O Peso da Água

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo(a) o filme, veja O Peso da Água (filme).
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Peso da Água é um romance de Anita Shreve lançado em 1997. Parte do romance é fictício e especula sobre os assassinatos reais ocorridos na ilha de Smuttynose em 1873.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Em março de 1873, duas imigrantes norueguesas que viviam na desolada ilha de Smuttynose no arquipélago de Shoals, o qual consiste em um grupo de ilhas localizadas na costa do Maine e de Nova Hampshire, são brutalmente assassindas. Uma terceira mulher, chamada Maren Hontvedt, sobrevive escondendo-se numa caverna próxima ao mar até o amanhecer. As mulheres assassinadas eram Karen Christensen, irmã mais velha de Maren, e Anethe Christensen, cunhada de Maren. Um homem chamado Louis Wagner foi julgado e enforcado pelos assassinatos.

Mais de um século depois, Jean Janes, fotógrafa de uma revista trabalhando num ensaio fotográfico sobre os assassinatos, retorna ao arquipélago com seu marido, Thomas, abordo de um barco navegado pelo irmão de Thomas, Rich, o qual trouxe junto na viagem a sua namorada, Adaline. Enquanto Jean se aprofunda nos detalhes do assassinato, emoções vêm à tona entre os passageiros da embarcação, e ela começa a suspeitar que Thomas e Adaline têm um caso.

O romance é dividido em duas partes: o tempo atual, descrito no presente sob o ponto de vista de Jean , e 1873, descrito em primeira pessoa do ponto de vista de Maren como um livro de memórias.

Adaptação[editar | editar código-fonte]

Uma adaptação para o cinema, dirigida por Kathryn Bigelow, foi lançada em 2002. O filme homônimo conta com a participação de Sean Penn, Catherine McCormack, Elizabeth Hurley e Sarah Polley.