Rebelião Taiping

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rebelião Taiping
Naval battle between Taiping-Qing on Yangtze.jpg
Batalha do Rio Azul
Data Dezembro de 1850 a Agosto de 1864
Local China
Desfecho Vitória da Dinastia Manchu, Queda do Reino Celestial Taiping e Enfraquecimento da dinastia Manchu
Combatentes
China Qing Dynasty Flag 1889.svg Dinastia Qing
Aliados:
Flag of the United Kingdom.svg Reino Unido
Flag of France.svg França
Flag of the Red Cross.svg Reino Celestial Taiping
Principais líderes
China Qing Dynasty Flag 1889.svg Xianfeng
China Qing Dynasty Flag 1889.svg Tongzhi
China Qing Dynasty Flag 1889.svg Tseu-Hi
China Qing Dynasty Flag 1889.svg Zeng Guofan
China Qing Dynasty Flag 1889.svg Sengge Rinchen
Zuo Zongtang
Flag of the United Kingdom.svg Charles George Gordon
Flag of the United States.svg Frederick Townsend Ward
Flag of the United States.svg Henry Andres Burgevine
China Qing Dynasty Flag 1889.svg Guam Wing
Flag of the Red Cross.svg Hong Xiuquan
Flag of the Red Cross.svg Yang Xiuqing
Flag of the Red Cross.svg Xiao Chaogui
Feng Yunshan
Wei Changhui
Flag of the Red Cross.svg Shi Dakai
Flag of the Red Cross.svg Li Xiucheng
Forças
2 000 000 a 5 000 000 Exército regular
340 000 milícia
1 000 000 a 3 000 000 de rebeldes
100 000 do sexo feminino
Vítimas
Mais de 56 000 soldados mortos Cerca de 400 000 soldados mortos
History of China.gif
História da China
ANTIGA
Dinastia Zhou 1122/1027 AEC–221 AEC
Dinastia Chin 221 AEC–206 AEC
Dinastia Han Ocidental 206 AEC–220 EC
Dinastia Xin
Dinastia Han Oriental
Três Reinos 220–280
  Wei, Shu & Wu
Dezesseis Reinos
304–439
Dinastia Sui 581–618
Dinastia Tang 618–907
5 Dinastias e
10 Reinos

907–960
Dinastia Liao
907–1125
Dinastia Song
960–1279
  Song do Norte Xia
  Song do Sul Jin
Dinastia Yuan 1271–1368
Dinastia Ming 1368–1644
Dinastia Qing 1644–1911
MODERNA
República da China 1912–1949
República Popular
da China

1949–presente
Republica
da China (Taiwan)

1945–presente
Selo da Rebelião Taiping

A Rebelião Taiping (1851-1864) foi um dos conflitos mais sangrentos da história, um confronto entre as forças da China imperial e um grupo inspirado por um místico autoproclamado, chamado Hong Xiuquan, que se dizia cristão e também intitulava-se irmão de Cristo. Seu objetivo era criar uma nova cultura, substituindo a tradição confucionista e budista por algo "novo" - moldado conforme às suas idéias.

A rebelião começou na província de Guangxi e estendeu-se rapidamente pela região do Rio Azul. Os rebeldes tomaram Nanquim e desfecharam um ataque malsucedido a Pequim. As tropas imperiais foram auxiliadas por militares ingleses e mercenários estadunidenses e esmagaram a revolta reconquistando Nanquim, num cerco onde pereceu Hong Xiuquan. O regime Qing, no entanto, jamais se restabeleceu da guerra civil e a ideologia dos revoltosos de Taiping — um misto de cristianismo e teorias radicais de igualdade social — influenciou grupos revolucionários posteriores, inclusive o Partido Comunista Chinês. Um dos conflitos mais sangrentos da História, envolveu cerca de 20 000 000 de militares e civis.

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.