Mansarda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Um telhado em mansarda no Castelo de Dampierre (1675–1683), de Jules Hardouin-Mansart.
Teto com mansardas em Zurique

Mansarda, em arquitetura, é a janela disposta sobre o telhado de um edifício para iluminar e ventilar seu desvão ou sótão e, por extensão, o próprio desvão ou sótão, que pode ser usado como mais um cômodo de uma casa. É um estilo de quatro lados caracterizado por dois declives em cada um de seus lados com a inclinação mais baixa, perfurado por uma janela em um ângulo mais acentuado que o superior.[1][2][3]

O termo mansarda tem origem no nome do arquitecto parisiense François Mansart (1598-1666), que, contrariamente ao senso comum, não inventou esse elemento arquitetónico, mas o popularizou inspirando-se em obras italianas anteriores. Seu sobrinho-neto, Jules Hardouin Mansart, deu prestígio à mansarda ao utilizá-la na construção do Palácio de Versalhes.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. AMHER, 4th edition, 2000: mansard.
  2. «mansard». WordNet 3.0. Princeton University 
  3. Architecture Glossary, City of Rockville, Maryland, mansard – two slopes on each of its four sides; one part very steep and curved, often with dormers 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Mansarda
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.