Antônio Carlos Valadares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antônio Carlos Valadares
Senador  Sergipe
Período 1º de fevereiro de 1995
até a atualidade
Governador do  Sergipe
Período 15 de março de 1987
até 15 de março de 1991
Antecessor(a) João Alves Filho
Sucessor(a) João Alves Filho
Deputado federal  Sergipe
Período 1979-1983
Deputado estadual  Sergipe
Período 1971-1979
Dados pessoais
Nascimento 6 de abril de 1943 (74 anos)
Simão Dias, SE
Partido PSB
Profissão químico industrial, advogado
linkWP:PPO#Brasil

Antônio Carlos Valadares (Simão Dias, 6 de abril de 1943) é um químico industrial, advogado e político brasileiro atualmente senador por Sergipe.[1]

Dados biográficos[editar | editar código-fonte]

Filho de Pedro Almeida Valadares e Josefa Matos Valadares. Estudante da Universidade Federal de Sergipe onde formou-se em Química Industrial em 1967 e em Direito em 1974.[2] Em meio aos estudos fez carreira política pela ARENA ao eleger-se prefeito de Simão Dias em 1966 e deputado estadual em 1970 e 1974 presidindo a Assembleia Legislativa no biênio 1977/1979.

Eleito deputado federal em 1978, licenciou-se[3] para ocupar a Secretaria de Educação no governo Augusto Franco[2] e foi eleito vice-governador de Sergipe pelo PDS na chapa de João Alves Filho em 1982. Filiado ao PFL foi eleito governador de Sergipe em 1986 tornando-se o único governador não pertencente ao PMDB a vencer no pleito daquele ano ao derrotar José Carlos Teixeira com o apoio de uma dissidência peemedebista liderada pelo prefeito de Aracaju, Jackson Barreto e pelos partidos comunistas.[4] Em maio de 1988, com autorização da Assembleia Legislativa, decretou intervenção em Aracaju afastando Jackson Barreto após denúncias do Tribunal de Contas de Sergipe.

Filiado ao PST e com a extinção deste ao PP foi eleito senador em 1994[5] e no ano 2000 perdeu a eleição para prefeito de Aracaju para Marcelo Deda quando já estava no PSB[5] sendo reeleito senador em 2002[5] e 2010.[6]

Família[editar | editar código-fonte]

Seus pais foram prefeitos de Simão Dias, seu irmão José Matos Valadares e seu pai foi ainda deputado estadual. Pai de Valadares Filho, deputado federal desde 2006, e tio de Pedro Valadares, que foi deputado estadual e morreu no Acidente do Cessna Citation 560 XLS+.

Referências