Hélio Miguel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outro Neneca, veja Neneca.
Neneca
Informações pessoais
Nome completo Hélio Miguel
Data de nasc. 18 de dezembro de 1947
Local de nasc. Londrina (PR), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Falecido em 25 de janeiro de 2015 (67 anos)[1]
Informações profissionais
Período em atividade 1968–1986 (18 anos)
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1966-1967 Brasil Portuguesa (PR)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1968–1972
1973
1974–1975
1976–1980
1980–1981
1981–1984
1985
1985
1986
1986
Brasil Paraná Esporte Clube
Brasil América (MG)
BrasilNáutico (PE)
Brasil Guarani (SP)
Brasil Operário (MT)
Brasil Londrina (PR)
Brasil Bragantino (SP)
Brasil Fluminense (BA)
Brasil Votuporanguense (SP)
Brasil Londrina (PR)

Hélio Miguel, também conhecido como Neneca (Londrina,18 de dezembro de 1947 - Londrina, 25 de janeiro de 2015) foi um futebolista brasileiro.

História[editar | editar código-fonte]

Hélio Miguel iniciou sua carreira jogando pela Portuguesa Londrinense, profissionalizou-se em 1968 pelo Paraná Esporte Clube (extinto clube londrinense, sucessor do também extinto São Paulo de Londrina), transferiu-se para o América mineiro, em 1973, pelas mãos do treinador Orlando Fantoni onde se destacou pela saída rápida e precisa que se transformavam em perigosos contra-ataques. Neste ano, o América obteve sua melhor colocação no Campeonato Brasileiro e Neneca conseguiu manter-se invicto, sem levar gols, por 537 minutos.[2]

Foi para o Clube Náutico Capibaribe em 1974, sagrando-se Campeão Pernambucano. Em 1974, jogando pelo Náutico quebrou o recorde mundial de tempo sem levar gols: 1.636 minutos em 18 partidas.[3][4]

Sua fase mais gloriosa foi pelo Guarani Futebol Clube, clube que defendeu de 1976 até 1980, onde se sagrou Campeão Brasileiro de 1978.

também defendeu a meta de clubes, como: Operário Futebol Clube Ltda. (1980-81), Londrina Esporte Clube(1981-84), onde sagrou-se Campeão Paranaense em 1981. Passou pelo Clube Atlético Bragantino (1985), Fluminense de Feira Futebol Clube (1985), Clube Atlético Votuporanguense (1986), retornando ao Londrina E.C. em 1986, onde encerrou sua carreira de jogador.

Morreu com leucemia em Londrina, no interior do Paraná a 25 de janeiro de 2015[1].

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • Campeão pernambucano (1974)
  • Campeão Brasileiro (1978)
  • Campeão Paranaense (1981)
  • Campeão Mato-Grossense (1981)[5]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Neneca, campeão brasileiro com o Guarani em 1978, morre em Londrina». Consultado em 25 de janeiro de 2015 
  2. «O Historiador». www.google.com.br. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  3. «Recorde: Juliano supera Neneca e vira o novo recordista no gol do Guarani». www.futebolinterior.com.br/. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  4. «Neneca, recordista mundial de tempo sem levar gols». www.planetasercomtel.com.br/. Consultado em 19 de janeiro de 2014 
  5. «NENECA». www.marcelodieguez.com.br/. Consultado em 24 de janeiro de 2014 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.