo herói de guerra William Henry Harrison. Sob o lema "Tippecanoe and Tyler, too", os whigs derrotaram facilmente Van Buren.

Estas eleições foram as únicas onde os eleitores votavam em quatro homens que exerceram antes ou depois o cargo de presidentes dos Estados Unidos: o presidente em exercício, Martin Van Buren; o presidente eleito, William Henry Harrison; o vice-presidente eleito, John Tyler, que sucederia a Harrison quando este faleceu; e James K. Polk, que recebeu um voto eleitoral na sua luta pela vice-presidência.

Processo eleitoral[editar | editar código-fonte]

A partir de 1832, os candidatos para presidente e vice começaram a ser escolhidos através das Convenções. Os delegados partidários, escolhidos por cada estado para representá-los, escolhem quem será lançado candidato pelo partido. Os eleitores gerais elegem outros "eleitores" que formam o Colégio Eleitoral. A quantidade de "eleitores" por estado varia de acordo com a quantidade populacional do estado. Em quase todos os estados, o vencedor do voto popular leva todos os votos do Colégio Eleitoral.[1]

Convenções[editar | editar código-fonte]

Convenção Nacional do Partido Anti-Maçônico de 1838[editar | editar código-fonte]

Durante o período de Van Buren na presidência, o Partido Anti-Maçônico continuou a desintegrar-se com seus líderes mudando-se um por um para o Partido Whig. Os líderes do Anti-Maçônico convocaram uma conferência em Washington DC, em 1837, onde eles concordaram em manter o partido.[2]

Quando a terceira convenção nacional foi realizada em 1838, os jornais defenderam uma candidatura de Harrison. Naquela época, os líderes do Whig eram em sua maioria dividida entre Henry Clay e Daniel Webster como o candidato Whig de 1840. Muitos Whigs apoiaram Harrison e viu-se na convenção Anti-Maçônica como uma forma de introduzir o seu nome de volta na disputa.[2][3]

Na Convenção do Partido Whig escolhem William Henry Harrison como candidato. O Partido Anti-Maçônico não lança outro candidato e acaba desaparecendo.

Convenção Nacional do Partido Liberdade de 1840[editar | editar código-fonte]

Em 15 de novembro de 1839, o Partido Independência Anti-Escravidão nomeou James G. Birney para presidente e J. Francis LeMoyne para vice-presidente em Varsóvia (Nova Iorque). Os dois recusaram a candidatura, Birney estava disposto a correr, mas queria uma organização por trás dele. LeMoyne tinha medo de que uma corrida à vice-presidência poderia prejudicar os projetos anti-escravidão que ele estava envolvido.[4]

A primeira Convenção Nacional do Partido Liberdade foi realizada em Albany (Nova Iorque), nos dias 1 e 2 de abril de 1840. Havia 121 delegados presentes a partir de seis estados. A convenção nomeou o ex-proprietário de escravos James G. Birney para o presidente e o advogado Thomas Earle vice-presidente.[5]

Convenção Nacional do Partido Whig de 1839[editar | editar código-fonte]

Caricatura sobre as consequências do pânico de 1837.

Os Whigs realizaram a convenção em Harrisburg (Pensilvânia) entre 4 e 7 de dezembro de 1839, quase um ano antes da eleição. Os três principais candidatos foram William Henry Harrison, Winfield Scott e Henry Clay.[6]

Convenção Nacional do Partido Democrata de 1840[editar | editar código-fonte]

A terceira Convenção Nacional Democrata foi realizada em Baltimore (Maryland) entre 5 e 7 de maio de 1840. O presidente Martin Van Buren foi lançado para reeleição.[7]

Campanha[editar | editar código-fonte]

Tippecanoe and Tyler too, música da campanha de Harrison. Veja a letra no Wikisource.

Como consequência do pânico de 1837 (crise financeira), Van Buren era agora impopular, e Harrison, depois da estratégia de Andrew Jackson, agiu como herói de guerra e homem próximo do povo enquanto apresentava Van Buren como um snob rico que vivia rodeado de luxos a expensas dos cofres públicos. Harrison, assim, venceu as eleições. Embora a margem do voto popular tenha sido apenas de 6 pontos, a vitória eleitoral de Harrison foi contundente, tanto no norte, como no oeste e no sul.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Candidato presidencial Partido Estado de origem Voto popular(a) Colégio Eleitoral Running mate
Votos % Votos % Candidato vice-presidencial Estado de origem Colégio Eleitoral
William Henry Harrison Partido Whig Virgínia 1,275,390 52,88% 234 79,6% John Tyler Virgínia 234
Martin Van Buren Partido Democrata Nova Iorque 1,128,854 46,81% 60 20,4% Richard Mentor Johnson Kentucky 48
Littleton Waller Tazewell Virgínia 11
James K. Polk Carolina do Norte 1
James G. Birney Partido Liberdade Kentucky 6,797 0,28% 0 0% Thomas Earle Massachusetts 0
Outros 767 0,03% 0 0% Outros 0
Total 2,411,808 100% 294 100% 294
Votos minímos do Colégio Eleitoral de que se precisa para vencer 148 148

Fonte [8] - Voto popular:[9] Colégio Eleitoral:[10]

(a) Os valores do voto popular excluem Carolina do Sul, onde os eleitores foram escolhidos pela Assembleia Legislativa e não pelo voto popular.

Seleção dos "eleitores" do Colégio Eleitoral[editar | editar código-fonte]

Método de escolha dos "eleitores" do Colégio Eleitoral Estado (s)
Cada "eleitor" é nomeado pelo legislativo estadual. Carolina do Sul.
Cada "eleitor" é escolhido pelos eleitores em todo o estado. Todos os outros Estados.

Referências

  1. Eliene Percília. «Como é eleito o presidente nos Estados Unidos». Brasil Escola. Consultado em 19 de julho de 2011 
  2. a b c «Our Campaigns - U. S. President - AM Convention Race - Nov 13, 1838»  Acessado em 20/07/2011.
  3. Vermont Watchman, 1838/07/23
  4. «Our Campaigns - U.S. President - Independent Anti-Slavery Convention Race - Nov 13, 1839»  Acessado em 20/07/2011.
  5. «Our Campaigns - U.S. President - Liberty Convention Race - Apr 01, 1839»  Acessado em 20/07/2011.
  6. «Our Campaigns - U.S. President - Liberty Convention Race - Dec 04, 1839»  Acessado em 20/07/2011.
  7. «Our Campaigns - U.S. President - D Convention Race - May 05, 1840»  Acessado em 20/07/2011.
  8. Schlesinger, Arthur M., Jr. (ed.) (1971). History of American Presidential Elections. 1789–1968 (em inglês). 4 1 ed. [S.l.]: Chelsea House Publications. 4450 páginas. ISBN 0791057135 
  9. Leip, David. 1840 Election Results. Acessado em 20/07/2011.
  10. «U. S. Electoral College.»  1789-1996) Acessado em 20/07/2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre Eleições nos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.