Érico, Duque de Västmanland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Eurico da Suécia)
Ir para: navegação, pesquisa
Érico
Príncipe da Suécia
Duque de Västmanland
Pai Gustavo V da Suécia
Mãe Vitória de Baden
Nascimento 20 de abril de 1889
Palácio de Estocolmo, Estocolmo, Suécia
Morte 20 de setembro de 1918 (29 anos)
Palácio de Drottningholm, Estocolmo, Suécia

Érico da Suécia e da Noruega, (20 de Abril de 1889 - 20 de Setembro de 1918), foi um príncipe sueco e duque de Västmanland. Era o filho mais novo do rei Gustavo V da Suécia, e da sua esposa, a princesa Vitória de Baden. Em 1904, Érico foi nomeado Cavaleiro da Ordem do Leão da Noruega pelo seu avô paterno, o rei Óscar II.

Vida[editar | editar código-fonte]

Érico da Suécia quando criança.

O príncipe Érico sofria de epilepsia e tinha algumas dificuldades de aprendizagem. O seu verdadeiro problema de saúde nunca foi divulgado, mas é possível que tenha sofrido um ferimento quando nasceu. Foi descrito como bonito e saudável fisicamente, interessando-se por desporto. Não se conseguia notar o seu problema mental em conversas curtas, mas este tornava-se aparente quando estas demoravam mais tempo.[1]

Devido ao seu problema, o príncipe aparecia muito raramente em público e vivia uma vida calma, longe da vida pública, muito semelhante à vida do príncipe João do Reino Unido. Uma vez que pertencia a uma família real, estava sempre presente nos retratos oficiais, mas não tinha qualquer função oficial. Entre 1907 e 1908 foi construída uma residência para ele, em Djursholm, uma comunidade verde relativamente recente em Estocolmo.

Muitos membros do mesmo pessoal que cuidava de Érico e dos seus irmãos quando eles eram mais novos continuaram a fazê-lo ao longo sa sua idade adulta. De duas em duas semanas, o príncipe podia ir até à capital, visitando por vezes a ópera e era apenas durante estas ocasiões que era visto em público, à excepção das fotografias oficiais.

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 1917, Érico queixou-se da sua vida isolada,[1] e decidiu-se que devia ser colocado numa nova residência, mais próxima de Estocolmo. Contudo, o príncipe acabaria por morrer no ano da epedemia da Gripe Espanhola, no Palácio de Drottningholm. Os seus pais não estavam presentes quando Érico morreu o que, segundo livros de memórias oficiais, causou grande desgosto ao seu pai durante os seus últimos anos de vida. A sua mãe, que também tinha uma saúde fraca, e passava parte do ano em Itália, estava no estrangeiro na altura. Os seus irmãos terão ficado muito afectados com a sua morte.[1]

A sua antiga residência em Germaniavägen foi comprada por privados na década de 1960 e actualmente é a residência do embaixador da África do Sul na Suécia.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Érico da Suécia em três gerações[2]
Érico da Suécia Pai:
Gustavo V da Suécia
Avô paterno:
Óscar II da Suécia
Bisavô paterno:
Óscar I da Suécia
Bisavó paterna:
Josefina de Leuchtenberg
Avó paterna:
Sofia de Nassau
Bisavô paterno:
Guilherme, Duque de Nassau
Bisavó paterna:
Paulina de Württemberg
Mãe:
Vitória de Baden
Avô materno:
Frederico I de Baden
Bisavô materno:
Leopoldo I de Baden
Bisavó materna:
Sofia da Suécia
Avó materna:
Luísa da Prússia
Bisavô materno:
Guilherme I da Alemanha
Bisavó materna:
Augusta de Saxe-Weimar

Referências

  1. a b c Staffan Skott: Alla dessa Bernadottar (Todos os Bernadottes) (1996) (Em Sueco)
  2. The Peerage, consultado a 31 de Maio de 2013
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Érico, Duque de Västmanland