Fernando Solanas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fernando Solanas
Fernando Pino Solanas
Nome completo Fernando Ezequiel Solanas
Nascimento 16 de fevereiro de 1936
Buenos Aires
Nacionalidade Argentina Argentino
Ocupação Cineasta
Festival de Cannes
Prémio de realização
1988
Festival de Berlim
Urso de Ouro Honorário
2004
IMDb: (inglês)

Fernando Ezequiel Solanas (Buenos Aires, 16 de fevereiro de 1936), mais conhecido como Fernando Solanas ou, ainda, Pino Solanas, é um diretor, roteirista, ator e produtor de cinema argentino.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • La Próxima Estación (2008) (direção, produção, roteiro)
  • Argentina latente (2007) (direção, produção, roteiro)
  • Carpani (2006) (ator) .... Ele mesmo
  • La dignidad de los nadies (2005) (direção, produção executiva, produção, roteiro, ator) .... voz
  • La resistencia (2005) .... Ele mesmo (entrevistado)
  • Memoria del saqueo (2004) (direção, produção executiva, produção, roteiro) (ator) .... voz
  • Afrodita, el sabor del amor (2001) (direção, roteiro)
  • Che: muerte de la utopia? (1999)
  • La nube (1998) (direção, produção executiva, produção, roteiro, ator)
  • El viaje (1992) (direção, produção, roteiro)
  • Sur (filme)|Sur (1988) (direção, produção, roteiro)
  • El exilio de Gardel (Tangos) (1985) (direção, produção, roteiro, ator) .... Discépolo
  • Le regard des autres (1980) (direção, roteiro)
  • Los hijos de fierro (1972) (direção, roteiro)
  • El camino hacia la muerte del viejo Reales (1971) (produção, roteiro)
  • Perón: Actualización política y doctrinaria para la toma del poder (1971) (direção)
  • Perón: La revolución justicialista (1971) (direção)
  • Argentina, mayo de 1969: Los caminos de la liberación (1969) (produção)
  • Hora de los hornos: Notas y testimonios sobre el neocolonialismo, la violencia y la liberación, La (1968) (direção, produção, roteiro, ator .... narrador
  • Reflexión ciudadana (1963) (direção, produção, roteiro)
  • Dar la cara (1962) (ator) .... Extra
  • Seguir andando (1962) (direção, produção, roteiro)
  • Sin memoria (1961) (ator)
  • El hombre que vio al Mesías (1959) (ator)
  • La guerra del fracking (2013) (Roteiro, direção e produção)[1][2]


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Fernando Solanas
Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.