José Rollemberg Leite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
José Rollemberg Leite
Governador de Sergipe Sergipe
Período de 15 de março de 1975
a 15 de março de 1979
Antecessor(a) Paulo Barreto de Menezes
Sucessor(a) Augusto Franco
Senador de Sergipe Sergipe
Período 1965-1970
Governador de Sergipe Sergipe
Período de 29 de março de 1947
a 31 de janeiro de 1951
Antecessor(a) Joaquim Sabino Ribeiro
Sucessor(a) Arnaldo Garcez
Dados pessoais
Nascimento 19 de setembro de 1912
Riachuelo Sergipe
Morte 24 de outubro de 1996 (84 anos)
Aracaju Sergipe
Alma mater Escola de Ouro Preto
Cônjuge Maria de Lourdes Silveira Leite
Partido PSD, ARENA e PDS
Profissão engenheiro

José Rollemberg Leite (Riachuelo, 19 de setembro de 1912 — Aracaju, 24 de outubro de 1996) foi um engenheiro e politico brasileiro. Foi senador pelo Estado de Sergipe e governador desse estado.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filho Silvio César Leite e Lourença Rollemberg Leite. Pelo lado paterno era neto de Gonçalo de Faro Rollemberg, barão de Japaratuba e bisneto do senhor de engenho Manuel Rollemberg de Azevedo e de Antônia Caldas de Moura Accioli. Pelo lado materno era neto do barão da Estância e bisneto do barão de Itaporanga.

Iniciou seus estudos em sua cidade natal, mas prosseguiu para o Colégio Salesiano de Aracaju, mas completou seu curso secundário no Antonio Vieira, em Salvador. Em Ouro Preto, completou o nível superior, graduando-se em Engenharia Civil e de Minas, em 1935.

Retornando a seu estado de origem, começou a trabalhar como engenheiro e como professor de Física do Atheneu Sergipense. Foi nomeado a professor catedrático de Ciências Físicas e Naturais do Atheneu Sergipense, em 30 de dezembro de 1938, pelo interventor federal, Eronides Ferreira de Carvalho. Depois, assumiu as cadeiras de Química, em 24 de agosto de 1939, e de Matemática, em 19 de fevereiro de 1940. Foi também professor da Faculdade Católica de Filosofia de Sergipe, entre outras instituições educacionais de Sergipe.

Em 26 de agosto de 1939, se tornou membro do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe - IHGSE, recebendo seu diploma efetivamente somente em junho de 1942.

Seu primeiro cargo público foi para exercer, em comissão, o cargo de Diretor-Geral do Departamento de Educação do Estado de Sergipe, por decreto do interventor de 11 de julho de 1941. No dia 2 de janeiro de 1942, assumiu o cargo de diretor do Departamento de Obras que acumulava Obras e Estradas, acumulando os dois cargos de diretores, o de Educação e o de Obras. Em 1945, quando o interventor Augusto Maynard Gomes deixou o poder, também se exonerou desses dois cargos.

Na política, foi filiado ao PSD para concorrer as eleições de 1946, sendo eleito pela primeira vez governador de Sergipe de 1947 a 1951. Foi também senador da República (1965-1970), inicialmente pelo PSD e depois passou para o ARENA, por causa do bipartidarismo, imposto pelo Regime Militar brasileiro. Foi nomeado, pelo Presidente da República, a governador de Sergipe, pela segunda vez, de 1975 a 1979.

Além disso, foi secretário de estado de Transportes, Obras e Energia de 1984 a 1988. Participou de diversos colegiados: conselheiro do Conselho de Administração da Escola Técnica Federal de Sergipe; conselheiro do Conselho Rodoviário de Sergipe; conselheiro do Conselho de Educação do Estado de Sergipe; conselheiro do Conselho Superior da Universidade Federal de Sergipe e conselheiro do Conselho de Administração da Cohab, Deso, Prodese e Hospitase no quadriênio 1988-1991.

Foi condecorado pela Ordem do Mérito Aeronáutico e fez as seguintes publicações: “A Natureza da Luz”, “Agro-indústria do Açúcar no Nordeste”, “Xisto Pirobetuminoso”, “Siderurgia no Brasil” e “O Brasil e a Energia Nuclear”.

Casou-se em 15 de julho de 1939 com Maria de Lourdes Silveira Leite e teve 2 filhos: Alberto Silveira Leite (Auditor aposentado do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe) e Eduardo Silveira Leite.

Fizeram-se as seguintes homenagens post-mortem: Terminal Rodoviário, instalado no bairro Novo Paraíso, em Aracaju; e uma escola estadual, localizada no bairro José Conrado Araújo, também em Aracaju.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • SILVA SOUZA, Suely Cristina. JOSÉ ROLLEMBERG LEITE: PROFESSOR DE MATEMÁTICA DO ATHENEU SERGIPENSE DURANTE A REFORMA FRANCISCO CAMPOS. Universidade Federal de Sergipe. Ano 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Joaquim Sabino Ribeiro
Governador de Sergipe
29 de março de 1947 — 31 de janeiro de 1951
Sucedido por
Arnaldo Garcez
Precedido por
Paulo Barreto de Menezes
Governador de Sergipe
15 de março de 1975 — 15 de março de 1979
Sucedido por
Augusto Franco


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.