Mina da Panasqueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Mina da Panasqueira é uma das maiores minas de volfrâmio da Europa. Fica situada no concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco, Portugal.

A frente de exploração está na Barroca Grande, freguesia de Aldeia de São Francisco de Assis.

História[editar | editar código-fonte]

A mina da Panasqueira data de 1896. O seu período de maior desenvolvimento deu-se durante a Segunda Guerra Mundial devido à utilização do volfrâmio nas ligas metálicas do armamento.

A mina é explorada desde 1928 pela empresa BTW (Beralt Tin & Wolfram).

Em 2005 passou para a administração da Almonty, uma empresa que precisou de apenas três anos para fazer o turn-around na mina, também, então, deficitária, para a vender aos japoneses recuperando o investimento 30 vezes.

Em 2007 foi comprada pela multinacional japonesa Sojitz Corporation.

Em Janeiro de 2016, a Mina da Panasqueira foi vendida novamente aos canadianos da Almonty, empregando 240 trabalhadores, dos quais cerca de metade laboram no fundo.

A Almonty possui também dois projectos mineiros em Espanha, um na Australia e um na Coreia do Sul, todos de extração de volfrâmio .

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mina da Panasqueira


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Report NI 43-101, Technical Report on The Mineral Resources and Reserves of The panasqueira Mine, Portugal. prepared for Almonty Industries by Adam Wheeler 20th November 2015

As Minas da Panasqueira, Vida e História, Pe Manuel vaz Leal 1945

Ícone de esboço Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.