Flight

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flight
Decisão de Risco (PT)
O Voo (BR)
Poster oficial do filme.
 Estados Unidos
2012 •  cor •  139 min 
Direção Robert Zemeckis
Produção Laurie MacDonald
Walter F. Parkes
Jack Rapke
Roteiro John Gatins
Elenco Denzel Washington
Don Cheadle
Kelly Reilly
John Goodman
Gênero Drama
Companhia(s) produtora(s) Parkes MacDonald + Prods.
ImageMovers
Distribuição Paramount Pictures
Idioma Inglês
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Flight é um filme de drama produzido e realizado nos Estados Unidos, dirigido e co-produzido por Robert Zemeckis, escrito por John Gatins e estrelado por Denzel Washington, com Don Cheadle, Melissa Leo, Bruce Greenwood, Kelly Reilly e John Goodman. Flight é o primeiro filme live-action de Robert Zemeckis, depois de Cast Away, lançado em 2000. Foi exibido pela primeira vez em 14 de outubro de 2012 no New York Film Festival,[1] mas apenas lançado nos cinemas em 2 de novembro de 2012 nos Estados Unidos[2] e 8 de fevereiro de 2013 no Brasil.[3]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Era para ser um voo de rotina entre Orlando e Atlanta. Porém, o voo SouthJet 227 já estava com seu destino traçado. Há uma grande turbulência na decolagem, superada pelo piloto William "Whip" Whitaker. Depois de o avião ficar à altura de voo de cruzeiro, o copiloto Ken Evans assume. William sai da cabine, fala aos passageiros e depois vai à copa e ingere uma bebida alcoólica com suco de laranja. Ele retorna ao seu assento e adormece. Subitamente, o copiloto nota uma grave perda de controle da aeronave, que inicia um mergulho irreversível. O Capitão Whip volta a si e começa a executar manobras impressionantes, inclusive colocando a aeronave a voar invertida. Com isso conseguiu deter o mergulho e fez com que o avião planasse. Dois motores ficam inoperantes e o capitão gira o avião em seu eixo longitudinal, colocando-o de volta na posição de voo normal. Devido à experiência de Whip a aeronave faz uma aterrissagem de emergência e grande parte dos passageiros se salva. Mas há 6 mortes, inclusive a comissária Katerina "Trina" Márquez, amante de Whip. O capitão Whip tinha problemas com uso de cocaína e alcoolismo e no dia do acidente tinha consumido droga e bebidas alcoólicas. Depois do acidente Whip é afastado de suas atividades como piloto e é iniciada a investigação pelo órgão americano NTSB e Whip, que era tido como herói, passa a ser suspeito de ter pilotado sob efeito de substâncias psicotrópicas.

Os jornalistas começam a persegui-lo e Whip é alertado: pode perder a licença de piloto de avião e ser preso se for provada negligência profissional. Um antigo amigo de Whip e ex-piloto de avião Charlie Anderson, que representa o sindicato dos pilotos, chama o advogado Hugh Lang, que tem uma vasta experiência em casos de acidentes aéreos, para defender Whip nas acusações feitas pelo NTSB. Os dois orientam o comandante Whip durante a investigação, porém Whip continua a usar drogas e a beber em excesso. Exatamente na noite anterior ao interrogatório, Whip se encontra confinado em um quarto de hotel vigiado e sem qualquer tipo de substância alcoólica ou droga, mas encontra uma porta que liga a um outro quarto com bebidas. No dia seguinte, Charlie e Hugh encontram Whip completamente bêbado. O piloto pede que chamem Harling Mays, um traficante que lhe dá cocaína para disfarçar os efeitos da bebida. Aparentando estar normal, Whip vai para o interrogatório do NTSB. Whip mente e nega ter consumido álcool durante o voo mas não consegue deixar que a comissária Trina seja responsabilizada por aquilo no seu lugar. Acaba confessando ter sido ele quem bebeu e é condenado a uma pena de prisão. A trama termina com Whip dando um depoimento a outros presos sobre sua vida de glamour como piloto de linha aérea e as mentiras que estavam por trás dela. Depois ele recebe a visita de seu filho que passa a ficar mais próximo depois de Whip ter confessado a sua culpa e decidido acabar com as mentiras.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Robert Zemeckis entrou em negociações para dirigir Flight em abril de 2011,[4] e no início de junho de 2011 já havia aceitado, com Denzel Washington prestes a finalizar o suas negociações para atuar no filme.[5] Em meados de setembro de 2011, Kelly Reilly estava em negociações para interpretar o papel feminino principal,[6] com Don Cheadle,[7] Bruce Greenwood,[7] e John Goodman[8] também entrando em negociações, e Melissa Leo e James Badge Dale em negociações finais.[9]

Para interpretar a personagem Nicole Maggen foram cogitadas os nomes de Olivia Wilde e Dominique McElligott. Mas o papel acabou ficando com Kelly Reilly.[10] Flight é o segundo filme em que os atores Denzel Washington e John Goodman trabalham juntos, o anterior foi Fallen, lançado em 1998.[10]

Referências

  1. Betsy Kim (8 de novembro de 2012). «50th New York Film Festival: 'Flight' - 14 October 2012» (em inglês). PopMatters. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
  2. «Release dates for - Flight (2012/I)» (em inglês). Internet Movie Database. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
  3. «Agenda de estreias - 08 fevereiro 2013». AdoroCinema. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
  4. Borys Kit (20 de abril de 2011). «Robert Zemeckis in Talks for Live-Action 'Flight' With Denzel Washington Circling» (em inglês). The Hollywood Reporter. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
  5. Steven Zeitchik (3 de junho de 2011). «Robert Zemeckis finally looks to take 'Flight'» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
  6. Mike Fleming Jr (12 de setembro de 2012). «Paramount And Robert Zemeckis Eye Kelly Reilly For ‘Flight’ Lead» (em inglês). Deadline. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
  7. a b Clint Morris (22 de setembro de 2011). «Exclusive : Cheadle, Greenwood join Zemeckis’s Flight» (em inglês). MovieHole.net. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
  8. Mike Fleming Jr (28 de setembro de 2011). «John Goodman Boards Paramount’s ‘Flight’» (em inglês). Deadline.com. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
  9. Borys Kit (30 de outubro de 2011). «Melissa Leo, James Badge Dale Booking 'Flight' (Exclusive)» (em inglês). The Hollywood Reporter. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
  10. a b «Curiosidades, bastidores, novidades, e até segredos escondidos de "O Voo"». AdoroCinema. Consultado em 4 de janeiro de 2012. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.