Igor Shalimov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Igor Shalimov
Игорь Шалимов
Igor Shalimov.jpg
Informações pessoais
Nome completo Igor Mikhaylovich Shalimov
Data de nasc. 2 de fevereiro de 1969 (48 anos)
Local de nasc. Moscou, Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg União Soviética
Altura 1.82
Informações profissionais
Posição Meio-campista (aposentado)
Clubes de juventude
1976-1980
1980-1986
Flag of the Soviet Union (1955-1980).svg Lokomotiv Moscou
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Spartak Moscou
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1986–1991
1991–1992
1992–1994
1994–1995
1995–1996
1995–1996
1996–1998
1998–1999
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Spartak Moscou
Itália Foggia
Itália Internazionale
Alemanha Duisburg
Suíça Lugano
Itália Udinese
Itália Bologna
Itália Napoli
95 (20)
33 (9)
50 (11)
21 (0)
12 (4)
20 (0)
34 (5)
19 (2)
Seleção nacional
1990–1991
1992
1992-1998
Flag of the Soviet Union.svg União Soviética
CIS.svg CEI
Flag of Russia.svg Rússia
20 (2)
4 (0)
23 (3)

Igor Mikhaylovich Shalimov - em russo, Игорь Михайлович Шалимов (Moscou, 2 de fevereiro de 1969) é um ex-jogador de futebol russo.

Jogador do meio-de-campo, começou a carreira em 1986 no Spartak Moscou, já tendo atuado nas categorias de base do clube e, anteriormente, nas do Lokomotiv Moscou. A conquista do campeonato soviético de 1989 (que igualava até então o número de conquistas do rival ucraniano Dínamo Kiev na competição) lhe deu visibilidade para no ano seguinte estrear pela Seleção Soviética e ir para a Copa do Mundo de 1990 (que viria a ser a última disputada pelo país).

A URSS caiu na primeira fase do mundial, mas naquele mesmo ano Shalimov seria campeão europeu pela equipe sub-21 do país. Em 1991, poucos meses antes da extinção do país, Shalimov e seu colega de Seleção sub-21 Igor Kolyvanov foram contratados pelo clube italiano Foggia; no mesmo ano, o Spartak Moscou seria vice-campeão da última edição do campeonato nacional e, como aquela acabaria sendo a última edição do torneio, o clube perdera a chance de igualar novamente o Dínamo Kiev (campeão de 1990). Shalimov ficaria apenas uma temporada no clube, marcando 9 gols em 33 jogos - bom número para um meia no difícil futebol italiano. Em seguida, foi levado pela Inter de Milão.

Shalimov, que atuara pela CEI na Eurocopa 1992, acabou, juntamente com Kolyvanov e outras estrelas da Seleção Russa, brigando com o técnico Pavel Sadyrin, não sendo chamado para a Copa do Mundo de 1994. Apagado, o país caiu na primeira fase. Ainda em 1994, Shalimov passaria a rodar por diversas equipes até encerrar a carreira em 1999, no Napoli, após ser banido por dois anos ao ser pego em exame antidoping com a substância nandrolona no corpo. Ele alegou que a substância fazia parte de um medicamento que lhe deram quando estava internado com sangramentos internos em um hospital de Moscou.