Hassan Fathy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde março de 2017)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Mesquita de Nova Gourna

Hassan Fathy (em árabe: حسن فتحي, Alexandria, Egito, 1900 - Cairo, Egito, 1989) foi um arquiteto, engenheiro e inventor egípcio.

Crítico da industrialização da construção, voltou-se para o estudo das construções rurais da sua região, especialmente a construção artesanal com tijolos de adobe.

A partir de estudos de campo redescobriu a construção de cúpulas de tijolos sem o uso de formas, tecnologia autóctone que parecia estar esquecida.

É o arquiteto mais conhecido do Egito.

Fathy foi reconhecido com o Prémio Aga Khan de Arquitetura em 1980.

Fathy utilizou métodos de desenho e materiais tradicionais. Integrou o conhecimento da situação económica das zonas rurais do Egito com a arquitetura tradicional e as técnicas de desenho urbanístico. Incentivou e capacitou os habitantes do lugar para fazerem os próprios materiais e construir os seus próprios edifícios.

As condições climáticas, as considerações de saúde pública, e as habilidades dos ofícios tradicionais também determinaram o seu estilo.

Ocupou diversos cargos governamentais, entre 1980 e o ano da sua morte, em 1989.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Construindo com o povo - arquitetura para os pobres; Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1982

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]