Não localidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mecânica quântica
Princípio da Incerteza
Introducão a...

Formulação matemática

Conceitos fundamentais
Estado quântico · Função de onda
Superposição · Emaranhamento

· Incerteza
Efeito do observador
Exclusão · Dualidade
Decoerência · Teorema de Ehrenfest · Tunelamento

Não localidade, em mecânica quântica, se refere à propriedade de estados quânticos entrelaçados na qual dois estados entrelaçados "colapsam" simultaneamente no ato de medição de um dos componentes emaranhados, independente da separação espacial entre os dois estados. Essa "estranha ação a distância" é o conteúdo do Teorema de Bell e do paradoxo EPR. Na física teórica, a não-localidade quântica refere-se ao fenômeno pelo qual as estatísticas de medição de um sistema quântico multipartido não admitem uma interpretação em termos de uma teoria realista local. A não localidade quântica foi verificada experimentalmente sob diferentes premissas físicas.[1][2][3][4][5]

Teoria de campos[editar | editar código-fonte]

Em teoria de campos, uma Lagrangiana não local é o funcional que contém termos que são não locais em campos , isto é, que não são polinômios ou funções de campos ou suas derivadas calculadas em um ponto do espaço de parâmetros dinâmicos (exemploː espaço-tempo). Exemplos de tais Lagragianas não locais:

Ações obtidas de Lagragianas não locais são chamadas de ações não locais. As ações que aparecem em teorias físicas, como no Modelo Padrão, são ações locais. Ações não locais fazem parte de teorias que tentam ir além do Modelo Padrão, e também aparecem teorias de campo efetivo. Não localização de uma ação local é um aspecto essencial em alguns procedimentos de regularização.

Referências

  1. Aspect, Alain; Dalibard, Jean; Roger, Gérard \date =December 1982 (1982). «Experimental Test of Bell's Inequalities Using Time- Varying Analyzers». Physical Review Letters. 49 (25): 1804–1807. Bibcode:1982PhRvL..49.1804A. doi:10.1103/PhysRevLett.49.1804Acessível livremente  Parâmetro desconhecido |doi-access= ignorado (ajuda)
  2. Rowe MA, et al. (February 2001). «Experimental violation of a Bell's Inequality with efficient detection». Nature. 409 (6822): 791–794. Bibcode:2001Natur.409..791K. PMID 11236986. doi:10.1038/35057215. hdl:2027.42/62731Acessível livremente  Parâmetro desconhecido |hdl-access= ignorado (ajuda); Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Hensen, B, et al. (October 2015). «Loophole-free Bell inequality violation using electron spins separated by 1.3 kilometres». Nature. 526 (7575): 682–686. Bibcode:2015Natur.526..682H. PMID 26503041. arXiv:1508.05949Acessível livremente. doi:10.1038/nature15759  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. Giustina, M, et al. (December 2015). «Significant-Loophole-Free Test of Bell's Theorem with Entangled Photons». Physical Review Letters. 115 (25). 250401 páginas. Bibcode:2015PhRvL.115y0401G. PMID 26722905. arXiv:1511.03190Acessível livremente. doi:10.1103/PhysRevLett.115.250401  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. Shalm, LK, et al. (December 2015). «Strong Loophole-Free Test of Local Realism». Physical Review Letters. 115 (25). 250402 páginas. Bibcode:2015PhRvL.115y0402S. PMC 5815856Acessível livremente. PMID 26722906. arXiv:1511.03189Acessível livremente. doi:10.1103/PhysRevLett.115.250402  Verifique data em: |data= (ajuda)