O Quatrilho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Quatrilho
 Brasil
1995 •  cor •  92 min 
Direção Fábio Barreto
Roteiro Antônio Calmon
Leopoldo Serran
José Clemente Pozenato (livro)
Elenco Alexandre Paternost
Bruno Campos
Glória Pires
Patrícia Pillar
Género romance, drama
Idioma português, talian
Página no IMDb (em inglês)

O Quatrilho é um filme brasileiro indicado ao Oscar, lançado em 1995 e dirigido por Fábio Barreto e baseado livro homônimo O Quatrilho de José Clemente Pozenato.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 1910, numa comunidade rural no Rio Grande do Sul habitada por imigrantes italianos, dois casais muito amigos se unem para poder sobreviver e decidem morar na mesma casa. Mas o tempo faz com que a esposa (Patricia Pillar) de um (Alexandre Paternost) se interesse pelo marido (Bruno Campos) da outra (Glória Pires), sendo correspondida. Após algum tempo, os dois amantes decidem fugir e recomeçar outra vida, deixando para trás seus parceiros, que viverão uma experiência dramática e constrangedora, mas nem por isto desprovida de romance.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Glória Pires .... Pierina
  • Patrícia Pillar .... Teresa
  • Alexandre Paternost .... Angelo Gardone
  • Bruno Campos .... Mássimo
  • Gianfrancesco Guarnieri .... Padre Giobbe
  • José Lewgoy .... Rocco
  • Cecil Thiré .... Padre Gentile
  • Cláudio Mamberti .... Battiston
  • Antônio Carlos .... Aurelio
  • Arcangelo Zorzi .... Stchopa
  • Pedro Parenti .... Iscariot
  • Elaine Braghirolli .... Tia Gema
  • Nadir Tomus .... Cósimo
  • Renato Filippini .... Nane Mondo
  • José Vitor Castiel .... Miro
  • Gonçalo Mascia .... Agostinho
  • Julia Barreto Borges .... Dosolina
  • Mariana Pellegrino Barreto .... Bambina
  • Antonio Giacomoni .... Beppe
  • Ceres Ramos .... Rosalba
  • Fábio Barreto .... Gaudério
  • José Clemente Pozenato .... Fotógrafo
  • Daniel Gatelli .... Natale
  • Flavio Rizzi .... Joanim
  • Cleri Pelizza ....Marieta
  • Ana Parenti .... Mulher de Natale
  • Tereza Fortuna .... Mulher de Verde
  • Andréa, Mary e Virgínia .... Três Marias
  • Hugo Lorensati .... Funcionário I
  • João Wianey .... Funcionário II
  • Pedro Zorzi .... Motorista
  • Antonio Parenti .... Carroceiro
  • Alceu Ferraro .... Gaiteiro
  • Wilson Toscan .... Rapaz do Café
  • Thiago Lorensati .... Rapaz do Armazém
  • Inês Zorzi .... Colona I
  • Lídia Tonus .... Colona II
  • Maria Diaz .... Mulher de Stchopa
  • André Piccoli .... Sacristão
  • Milton Stumpf .... Fazendeiro
  • Caetano Veloso .... Compositor
  • Jaques Morelenbaum .... Arranjo Musical

Produção[editar | editar código-fonte]

Casa Strapazzon, um dos cenários do filme
  • O Quatrilho foi o segundo filme brasileiro indicado ao Oscar. O primeiro foi O Pagador de Promessas, de Anselmo Duarte.
  • O enredo do filme é baseado em uma história real.
  • Boa parte do filme foi gravada no município de Farroupilha, na cascata do Salto ventoso.
  • O fotógrafo que tira uma foto da família, no final do filme, é José Clemente Pozenato, autor do livro no qual o roteiro de O Quatrilho foi baseado.
  • Alguns membros da família do diretor aparecem em pequenos papéis, inclusive ele mesmo, como o personagem "Gaudério".
  • Uma das locações do filme ocorreu no Caminhos de Pedra, utilizando-se de uma casa de pedra, típica da região.[1]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Óscar

  • Melhor Filme estrangeiro (Indicado)

Associação Paulista de Críticos de Arte

Tokyo International Film Festival

Festival de Havana

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Debutantes na Serra Gaúcha Site AABB - Poa - ref. de 11/10/2011
  2. «O Quatrilho». www.papodecinema.com.br. 25 de julho de 2013. Consultado em 25 de outubro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]