IC2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo objeto celeste, veja IC 2.


IC 2 - Itinerários Complementares de Portugal
IC 2
330
Cruza com:
 A 1 ,  A 9 ,  A 12 ,  A 15 ,  A 20 ,  A 25 ,  A 29 ,  A 32 ,  A 41 ,  A 44 , IP3, IC 1, IC 3, IC 8, IC 24, N 1, N 3, N 8, N 8-6, N 16, N 16-2, N 109, N 111, N 113, N 114, N 224, N 227, N 230, N 234, N 235, N 237, N 242, N 243, N 333, N 341, N 342 N 347, N 356, N 366

O IC2 - Itinerário Complementar n.º2 é uma via rodoviária que consiste numa variante, supostamente contínua, à Estrada Nacional nº1, ligando as duas principais cidades portuguesas, Lisboa e Porto.

O IC 2 é uma via com perfil de auto-estrada, com esse nome, nas proximidades de Coimbra e de Santa Iria de Azoia até Lisboa, e integrado noutras auto-estradas, de Oliveira de Azeméis até Gaia (A 32) e de Leiria à Batalha (A 19). Em estudo está também a passagem ao formato de auto-estrada do troço entre Oliveira de Azeméis e Coimbra (Concessão Auto-Estradas do Centro).

O restante percurso entre Lisboa e o Porto corresponde, grosso modo, ao traçado da antiga EN 1, pontuado por alguns troços de via rápida que contornam as maiores vilas e cidades do percurso, nomeadamente Rio Maior (20 km), Leiria (10 km), Pombal (1,6 km), Águeda (13,5 km) e Albergaria-a-Velha (2,6 km), bem como algumas ligações que atravessam vários concelhos, como as que decorrem entre Coimbra e Condeixa-a-Nova, e entre Oliveira de Azeméis e São João da Madeira.

Em 2014 foi considerado um dos troços mais perigosos de Portugal, em 10 anos morreram 77 condutores no IC2 a norte de Leiria, ficou apelidada como "Corredor da Morte".

Troço Estado (2020) km
Sacavém - Santa Iria da Azóia Em serviço (1998)
7
Santa Iria da Azóia - Vila Franca de Xira [1] Projecto nunca executado
Variante de Alenquer Em serviço (08/08/2003)[2]
2
Aveiras de Cima - Carregado [1]

(traçado alternativo aproveitando o troço

da N 366 entre Alcoentre e Aveiras de Cima)

Projecto nunca executado
Variante de Rio Maior

(Quebradas- Venda das Raparigas)

Em serviço (1989)
20
Variante da Batalha

(São Jorge - Azoia)

Em serviço (19/11/2011)[3]Construída como auto-estrada

com portagens ( A 19 )

10
Variante de Leiria

(Azoia - Leiria norte)

Em serviço (1977)[3]Duplicada (12/2010)

entre Azoia e a N 109 ( A 19 )

10
Variante de Pombal Em serviço
1,6
Condeixa-a-Nova - Antanhol Em serviço (1999)
10,3
Variante Sul de Coimbra

(Antanhol - Açude-ponte)

Em serviço (12/09/2010)[4]
8,3
Acesso Norte a Coimbra

(Açude-ponte - Sargento-Mor)

Em serviço (13/09/1991)[5]
6,7
Variante da Mealhada e da Malaposta [6] Projecto nunca executado
Variante de Águeda

(Mourisca do Vouga - Aguada de Baixo)

Em serviço (1998)
10,5
variante de Albergaria-a-Velha Em serviço
2,7
Variante à Branca [7] Projecto nunca executado
Variante de Oliveira de Azeméis

(Travanca - Cucujães)

Em serviço (10/09/1991)[8]
8
Variante de São João da Madeira

(Cucujães - Arrifana)

Em serviço (1985) [9]
7
Arrifana - Carvalhos [10] Projecto abandonado

em favor da  A 32