Exolua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Lua extrassolar)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Uma exolua, ou lua extrassolar, é um termo que se refere a um satélite natural que orbita um Planeta extrassolar.

A esmagadora maioria dos planetas extrassolares encontrados são gigantes gasosos semelhantes a Júpiter, espera-se com isso que os satélites extrassolares não sejam raros baseando-se nas observações feitas no Sistema Solar[1]. Dos exoplanetas encontrados na zona habitável de suas estrelas, mais ou menos 50 são gigantes gasosos cujas esperanças se baseia na possível superfície sólida de suas luas.

Observações em 28 e 29 de outubro de 2017[2], da estrela Kepler 1625 conhecida por ter um planeta do tamanho de Júpiter orbitando a cada 287 dias, revelou à suposta lua Kepler 1625b i, ou "Neptmoon"[3].

Referências

  1. «The Fate of Exomoons». www.cfa.harvard.edu  (2017)
  2. Teachey, Alex; Kipping, David M. (1 de outubro de 2018). «Evidence for a large exomoon orbiting Kepler-1625b». Science Advances (em inglês). 4 (10): eaav1784. ISSN 2375-2548. doi:10.1126/sciadv.aav1784 
  3. Grossman, Lisa (3 de outubro de 2018). «Hubble may have spotted the first known exomoon». Science News (em inglês) 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.