Hong Xiuquan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hong Xiuquan
Nascimento 1 de janeiro de 1814
Huadu
Morte 1 de junho de 1864 (50 anos)
Nanquim
Cidadania Dinastia Qing, Reino Celestial Taiping
Filho(s) Hong Tianguifu
Ocupação político, professor
TaiPingRevolutionSeal.png
Causa da morte intoxicação

Hong Xiuquan (Guangdong, 1 de janeiro de 1814Nanquim, 1 de junho de 1864) foi um revolucionário religioso chinês que liderou a rebelião Taiping.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Estátua de Hong Xiuquan em Nanquim.

Nasceu no seio de uma família hakka pobre, em Guangdong, mas conseguiu educar-se. Por volta dos 20 anos, contraiu uma doença grave, durante a qual tinha visões místicas. Mais tarde, aprovado nos exames de manchu, converteu-se ao Cristianismo e logo auto-denominou-se "o mais jovem irmão de Jesus",[1] o "filho de Deus, mandado por Ele para salvar a China".

Conseguiu um grande número de adeptos pobres, iniciando sua rebelião em 1850, na província de Guangxi, e estendendo-se rapidamente pela região do Yangtzé. Os rebeldes tomaram Nanquim (Nanjing) e chegaram a desfechar um ataque malsucedido a Pequim (Beijing).

Em Nanquim, Xiuquan estabeleceu uma teocracia autoritária, impondo uma disciplina extrema às suas tropas. Nesse tempo, levou a cabo uma tradução chinesa da Bíblia.

Mas o governo central da China reagiu e tropas imperiais - auxiliadas por militares ingleses e mercenários norte-americanos - esmagaram a revolta. Cercado em Nanquim, Hong Xiuquan suicidou-se, trespassando-se com uma espada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hong Xiuquan
  • Toledo, J. Dicionário de Suicidas Ilustres. Rio de Janeiro: Ed. Record, 1999. ISBN 85-01-05335-X

Referências

  1. Hong-bŏm Yi, Hong Beom Rhee (2006). Asian Millenarianism: An Interdisciplinary Study of the Taiping and Tonghak Rebellions in a Global Context. [S.l.]: Cambria Press, (em inglês), pág. 257. ISBN 9781934043424  12/10/2019.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.