Estrela do Norte (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Estrela do Norte
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Estrela do Norte
Bandeira
Brasão de armas de Estrela do Norte
Brasão de armas
Hino
Gentílico estrela-do-nortense
Localização
Localização de Estrela do Norte em São Paulo
Localização de Estrela do Norte em São Paulo
Estrela do Norte está localizado em: Brasil
Estrela do Norte
Localização de Estrela do Norte no Brasil
Mapa de Estrela do Norte
Coordenadas 22° 29' 16" S 51° 39' 36" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Narandiba, Sandovalina, Tarabai, Pirapozinho e Paraná
Distância até a capital Não disponível
História
Fundação 30 de dezembro de 1953 (68 anos)
Administração
Prefeito(a) Dehon Aparecido Toso (Cidadania, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 263,273 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 2 661 hab.
Densidade 10,1 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude 409 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,767 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 25 901,698 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 10 402,29

Estrela do Norte é um município brasileiro do estado de São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

Município criado por japoneses no início teve seu nome, como Patrimônio do Dragão. Anos depois, um morador da cidade que tinha uma fazenda em Minas Gerais como o nome de estrela do norte, colocou o mesmo nome no município. Estrela do Norte teve no total 11 prefeitos. Passou por situações financeiras difíceis por ter uma baixa arrecadação. A última administração municipal, houve um grande crescimento com várias obras de infraestrutura,mas uma parte de má administração deixou uma grande divida nos cofres públicos. Ao seu redor, encontra-se localizadas usinas de cana de açúcar, na qual se traz a renda de parte dos moradores.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 22º29'17" sul e a uma longitude 51º39'37" oeste, estando a uma altitude de 409 metros. Sua população estimada em 2007 era de 2.454 habitantes.

Possui uma área de 263,3 km².

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População Total: 2.625

  • Urbana: 1.786
  • Rural: 839
  • Homens: 1.361
  • Mulheres: 1.264

Densidade demográfica (hab./km²): 9,97

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 11,15

Expectativa de vida (anos): 74,96

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,42

Taxa de Alfabetização: 84,31%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,767

  • IDH-M Renda: 0,657
  • IDH-M Longevidade: 0,816
  • IDH-M Educação: 0,827

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade era atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[5], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[6], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[7] para suas operações de telefonia fixa.

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  6. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  7. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]