Meios de pagamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Meio de pagamento)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Em sentido restrito, os meios de pagamento correspondem ao total de moeda em poder do público e os depósitos à vista nos bancos comerciais.

Em uma economia em que a produção e a distribuição da produção são realizadas através de um mecanismo de mercado, a comercialização das Mercadorias e dos fatores de produção exige a existência de um denominador comum entre unidades de produtos diferentes. Ao considerar as características e funções do meios de troca do excedente de sua própria produção, pelas mercadorias produzidas por outras pessoas, além da combinação mútua e complementar das necessidades, chega-se ao conceito de liquidez, que é a velocidade e facilidade com a qual um ativo pode ser convertido em valor. É a partir da liquidez dos ativos que são definidos os agregados monetários.[1] [2]

Agregados monetários[editar | editar código-fonte]

Meios de Pagamento Restritos:

M1 = papel moeda em poder do público + depósitos à vista

Meios de Pagamento Ampliados:

M2 = M1 + depósitos especiais remunerados + depósitos de poupança + títulos emitidos por instituições depositárias;

M3 = M2 + quotas de fundos de renda fixa + operações compromissadas registradas no Selic

Poupança financeira:

M4 = M3 + títulos públicos de alta liquidez

Sistemas emissores[editar | editar código-fonte]

  • M1: Consolidado monetário → passivo monetário restrito do Banco Central e passivo monetário ampliado das instituições depositárias e fundos de renda fixa;
  • M2: Consolidado bancário menos fundos de renda fixa → passivo monetário restrito do Banco Central e passivo monetário ampliado emitidos primariamente pelas instituições depositárias;
  • M3: Consolidado bancário → passivo monetário restrito do Banco Central e bancos criadores de moeda escritural; passivo monetário restrito do Banco Central e passivo monetário ampliado das instituições depositárias e fundos de renda fixa;
  • M4: Consolidado bancário mais governos → passivo monetário ampliado do Banco Central, instituições depositárias, fundos de renda fixa e tesouros nacional, estaduais e municipais.

Agentes monetários[editar | editar código-fonte]

  • Casa da Moeda do Brasil - Produz o Papel-moeda e a moedas de metal;
  • Banco Central do Brasil - Ordena a produção e emite a moeda após a produção;
  • Rede Bancária - Saca junto ao Banco Central e distribui para o público.
  • Público Comum - Empresas e indivíduos que sacam dinheiro na rede bancária e o fazem circular por meio das transações que realizam na economia.

Referências

  1. «Meios de pagamentos - Quais são? Para que servem?». Economia sem segredos. 18 de junho de 2014 
  2. «Meios de pagamento diversificam canais». Valor Econômico 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]