Irio De Paula

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Irio De Paula
Irio De Paula, em retrato de 1986
(foto:Augusto De Luca)
Informação geral
Nome completo Irio Nepomuceno de Paula
Nascimento 10 de maio de 1939
Local de nascimento Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
País Brasil
Data de morte 23 de maio de 2017 (78 anos)
Local de morte Roma, Itália
Gênero(s) Bossa nova, samba
Instrumento(s) Vocal, violão
Período em atividade Anos 70 - 2017

Irio Nepomuceno de Paula, mais conhecido como Irio De Paula (Rio de Janeiro, 10 de maio de 1939 - Roma, 23 de maio de 2017[1]), foi um cantor, compositor e violonista brasileiro, radicado na Itália.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Músico autodidata, inicialmente era membro do grupo Brasil 40 Graus, com o qual gravou um álbum homônimo em 1966.[2] Chegou na Itália nos anos 70, acompanhando Elza Soares em turnê, e lá colaborou, como músico de sessão, com Chico Buarque na gravação do disco Per un Pugno di Samba. Em 1973 escreveu a canção "Criança", que fez parte do filme L'ultima neve di primavera.

Com o seu violão, acompanhou vários artistas famosos, entre os quais destacam-se Sérgio Mendes, Elza Soares, Baden Powell e Astrud Gilberto.

Ao longo da carreira gravou mais de cinquenta discos, em várias formações e a solo. Colaborou com outros artistas, entre os quais Gato Barbieri, Chet Baker, Tal Farlow e Archie Shepp.[2]

Irio de Paula em 1986 com Mario Fasciano.

Discografia parcial[editar | editar código-fonte]

  • 1966 - Brasil 40° (com Grupo Brasil 40 Graus)
  • 1967 - America do Sul (com Juares Santana Group)
  • 1970 - Per Un Pugno di Samba (Chico Buarque De Hollanda com Ennio Morricone e IdP)
  • 1972 - Balanço (com IDP Quarteto)
  • 1973 - Amico Flauto (Gino Marinacci, Armando Trovajoli, IdP)
  • 1974 - Maracanà (IDP Trio)
  • 1974 - Jac's Antology (Sal Nistico, Steve Grossman, IDP Group)
  • 1975 - Jazz a confronto (Dannie Richmond, Don Pullen, IDP Group)
  • 1976 - Casinha Branca (IDP Trio com l'orchestra di C. Santucci)
  • 1976 - Trio (De Paula-Urso-Vieira)
  • 1976 - Manaus (De Paula-Urso-Vieira)
  • 1982 - Brasil Jerimum (T. da Costa, IDP)
  • 1982 - Saudade do Brasil (IDP)
  • 1983 - Samba no Violão (IDP solo)
  • 1984 - Triangoli (De Paula-Urso-Mazzei)
  • 1986 - Amicale (IDP Quartet & Fasciano)
  • 1987 - Nossa Amizade (IDP & Cidinho Teixeira)
  • 1988 - Onirikos (Samambaja Group & IDP)
  • 1988 - Il Brasile di De Moraes, B.Powell, Jobim, Lobo.. (IDP solo)
  • 1988 - Doce Violao (IDP solo)
  • 1989 - Mc Collection (IDP solo)
  • 1990 - At The Green Leaves (IDP Quartet)
  • 1993 - Branco e preto (IDP Quartet)
  • 1995 - Sozinho (IDP solo)
  • 1995 -Delicatessen (IDP & Renato Sellani)
  • 1996 - Jazz-samba ao vivo - (IDP solo) (ao vivo no Teatro Rossini di Pesaro)
  • 1997 - Valeu! - (IDP violão acustico, elétrico, baixo, percussão, voz)
  • 1997 - Viagem (IDP solo)
  • 1998 - Retrato do Rio (ao vivo no Rio de Janeiro)
  • 1998 - Dança do cafè (ao vivo)
  • 1999 - Live At The Brass Group Jazz Club (ao vivo em Acireale)
  • 1999 - Live Collection Vol.1 (IDP-R.Brecker-M.Maineri)
  • 1999 - Sem Batera (IDP-Vannucchi-Rosciglione)
  • 1999 - Live al Festival Jazz di Chioggia '96 (IDP quartetto) (ao vivo em Chioggia)
  • 2000 - West Orange (I. De Paula & N.Y. Friends) (gravado em Nova Iorque)
  • 2000 - Sarava' Jobim (gravado em Nova Iorque com arcos)
  • 2000 - Ainda Sozinho (IDP solo)
  • 2001 - Encontro (IDP & Phil Woods no clarinete)
  • 2001 - Sossego (IDP & R.Sellani)
  • 2002 - Ubijazz 2001 - Live At Jazz Café
  • 2002 - Duas Contas (IDP & Lee Konitz)
  • 2002 - Jazz in The House (IDP-J.Cobb-M.Faraò-P.Benedettini) (ao vivo em Pisa)
  • 2002 - Con alma - (IDP & Franco D'Andrea) (ao vivo no Teatro L. Rossi)
  • 2003 - Sem Batera 2002 - (IDP-M.Faraò-A.Zunino)
  • 2003 - Amigo Baden - (IDP solo)
  • 2003 - Just Friends - (IDP, R.Sellani Trio, Gianni Basso)
  • 2003 - Duetando - (IDP & amigos)
  • 2003 - Once I Loved - (IDP & F.Bosso)
  • 2004 - Recado - (IDP & G.Basso)
  • 2004 - Lembrando Wes Montgomery (IDP violão eletrico, orgão, bateria, vibráfono)
  • 2004 - Bate Papo - Dois violões (IDP & Roberto De Paula)
  • 2004 - Four for jazz - (IDP-F.Bosso-M.Moriconi-T.Manzi)
  • 2005 - Sozinho Ao Vivo (ao vivo no teatro L.Rossi e Cicconi)
  • 2006 - Blues for New Orleans (IDP & Phil Woods)
  • 2006 - O Amor em Paz - (IDP & Gianni Basso)
  • 2007 - Choros Cariocas (cavaquinho-Chit. 6 e 7cordas - pandeiro)
  • 2007 - Viajando (IDP violão acustico - 11 canções originais)
  • 2007 - Trio SambaJazz (IDP violão elétrico + baixo elétrico + bateria)
  • 2007 - Retrato do Rio (IDP & brazilian friends)

Referências

  1. Enzo Stroscio (23 de maio de 2017). «R.I.P. Irio De Paula: altre corde per il Paradiso dei Musici» (em italiano). globusmagazine.it. Consultado em 25 de maio de 2017. 
  2. a b Brunello Vescovi (16 de setembro de 2013). «Irio De Paula, l'autodidatta ricco di genio» (em italiano). La Stampa. Consultado em 25 de maio de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.